fbpx

Importância de um curso de redação para o concurso TJMG

Equipe Flávia Rita

O edital do concurso TJMG deve ser publicado no primeiro semestre de 2022 e uma nota alta na redação é o diferencial para você conquistar a sua posse. Por isso, nesse post vamos abordar sobre o projeto básico do certame, os cargos e as oportunidades previstas, pois quanto mais cedo iniciar a sua preparação, maior a sua chance de aprovação. Então, não perca tempo, faça o seu planejamento de estudo e priorize a sua aprovação. A nossa dica é que você salve esse post, para consultar sempre que precisar, combinado?
Importância de um curso de redação para o concurso TJMG

Neste conteúdo, você vai descobrir a importância de um curso de redação para o concurso TJMG 1ª 

O edital do concurso TJMG deve ser divulgado ainda neste semestre  e de acordo com o projeto básico, o certame será composto por provas objetivas e redação, que será o diferencial para a sua posse. 

 

Concurso TJMG: escolha da banca prevista

A escolha para a banca do certame está prevista para o mês de fevereiro devido ao pregão eletrônico que deve acontecer no dia 01/02/2022, a partir das 10h. Além disso, o Tribunal de Justiça do estado de Minas Gerais também já divulgou o projeto básico, que pode ser acessado clicando aqui.  

Além disso, o edital do concurso TJMG está previsto para o mês de março e o valor da inscrição é de R $80,00 para as oportunidades de nível médio e R $100,00 para superior. Por isso, que tal aproveitar a chance? 

 

Edital TJMG: oportunidades previstas

O concurso deve oferecer oportunidades para nível médio e superior. Nesse sentido, para nível médio o edital deve ofertar oportunidades para os cargos de Oficial Judiciário ( classe D), especialidade assistente técnico de controle financeiro e também Oficial Judiciário ( classe D), na especialidade Oficial de Justiça. 

Dessa forma, para nível superior deve contar com oportunidade para Analista Judiciário( Classe C), nas especialidades: administrador, Analista de Tecnologia da Informação, Analista Judiciário, Assistente Social, Bibliotecário, Contador, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico, Médico, Psicólogo e também revisor judiciário. Assim, que tal planejar os seus estudos e começar a estudar antes de o edital TJMG ser divulgado? 

Concurso TJMG: provas previstas

De acordo com o projeto básico, o edital TJMG terá as etapas:

  1. a) uma prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos/especialidades oferecidos; e
  2. b) uma prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, para os cargos/especialidades de nível superior de escolaridade.

 

Além disso, as provas objetivas terão as disciplinas:

  1. Para o cargo de Oficial Judiciário (Classe D), especialidades: Assistente Técnico de Controle Financeiro e Oficial de Justiça, todos de nível médio de escolaridade:

Tabela de matérias da prova objetiva.

 

Para o cargo de Analista Judiciário (Classe C), especialidade: Analista de Tecnologia da Informação, de nível superior de escolaridade:

Para o cargo de Analista Judiciário (Classe C), especialidade Analista Judiciário, de nível superior de escolaridade:

Para o cargo de Analista Judiciário (Classe C), especialidades: Administrador, Assistente Social, Bibliotecário, Contador, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico, Médico, Psicólogo e Revisor Judiciário, todos de nível superior de escolaridade:

Assim, português é uma matéria comum para todos os cargos no concurso TJMG. Por isso, comece a priorizar a disciplina nos seus estudos, a fim de ganhar conhecimento, treinar e gabaritar a prova. 

Além disso, a prova objetiva deve contar com 60 questões e cada alternativa com 5 opções de respostas. Em relação à prova discursiva, de acordo com o projeto básico: 

  • Texto dissertativo abordando tema de conhecimento específico para as especialidades de Analista Judiciário e Bibliotecário
  • Estudo de caso para as especialidades de Administrador, Analista de Tecnologia da Informação, Assistente Social, Contador, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico, Médico, Psicólogo e Revisor Judiciário

 

Concurso TJMG: importância da redação!

De acordo com o projeto básico, o quantitativo de correção de redação ocorrerá da seguinte maneira:

– Quanto aos candidatos de ampla concorrência habilitados na prova objetiva de múltipla escolha:

