/Perfil da Banca IADES – Como ela cobra português?


Perfil da Banca IADES – Como ela cobra português?

99

por: Equipe Flávia Rita

A Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES – é uma banca com perfil de cobrança semelhante às mais exigentes do mercado. Entretanto, muitas pessoas ainda não estão familiarizadas com ela, o que acaba por prejudicar a organização dos estudos e a separar as matérias mais relevantes. Aqui, iremos ver o perfil da IADES, com ênfase nas provas de língua portuguesa, de modo que você saia preparado para gabaritar qualquer questão que apareça em sua prova. Além disso, separamos e comentamos algumas questões para você entender na prática como a banca cobra os conteúdos favoritos.

Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES

A banca IADES possui mais de 10 anos de experiência na organização de certames públicos, com destaque, sobretudo, para as provas de concursos federais. Tradicionalmente, o Instituto atua na organização de concursos como o da Polícia Civil do Distrito Federal e os de universidades federais, notabilizando-se, no ano de 2019, pela avaliação dos candidatos à carreira diplomática.

Em termos gerais, as provas organizadas pela banca são consideradas difíceis, em comparação com as questões elaboradas pelo Cespe/Cebraspe ou FGV,

Características da Prova de Português da IADES

Com relação à cobrança de língua portuguesa, a IADES costuma trazer questões complexas de gramática normativa, com enunciados longos e textos acerca de temas atuais voltados às funções do cargo em disputa.

Conteúdos de Português mais relevantes para a IADES

Na prova de português, são mais comuns questões cobrando os seguintes conteúdos:

  • Reescrita de frases com análise da correção sintática dos novos termos empregados;
  • Carga semântica de conectores – preposições e conjunções;
  • Acentuação e ortografia;
  • Análise sintática do período simples e do período composto;
  • Pronomes e colocação pronominal.

Se você estiver iniciando seus estudos agora, não deixe de conferir o curso Português GOLD. Nele você irá rever todo o conteúdo de língua portuguesa. Veja uma aula gratuita para conhecer a metodologia 😊

Últimas questões de Português aplicadas pela IADES

(IADES. BRB. Analista de Tecnologia da Informação. 2019) Texto 4 para responder à questão.

Quanto à relação que se estabelece no período “O perigo mais aparente é de acreditar tanto nos simulacros que se acaba por torná-los por reais.” (linhas de 13 a 15), a qual permite a compreensão das ideias do autor acerca do mundo virtual e do respectivo perigo, assinale a alternativa correta.

  • a) Acreditar nos simulacros é consequência de torná-los reais.
  • b) Tornar os simulacros reais é consequência de acreditar muito neles.
  • c) Acreditar nos simulacros é a explicação para torná-los reais.
  • d) Tornar os simulacros reais é causa de acreditar muito no mundo virtual.
  • e) Tornar os simulacros reais é a finalidade de acreditar muito nas imagens de síntese. 
Gabarito: Letra B.

Comentário: O trecho “O perigo mais aparente é de acreditar tanto nos simulacros que se acaba por torna-los por reais” apresenta uma relação consecutiva entre as orações, no sentido de que, por tanto acreditar neles, os simulacros se tornam reais. Com isso, a letra A inverte as relações de consequência, ao afirmar que a crença é a consequência da realidade dos simulacros. A letra B apresenta interpretação correta, motivo que a torna o gabarito da questão. A letra C não exprime o sentido original, já que não se percebe relação explicativa no trecho. A letra D contraria o texto, pois tornar reais os simulacros não decorre da crença no mundo virtual, mas, sim, nos próprios simulacros. A letra E não corresponde ao trecho, pois não há relação de finalidade.

(IADES. BRB. Analista de Tecnologia da Informação. 2019) Textos 1 e 2 para responder à questão.

Considerando as estruturas que constituem o Texto 2, assinale a alternativa correta.

