fbpx

Concurso TRT-PB: Edital PUBLICADO e prova em novembro!

Equipe Flávia Rita

Edital publicado do novo concurso público para o TRT PB (Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba) destinado ao provimento de 04 vagas imediatas + formação de cadastro de reserva em cargos de níveis médio e superior.
Concurso TRT-PB: Edital PUBLICADO e prova em novembro!

As oportunidades são para as carreiras de técnico e analista judiciário em várias especialidades, com salários iniciais entre R$ 7.591,37 e R$ 12.455,30.

Os candidatos podem se inscrever a partir do dia 22 de agosto até o dia 20 de setembro por meio do site da banca FGV, organizadora do certame.

 

O que você precisa saber do concurso TRT-PB:

Situação Atual

Edital publicado em 16 de agosto de 2022

Período de Inscrição

Do dia 22 de agosto até o dia 20 de setembro por meio do site da banca FGV.


Cargos e Vagas

As vagas do edital (4 + cadastro de reserva) dividem-se entre as carreiras de técnico, de nível médio e técnico, e analista, de nível superior.

Analista Judiciário / Área Judiciária

Analista Judiciário – Área Administrativa – Sem Especialidade

Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal 

Analista Judiciário – Arquiteto

Analista Judiciário – Estatística

Analista Judiciário – Tecnologia da Informação

Analista Judiciário – Biblioteconomia

Analista Judiciário – Contador

Analista Judiciário – Engenharia Elétrica

Analista Judiciário – Medicina

Analista Judiciário – Medicina Psiquiátrica

Analista Judiciário – Odontologia

Analista Judiciário – Serviço Social

Técnico judiciário Área Administrativa – Sem Especialidade

Técnico judiciário – Polícia Judicial

Técnico judiciário – Enfermagem

Técnico judiciário – Tecnologia da Informação

 

Etapas da prova

Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva na data provável do dia 27 de novembro na cidade em João Pessoa e Campina Grande – PB.

As provas serão aplicadas nos seguintes turnos:

  1. a) no período da MANHÃ: para os cargos de Analista Judiciário, todas as áreas e especialidades;
  2. b) no período da TARDE: para os cargos de Técnico Judiciário, todas as áreas e especialidades.

O concurso público terá as seguintes etapas:

  • Prova Objetiva;
  • Prova Discursiva; e
  • Teste de Aptidão Física.

Para o cargo de Analista Judiciário (todas áreas/especialidades), serão realizadas uma Prova Escrita Objetiva de múltipla escolha e uma Prova Escrita Discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório.

Para o cargo de Técnico Judiciário (todas as especialidades) serão realizadas uma Prova Escrita Objetiva de múltipla escolha e uma Prova de Redação, ambas de caráter eliminatório e classificatório.

Somente para o cargo de Técnico Judiciário – Polícia Judicial será realizado adicionalmente Teste de Avaliação Física, de caráter eliminatório e classificatório.

Download de provas anteriores

Técnico Judiciário – Administrativa 2005

Analista Judiciário – Judiciária 2005

Prova Objetiva

A Prova Escrita Objetiva de múltipla escolha e a Prova Escrita Discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório, para os cargos de Analista Judiciário, serão realizadas na cidade de João Pessoa e Campina Grande – PB, no dia 27 de novembro de 2022, de 08h às 12h 30min, segundo o horário oficial de Brasília.

 

Conteúdos das provas objetivas:

  • Cargos Área Judiciária e Área Administrativa (sem especialidade)
    • Conhecimentos básicos
      • Língua Portuguesa – 10 questões
      • Raciocínio Lógico Matemático – 10 questões
      • Atualidades – 05 questões
    • Conhecimentos específicos
      • Analista Judiciário /Área judiciária – 45 questões
      • Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal – 45 questões
      • Analista Judiciário/Área Administrativa – Sem especialidade – 45 questões

 