  1. a) até 400 (quatrocentas) provas dos candidatos mais bem pontuados para o cargo de Analista Judiciário, especialidade Analista Judiciário, devendo ser acrescidas as provas dos empatados na última posição, se houver; 
  2. b) até 150 (cento e cinquenta) provas dos candidatos mais bem pontuados para o cargo de Analista Judiciário, especialidade Assistente Social, que se inscreveram para atuar na Cidade de Belo Horizonte, devendo ser acrescidas as provas dos empatados na última posição, se houver; 
  3. c) até 100 (cem) provas dos candidatos mais bem pontuados inscritos para o cargo de Analista Judiciário, especialidade Psicólogo, que se inscreveram para atuar na Cidade de Belo Horizonte, devendo ser acrescidas as provas dos empatados na última posição, se houver; 
  4. d) até 100 (cem) provas dos candidatos mais bem pontuados inscritos para o cargo de Analista Judiciário, especialidade Analista de Tecnologia da Informação, devendo ser acrescidas as provas dos empatados na última posição, se houver; 
  5. e) até 50 (cinquenta) provas dos candidatos mais bem pontuados nas demais especialidades do cargo de Analista Judiciário: Administrador; Assistente Social, por comarca, excetuados os já descritos na alínea “b”; Bibliotecário; Contador; Enfermeiro; Engenheiro Civil; Engenheiro Eletricista; Engenheiro Mecânico; Médico; Psicólogo, por comarca, excetuados os já descritos na alínea “c”; e Revisor Judiciário, devendo ser acrescidas as provas dos empatados na última posição, se houver

II – Quanto aos candidatos inscritos como pessoas com deficiência, deverão ser corrigidas as provas discursivas de todos os habilitados na prova objetiva de múltipla escolha nos termos do edital; 

III – Quanto aos candidatos inscritos como negros, habilitados na prova de múltipla escolha, será corrigido o equivalente a 30% do quantitativo descrito nas alíneas do inciso I deste subitem, devendo ser acrescidas as provas dos empatados na última posição, se houver

Concurso TJMG 1ª instância: por que investir em redação?

  • Muitos candidatos gabaritam a prova objetiva, e a nota na redação faz a diferença para a classificação final.
  • Poucos estudantes treinam redação. A maioria deixa para se preocupar quando o edital é publicado e há pouco tempo para treinar até a data da prova. Quanto mais cedo você começar, maiores serão as suas chances de aprovação.
  • Você tem dificuldade para começar, desenvolver ou finalizar o texto? No curso de redação você poderá aprimorar e desenvolver as suas habilidades, ou seja, ter segurança e confiança para produzir um texto.
  • Treinar redação exige esforço, dedicação e muita força de vontade. A redação deve fazer parte do seu planejamento assim como outras disciplinas.
  • No curso você terá uma correção detalhada, em que poderá identificar as suas dificuldades, para saná-las.

Assim, o edital do concurso TJMG deve ser divulgado nos próximos meses, por isso, não perca tempo e comece a sua preparação o quanto antes. Uma nota alta na redação é o diferencial para você conquistar a sua posse e começar uma nova jornada na sua vida. 

 

Concurso TJMG: função cargos previstos

Que tal conhecer um pouco mais sobre as funções dos cargos previstos no concurso TJMG?

Cargo: Oficial Judiciário 

Especialidade Assistente Técnico de Controle Financeiro:   auxiliar na elaboração da proposta orçamentária anual, na análise e planificação de contas, no detalhamento de despesas, nos serviços contábeis, na elaboração dos balanços, balancetes, demonstrativos de movimento de contas, nos cálculos diversos e na organização de processos de prestação de contas; – realizar procedimentos e rotinas concernentes ao acompanhamento da execução de contratos; – executar atualização de débitos em precatórios; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho, quando designado; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico. 

Especialidade Oficial de Justiça :  realizar citações, intimações, notificações e demais diligências próprias de seu ofício, ordenadas em processos judiciais e lavrar termos e certidões respectivas; – executar atividades preparatórias para a realização da sessão de julgamento; – dar suporte às sessões realizadas pelos órgãos do Tribunal, executando os serviços que lhe forem determinados; – dar suporte às audiências ou sessões do Tribunal do Júri, quando necessário, e coadjuvar o juiz na manutenção da ordem; – promover as avaliações judiciais nos casos indicados em lei; – fazer hasta pública, onde não houver leiloeiro público ou designado para esse fim; – executar atividades de suporte nas áreas judiciárias da Secretaria do Tribunal de Justiça e da Justiça de Primeira Instância; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho, quando designado; – executar outras atividades identificadas pelo superior hierárquico, relacionadas com a atividade-fim, inclusive no que concerne ao processo judicial eletrônico, em suas variadas formas.

Cargo: Analista Judiciário –  Especialidade Administrador : promover a atualização do Plano Estratégico de Gestão Institucional e a programação anual de projetos e atividades a serem desenvolvidos pelas áreas da Secretaria do Tribunal e na Justiça de Primeira Instância

– planejar, organizar, analisar e controlar as proposições de metas e seus desdobramentos nas diversas áreas do Tribunal, a partir da elaboração e implementação do Plano Estratégico de Gestão Institucional; – assessorar os gestores e assessores do TJMG, com vistas a favorecer o alcance dos objetivos institucionais; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho, quando designado; – realizar viagens para executar inspeção técnica, orientação e fiscalização em secretarias de juízo, em serviços auxiliares da direção do foro e serviços de tabelionato e de registro do Estado de Minas Gerais; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico, inclusive no que concerne ao processo judicial eletrônico, em suas variadas formas.