  • a) A redação Chegou a hora de abrir sua conta digital!poderia substituir a original na linha 1, pois o texto não sofreria alteração de sentido.
  • b) O paralelismo sintático seria preservado caso o período “Baixe o App BRB Conta, realize o seu cadastro e pronto!” (linhas 2 e 3) fosse substituído pela redação Basta fazer duas coisas: baixar o App BRB Conta, a realização do seu cadastro e pronto!.
  • c) A informação contida no trecho “dos seus comprovantes de renda e de residência” (linhas 4 e 5) também poderia ser expressa pela construção do seu comprovante de renda e residência.
  • d) A substituição da forma “precisará” (linha 4) pela construção vai precisar, amplamente observada no português contemporâneo falado no Brasil, preservaria a referência a uma ação futura tida como certa.
  • e) Os períodos “Assim que sua conta for aprovada, você já poderá aproveitar todas as vantagens de ser cliente BRB.” (linhas 6 e 7) e Você já poderá aproveitar todas as vantagens de ser cliente BRB, quando a sua conta for aprovada. veiculam, com a mesma precisão, uma relação de tempo entre as orações.
Gabarito: Letra D.

Comentário: A letra A, ao propor suprimir o advérbio de modo “maneira”, altera o sentido original, já que o substantivo conta passa a ser qualificada como digital, e não mais sua forma de abertura. A letra B não apresenta proposta de substituição que mantenha o paralelismo original. A letra C altera o sentido ao afirmar que “dos seus comprovantes de renda e residência” poderia ser expresso pela frase “do seu comprovante de renda e residência”, já que, no primeiro, há uma oração individualiza que separa os dois documentos e, no segundo, uma oração em que um único documento serviria, ao mesmo tempo, como comprovante de residência e como comprovante de renda. A letra D é o gabarito da questão, pois apresenta proposta de substituição conforme as regras da norma-padrão, sem alteração de sentido. A letra E está errada, pois a locução “assim que” exprime ideia de tempo pré-determinado, ao passo que “quando” reflete uma indeterminação temporal.

 (IADES. BRB. Ecrituário. 2019)

Em relação aos aspectos semânticos e gramaticais do texto, assinale a alternativa correta.

  • a) O trecho “… as peças através da pancada de um objeto …”(linhas 17 e 18) pode ser reescrito, mantendo a correção gramatical, da seguinte forma:“… as peças através de a pancada de um objeto …”
  • b) O trecho entre as linhas 1 e 2 “… o homem primitivo procurava defender-se …”poderia ser reescrito, sem alterar o sentido ou prejudicar as regras gramaticais, da seguinte forma: “…o homem primitivo procurava se defender…”.
  • c) A expressão “a espécie humana” (linha 5) exerce função sintática de objeto indireto da forma verbal “passou” (linha 5).
  • d) O pronome “onde” (linha 20) deveria ser substituído pela expressão “aonde”, para manter a correção gramatical.
  • e) A preposição deem “alimentando-se de frutos silvestres”(linha 3) poderia ser substituída pela preposição em, sem alterar o sentido do texto.
Gabarito: Letra B.

Comentário: A letra A apresenta erro ao propor a separação da forma “da” para “de a”, uma vez a contração é obrigatória. A letra B está correta, pois a colocação pronominal em verbos no infinitivo é facultativa, de modo que tanto a ênclise quanto a próclise respeitam as normas gramaticais. A letra C erra ao considerar a expressão “a espécie humana” como objeto indireto, uma vez que atua como sujeito do verbo. A letra D está errada, pois “aonde” somente pode ser utilizado quando houver a ideia de movimento. A letra E propõe alteração que levaria a mudança de sentido.

(IADES. CRN 3ª Região. Assistente Administrativo. 2019)

Texto 3

Com base nas relações morfossintáticas do texto, assinale a alternativa correta.

  • a) A oração “e é integrado, atualmente, por dez Conselhos Regionais de Nutricionistas (CRN)” (linhas 2 e 3) completa o sentido de um termo presente na oração anterior, por isso ocorre entre elas uma relação de subordinação.
  • b) O pronome “que” (linha 3) poderia, conforme as regras de concordância, ser substituído pela expressão as quais.
  • c) O termo “os diversos estados brasileiros” (linha 4) funciona como complemento do verbo “representam” (linha 4).
  • d) De acordo com as regras de colocação pronominal, seria correto substituir o trecho “O Sistema se mantém” (linhas 4 e 5) pela redação Se mantém o Sistema.
  • e) O uso da vírgula estaria correto caso o autor resolvesse reescrever o último período do texto da seguinte maneira:20% do montante, de recursos arrecadados em todos os dez regionais, são destinados ao CFN.
Gabarito: Letra C.

