fbpx

Concurso TJ-ES: edital publicado. Você está preparado?

Equipe Flávia Rita

Publicado o edital do concurso do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES) com oferta de 128 vagas mais formação de cadastro de reserva!
Concurso TJ-ES: edital publicado. Você já está preparado?

Publicado o edital do concurso do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ ES) com oferta de 128 vagas mais formação de cadastro de reserva!

As oportunidades são para o cargo de Analista Judiciário em diversas especialidades, com remuneração iniciais que variam entre R$ 6.713,00 e R$ 9.596,81.

Os interessados devem se inscrever pelo portal da banca Cebraspe, organizadora do certame, entre os dias 16 de janeiro a 06 de fevereiro de 2023, ao custo de R$ 100,00.

O que você precisa saber do concurso TJ-ES:

Situação Atual: Edital publicado em 09 de janeiro de 2023

Período de Inscrição: no período de 16 de janeiro a 06 de fevereiro de 2023, no site da banca organizadora, Cebraspe.

Cargo e Vagas do concurso TJ-ES

O concurso TJ-ES oferta, ao todo, 128 vagas mais formação de cadastro de reserva, sendo:

  • Analista Judiciário – Área Administrativa: CR;
  • Analista Judiciário -Apoio Especializado
    • Administração: CR;
    • Arquitetura: CR;
    • Arquivologia: CR;
    • Biblioteconomia: CR;
    • Comunicação Social: CR;
    • Contabilidade: CR;
    • Direito: 5 vagas;
    • Economia: CR;
    • Enfermagem: CR;
    • Engenharia Civil: CR;
    • Engenharia Elétrica: CR;
    • Engenharia Mecânica: CR;
    • Estatística: CR;
    • Licenciatura Letras: CR;
    • Medicina do Trabalho: CR;
    • Pedagogia: CR;
    • Psicologia: 5 vagas;
    • Serviço Social: 5 vagas;
    • Taquigrafia: 1 vaga.
  • Área Judiciária
    • Comissário de Justiça da Infância e Juventude: CR;
    • Direito: 85 vagas;
    • Execução Penal: 2 vagas;
    • Oficial de Justiça Avaliador: 20 vagas.
  • Analista Judiciário Especial – Área Judiciária – Contador: 5 vagas.

Os aprovados serão lotados em conformidade com a estrutura organizacional administrativa do Poder Judiciário do estado. A estrutura é composta pelo Tribunal de Justiça, Corregedoria-Geral da Justiça e Juizados de Direito (1ª Instância).

Requisitos do concurso TJ-ES

  • Analista Judiciário
    • Área Administrativa
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no órgão de classe.
  • Analista Judiciário -Apoio Especializado
    • Administração
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Administração, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
    • Arquitetura
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Arquivologia
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arquivologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no órgão de classe
    • Biblioteconomia
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Comunicação Social
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior e Comunicação Social, Jornalismo, Publicidade e Propaganda ou Relações Públicas, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Contabilidade
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Direito
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
    • Economia
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Economia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Enfermagem
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Enfermagem, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Engenharia Civil
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Engenharia Elétrica
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Elétrica, com especialização em Eletrotécnica, Eletrônica, ou Telecomunicações, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Engenharia Mecânica
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Mecânica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Estatística
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Estatística, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no órgão de classe
    • Licenciatura Letras
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Letras, com habilitação em Língua Portuguesa, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
    • Medicina do Trabalho
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina, com especialização em Medicina do Trabalho, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Pedagogia
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Pedagogia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
    • Psicologia
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe
    • Serviço Social
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.
    • Taquigrafia
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Área Judiciária
    • Comissário de Justiça da Infância e Juventude
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito (bacharelado), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
    • Direito
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito (bacharelado), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
    • Execução Penal
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito (bacharelado), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
    • Oficial de Justiça Avaliador
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito (bacharelado), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
    • Analista Judiciário Especial – Área Judiciária – Contador
      • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciência Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Etapas da prova do concurso TJ-ES

Os candidatos serão avaliados por meio das seguintes etapas:

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; e
  • Prova de apanhamento taquigráfico (somente para a especialidade de Taquigrafia), de caráter eliminatório e classificatório.

 

As provas objetiva e discursiva serão aplicadas no dia 19/3/2023. Duração da prova: 4h30 minutos. É importante ressaltar que as provas serão aplicadas na cidade de Vitória/ES.