Especialidade Analista de Tecnologia da Informação :identificar e analisar, juntamente com as áreas de negócios do TJMG, as demandas de informatização de processos de trabalho, serviços e soluções de tecnologia da informação; – especificar métodos, normas e padrões para aquisição, desenvolvimento, manutenção, segurança física e lógica, integridade dos dados, desempenho e gestão de bens e serviços de tecnologia de informação; – realizar diagnóstico de defeitos de funcionamento em equipamentos, programas, aplicativos, sistemas, ambientes de banco de dados, ambientes de rede, e demais serviços de tecnologia da informação e propor as medidas necessárias para a solução; – prospectar e elaborar a especificação técnica para contratação de bens e serviços de tecnologia da informação, mediante a execução de atividades tais como levantamentos de mercado, obtenção de propostas orçamentárias e análises de propostas técnicas e de preço; – fiscalizar e acompanhar contratos e convênios de produtos e serviços relativos a sua área de atuação; – elaborar relatórios, pareceres, atas e outros documentos relativos a sua área de atuação; – realizar viagens, quando necessárias, para realizar atividades ou capacitações externas relativas à sua área de atuação; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho, quando designado; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico.

Especialidade Analista Judiciário : Analisar autos, precatórios judiciais e demais documentos, acompanhar licitações e lavrar termos; – elaborar contratos, documentos administrativos, certidões, laudos, pareceres e outros documentos de informação técnico-jurídica, a fim de fornecer suporte aos magistrados, superiores hierárquicos, órgãos julgadores, fiscalizadores, auditores e de correições do Tribunal de Justiça; – pesquisar, selecionar, analisar, catalogar, indexar e divulgar regulamentos, acórdãos, legislação, doutrina e jurisprudência; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho, quando designado; – realizar viagens para executar inspeção técnica, orientação e fiscalização em secretarias de juízo, em serviços auxiliares da direção do foro e serviços de tabelionato e de registro do Estado de Minas Gerais; – executar outras atividades identificadas pelo superior hierárquico, relacionadas com a atividade fim, inclusive no que concerne ao processo judicial eletrônico em suas variadas formas. 

Especialidade Assistente Social: – prestar serviços sociais a magistrados e servidores, propondo soluções para situações que interfiram no desempenho do servidor ou grupo de servidores; – pesquisar sobre a realidade social da instituição, para planejar, executar e acompanhar programas e ações na sua área de atuação; – elaborar estudos sociais, laudos, pareceres, relatórios e outros documentos técnicos compatíveis com sua área de atuação, relacionados a processos judiciais; – realizar intervenções técnicas em audiências de conciliação e mediação, e em situações processuais, quando determinado por autoridade judicial; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – realizar viagens a comarcas do interior do Estado para executar atividades relativas a sua área de atuação; – executar outras atividades identificadas pelo superior hierárquico, relacionadas com a atividade-fim, inclusive no que concerne ao processo judicial eletrônico, em suas variadas formas. 

 

Especialidade Bibliotecário – planejar, cadastrar, catalogar, classificar, indexar, organizar, conservar, controlar, pesquisar e manter atualizado o inventário do acervo bibliográfico; – criar ferramentas para disseminação dos serviços e produtos da biblioteca; – gerir e alimentar bases de dados, redes e sistemas de informação da biblioteca; – prestar atendimento, orientar e treinar usuários nas suas diversas necessidades de informação; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – elaborar relatórios, pareceres, atas e outros documentos relativos a sua área de atuação; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico. 

Especialidade Contador :executar atividades de elaboração do orçamento, planificação de contas, detalhamento de despesas, parametrização de aplicativos contábeis, fiscais e de suporte, análise de balanços, balancetes e demonstrativos de natureza contábil, financeira, orçamentária e patrimonial; – realizar outras atividades relacionadas ao planejamento, organização, supervisão, assessoramento, documentação, informação, estudo, pesquisa e execução de tarefas que envolvam análise contábil. – efetuar o controle das obrigações tributárias principais e acessórias; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – elaborar relatórios, pareceres, atas e outros documentos relativos à sua área de atuação; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico. 

Especialidade Enfermeiro – realizar procedimentos de enfermagem segundo prescrição médica ou odontológica ou primeiros socorros; – planejar e executar programas da área de saúde, de forma preventiva e curativa; – orientar e executar os serviços de esterilização de material cirúrgico e de curativos de utilização médica e de enfermagem; – controlar a distribuição interna de estoque de medicamentos básicos; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – realizar viagens a comarcas do interior do Estado para executar atividades relativas a sua área de atuação; – elaborar relatórios, pareceres, atas, demonstrativos de exames periódicos e outros documentos relativos à sua área de atuação; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico. 