  • Cargos Área Administrativa (com especialidade)
    • Conhecimentos básicos
      • Língua Portuguesa -10 questões
      • Raciocínio Lógico Matemático – 10 questões
      • Atualidades – 05 questões
      • Legislação básica – 05 questões
    • Conhecimentos Específicos
      • Analista Judiciário /Área Administrativa/Arquiteto – 40 questões
      • Analista Judiciário /Área – 40 questões
      • Administrativa/Biblioteconomia – 40 questões
      • Analista Judiciário /Área Administrativa/Contabilidade – 40 questões
      • Analista Judiciário /Área Administrativa/Estatístico – 40 questões
      • Analista Judiciário /Área Administrativa/Tecnologia da Informação – 40 questões
      • Analista Judiciário /Área Administrativa/Engenharia Elétrica – 40 questões
      • Analista Judiciário /Área Administrativa/Medicina – 40 questões
      • Analista Judiciário /Área Administrativa/Medicina Psiquiátrica – 40 questões
      • Analista Judiciário /Área Administrativa/Odontologia – 40 questões
      • Analista Judiciário /Área Administrativa/Serviço Social – 40 questões

 

  • Cargo de Técnico Judiciário
    • Conhecimentos básicos
      • Língua Portuguesa – 10 questões
      • Raciocínio Lógico Matemático – 10 questões
      • Atualidades – 05 questões
      • Legislação básica – 05 questões
    • Conhecimentos Específicos
      • Técnico Judiciário / Área Administrativa – sem especialidade – 30 questões
      • Técnico Judiciário / Área Administrativa / Tecnologia da informação – 30 questões
      • Técnico Judiciário / Área Administrativa / Enfermagem – 30 questões
      • Técnico Judiciário / Área Administrativa / Polícia Judicial – 30 questões

Estrutura da prova

Consistirão de questões de múltipla escolha, sendo que cada questão conterá 5 alternativas (A a E) com uma única resposta correta.

Prova discursiva

  • Técnico Judiciário

A Prova de Redação para o cargo de Técnico Judiciário constará de uma redação, que valerá 10 pontos. A redação deverá ser redigida em gênero dissertativo-argumentativo, em até 30 linhas.

  • Cargo de Analista Judiciário (todas as áreas e todas as especialidades)

A Prova Escrita Discursiva para os cargos de Analista Judiciário (todas as áreas e todas as especialidades) constará de uma questão discursiva relativa aos Conhecimentos Específicos e valerá 10 pontos.

A questão versará sobre conteúdo pertinente aos Conhecimentos Específicos, adequado às atribuições do cargo/da especialidade.

Na avaliação da questão discursiva, serão considerados o acerto das respostas dadas, o grau de conhecimento do tema demonstrado pelo candidato e a fluência e a coerência da exposição.

Como é cobrada a matéria de Português neste concurso? 

Serão cobrados os seguintes tópicos para todos os cargos:

  1. Domínio da ortografia oficial. 
  2. Emprego da acentuação gráfica. 
  3. Emprego dos sinais de pontuação. 
  4. Emprego do sinal indicativo de crase. 
  5. Flexão nominal e verbal. 
  6. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. 
  7. Domínio dos mecanismos de coesão e coerência textual. 
  8. Emprego de tempos e modos verbais. 
  9. Vozes do verbo. 
  10. Concordância nominal e verbal. 
  11. Regência nominal e verbal. 
  12. Morfossintaxe. 
  13. Redação (confronto e reconhecimento de frases corretas e incorretas). 
  14. Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 
  15. Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 
  16. Figuras de linguagem. 
  17. Argumentação. 
  18. Discurso direto, indireto e indireto livre. 
  19. Adequação da linguagem ao tipo de documento. 
  20. Classes de palavras e termos da oração. 
  21. Processos de coordenação e subordinação.

Recursos

O candidato que desejar interpor recurso contra o gabarito oficial preliminar, contra o resultado preliminar da Prova Escrita Objetiva, contra o resultado preliminar da Prova Escrita Discursiva, contra o resultado preliminar da Prova de Redação e contra o resultado preliminar do TAF disporá de 2 (dois) dias úteis para fazê-lo, a contar do dia subsequente ao da divulgação destes. 

Deixe seu Comentário

Comentários

CONTINUE LENDO