Prova Objetiva do concurso TJ-ES

A prova objetiva será composta de 120 questões (50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos) de CERTO ou ERRADO. Valor total da prova objetiva será de 120 pontos.

A prova seguirá o modelo padrão Cebraspe:

  • A nota em cada item das provas objetivas, feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a: 1,00 ponto, caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 1,00 ponto negativo, caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 0,00, caso não haja marcação ou haja marcação dupla (C e E).

 

Será considerado REPROVADO e ELIMINADO do certame o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:

  • a) obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos básicos P1;
  • b) obtiver nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos específicos P2;
  • c) obtiver nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Disciplinas do concurso TJ-ES

Os candidatos serão avaliados por meio das seguintes disciplinas de conhecimentos gerias:

  • Língua Portuguesa;
  • Ética no Serviço Público;
  • Noções de Informática;
  • Raciocínio Lógico; e
  • Legislação Local.

Discursiva do concurso TJ-ES

A prova discursiva valerá 10,00 pontos e consistirá na redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de temas relacionados a Atualidades.

A relevância da prova discursiva neste concurso 

A prova discursiva avaliará o conteúdo (conhecimento do tema), a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa. O candidato deverá produzir, conforme o comando formulado pela banca examinadora, texto dissertativo, primando pela coerência e pela coesão. 

A prova discursiva de cada candidato será submetida a duas avaliações: uma avaliação de conteúdo e uma avaliação do domínio da modalidade escrita da Língua Portuguesa. 

A avaliação de conteúdo será feita por pelo menos dois examinadores. A nota de conteúdo do candidato será obtida pela média aritmética de duas notas convergentes atribuídas por examinadores distintos. 

Duas notas de conteúdo da prova discursiva serão consideradas convergentes se diferirem entre si em até 25% da nota máxima de conteúdo possível na prova discursiva. 

A prova discursiva será corrigida conforme os critérios a seguir. 

  1. a) a apresentação e a estrutura textuais e o desenvolvimento do tema totalizarão a nota relativa ao domínio do conteúdo (NC), cuja pontuação máxima será limitada ao valor de 10,00 pontos; 
  2. b) a avaliação do domínio da modalidade escrita totalizará o número de erros (NE) do candidato, considerando-se aspectos tais como: grafia, morfossintaxe, pontuação e propriedade vocabular; 
  3. c) será desconsiderado, para efeito de avaliação, qualquer fragmento de texto que for escrito fora do local apropriado ou que ultrapassar a extensão máxima de linhas estabelecida no subitem 9.1 deste edital; 
  4. d) será calculada, então, a nota na prova discursiva (NPD) pela fórmula NPD = NC – 1 × NE ÷ TL, em que TL corresponde ao número de linhas efetivamente escritas pelo candidato; 
  5. e) será atribuída nota zero ao texto que obtiver NPD < 0,00; 
  6. f) nos casos de fuga ao tema, ou de não haver texto, o candidato receberá nota igual a zero. 

Será aprovado na prova discursiva o candidato que obtiver NPD ≥ 5,00 pontos. 

O candidato que não se enquadrar no subitem 9.7.6 deste edital não terá classificação alguma no concurso. 

Será anulada a prova discursiva do candidato que não devolver o documento de texto definitivo

Como é cobrada a matéria de Português no concurso TJ-ES? 

  1. Compreensão e interpretação de textos
  2. Reconhecimento de tipos e gêneros textuais
  3. Ortografia oficial
  4. Mecanismos de coesão textual
  5. Tempos e modos verbais
  6. Estrutura morfossintática do período
  7. Classes de palavras
  8. Relações de coordenação e subordinação entre orações e termos da oração
  9. Sinais de pontuação
  10. Concordância e regência verbal e nominal
  11. Emprego do sinal indicativo de crase
  12. Colocação de pronomes átonos
  13. Reescrita de frases e parágrafos

Recursos 

Recursos quanto aos conteúdos das questões objetivas e/ou aos gabaritos divulgados – o(a) candidato(a) poderá apresentá-los, desde que devidamente fundamentados e encaminhados entre os dias 21 a 23/3/2023, das 10 horas do primeiro dia às 18 horas do último dia (horário oficial de Brasília/DF).

 

 

CONTINUE LENDO