Especialidade Engenheiro Civil – Planejar, orçar, elaborar, executar e acompanhar projetos na área da construção civil; – fiscalizar e vistoriar obras e serviços técnicos; – analisar, administrar e fiscalizar os contratos em seus aspectos técnicos, firmados pelo Tribunal de Justiça; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – realizar viagens a comarca do interior do Estado para executar atividades relativas à sua área de atuação; – elaborar relatórios, pareceres, atas, laudos e outros documentos relativos à sua área de atuação; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico. 

Especialidade Engenheiro Eletricista – Planejar, orçar, elaborar, executar e acompanhar projetos de instalações elétricas, de redes de telecomunicações, segurança eletrônica, automação, sonorização e outros inerentes às atribuições de engenheiro eletricista; – fiscalizar e vistoriar obras e serviços técnicos; – analisar, administrar e fiscalizar os contratos em seus aspectos técnicos, firmados pelo Tribunal de Justiça; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – realizar viagens a comarcas do interior do Estado para executar atividades relativas à sua área de atuação; – elaborar relatórios, pareceres, atas, laudos e outros documentos relativos à sua área de atuação; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico.

Especialidade Engenheiro Mecânico – Planejar, orçar, elaborar, executar e acompanhar projetos de sistemas de climatização e especificação de equipamentos mecânicos e eletromecânicos a serem instalados nas edificações destinadas ao Tribunal de Justiça; – fiscalizar e vistoriar obras e serviços técnicos; – analisar, administrar e fiscalizar os contratos em seus aspectos técnicos, firmados pelo Tribunal de Justiça; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – realizar viagens a comarcas do interior do Estado para executar atividades relativas à sua área de atuação; – elaborar relatórios, pareceres, atas, laudos e outros documentos relativos à sua área de atuação; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico.

Especialidade Médico – realizar atividades relacionadas com o atendimento médico aos magistrados e servidores, para fins de admissão, avaliação, perícia, concessão de licenças e promoção da saúde; – supervisionar e fiscalizar o controle e a distribuição interna de medicamentos básicos; – realizar, quando necessário, perícias externas a magistrados e servidores em licença para tratamento de saúde; – planejar e executar programas da área de saúde, de forma preventiva e curativa; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – realizar viagens a comarcas do interior do Estado para executar atividades relativas à sua área de atuação; – elaborar laudos, relatórios, pareceres, atas e outros documentos relativos à sua área de atuação; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico.

Especialidade Psicólogo – pesquisar, planejar, elaborar, analisar, promover, atuar e acompanhar ações de integração, conciliação, mediação, lotação, acompanhamento, movimentação, formação, desenvolvimento e promoção da saúde; – atuar como instrutor em ações de desenvolvimento de pessoas; – subsidiar, quando necessário, as diversas áreas da Instituição nas ações pertinentes ao desenvolvimento de pessoas; – propor, acompanhar e supervisionar a realização de estudos psicológicos para subsidiar o ingresso, e vitaliciamento e a orientação quanto ao desenvolvimento de magistrados; – acompanhar e participar dos processos de reinserção, readaptação e desligamento profissional; – elaborar laudos, pareceres, relatórios e outros documentos técnicos, compatíveis com sua área de atuação, relacionados a processos judiciais; – realizar intervenções técnicas em audiências de conciliação e mediação e em outras situações processuais, quando determinado por autoridade judicial; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – realizar viagens a comarcas do interior do Estado para executar atividades relativas à sua área de atuação- elaborar relatórios, pareceres, atas e outros documentos relativos à sua área de atuação; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico. 

Especialidade Revisor Judiciário – realizar atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas à revisão e adequação linguística, ortográfica e gramatical de textos técnicos, administrativos, jurídicos e atos normativos; – substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico; – participar de comissões e grupos de trabalho; – elaborar relatórios, pareceres, atas e outros documentos relativos a sua área de atuação; – executar outras atividades afins identificadas pelo superior hierárquico. 

 

Curso Oficina de Redação TJMG 

Para ajudar na sua preparação, a professora Flávia Rita preparou o curso Oficina de Redação para o  concurso TJMG. 

Nas aulas, serão ministrados vários temas para você treinar e aprender a desenvolver redação.Além disso, o curso de redação para o TJMG tem correção detalhada, ou seja, você terá um feedback completo para conhecer as suas dificuldades e melhorar os seus pontos fracos.

QUERO COMPRAR O CURSO OFICINA DE REDAÇÃO TJMG, agora!

 

Ficou alguma dúvida? Então deixe o seu comentário e não se esqueça de compartilhar o conteúdo nas suas mídias sociais. Bons estudos e sucesso!

Deixe seu Comentário

Comentários

CONTINUE LENDO