Comentário: A letra A está errada porque não há relação de subordinação entre as orações abordadas. A letra B apresenta erro de concordância, pois o pronome relativo retoma termo masculino – Conselhos Regionais –, de maneira que o especificador deveria ser “os”. A letra C é o gabarito da questão, uma vez o termo “diversos estados brasileiros” atua como complemento verbal. A letra D está errada por ser proibida a próclise no início de frase. A letra contraria as regras da norma culta, pois a vírgula foi empregada para se separar o adjunto adnominal de seu nome.

(IADES. ALGO. Revisor Ortográfico. 2019)

Em relação à sintaxe de orações do texto, assinale a alternativa correta.

  • a) Na linha 1, observa-se um exemplo de aposto declarativo.
  • b) Em “vi-os depois em tanta cópia” (linhas 5 e 6), tem-se um caso de próclise.
  • c) No período “fulgiam os primeiros raios daquele grande engenho” (linhas 4 e 5), o predicado é verbo-nominal.
  • d) No trecho “creio ainda agora que não lhedisse nada” (linhas 15 e 16), o termo sublinhado consiste no objeto indireto dessa oração.
  • e) A forma verbal da oração “Mas o mistério e a realidade impunham-se” (linha 21 e 22) é transitiva direta.
 Gabarito: Letra D.

Comentário: Na linha 1, ao contrário do que afirma a letra A, vê-se um vocativo. Na letra B, observa-se um caso de ênclise, pois o pronome oblíquo encontra-se posposto ao verbo. A letra C apresenta apenas um predicado verbal. A letra D está correta, pois o pronome oblíquo “lhe”, por substituir termo preposicionado, atua, normalmente, como objeto indireto. A letra E traz caso de verbo intransitivo.

(IADES. CAU/AC. Analista de Fiscalização. 2019)

Texto 3 para responder à questão. 

Disponível em:<tracodoarquiteto.blogspot.com>. Acesso em: 12 dez. 2018.

Quanto à classificação gramatical do termo “você”, assinale a alternativa correta.

  • a) Preposição acidental
  • b) Pronome de tratamento
  • c) Conjunção integrante
  • d) Interjeição
  • e) Substantivo abstrato
Gabarito: Letra B.

Comentário: A palavra “você” classifica-se como um pronome de tratamento. Assim, correta a letra B.

(IADES. CAU/AC. Analista de Fiscalização. 2019)

Na linha 6, o vocábulo “portanto” corresponde a uma conjunção coordenativa

  • a) explicativa
  • b) alternativa
  • c) aditiva
  • d) conclusiva
  • e) adversativa
Gabarito: Letra D.

Comentário: A palavra “portanto” é classificada como uma conjunção coordenativa conclusiva. Assim, correta a letra D.

(IADES. SEASTER/PA. Enfermeiro. 2019)

Texto 3

Do ponto de vista das relações sintáticas estabelecidas no texto, assinale a alternativa correta.

  • a) O termo “Vinte e oito de junho” (linha 1), que funciona como sujeito da oração, passaria a ser aposto explicativo caso o emissor optasse pela seguinte redação: O Dia do Orgulho LGBTI é 28 de junho.
  • b) As formas verbais “estavam” (linha 5), “reagiram” (linha 7) e “eram” (linha 7) referem-se a um mesmo termo, que desempenha a função de sujeito.
  • c) Nas linhas 9 e 10 respectivamente, os termos “preconceito” e “luta” funcionam como complementos da forma verbal “repudia”.
  • d) A função sintática de cada um dos termos sublinhados na oração “A Seasterrepudia qualquer forma de preconceito” (linha 9) seria mantida caso o emissor optasse por empregar, no lugar da original, a redação Qualquer forma de preconceito é repudiada pela Seaster.
  • e) Nas linhas 11 e 12, O trecho “a discriminação, o estigma e a violência” apresenta uma sequência de termos que desempenham a mesma função.
Gabarito: Letra E.

Comentário: A letra A apresenta proposta de alteração incorreta, pois o termo “vinte e oito de junho” passaria, na nova oração, a atuar como predicativo do sujeito. A letra B está errada, pois o verbo “eram” refere-se a “batidas policiais”, ao passo que os demais têm como sujeito “as pessoas”. A letra C erra ao considerar o verbo “luta” como complemento de “repudia”, uma vez que é, na verdade, verbo de nova oração.  A letra D apresenta uma passagem da voz ativa para a voz passiva, de modo que o objeto direto “qualquer forma de preconceito” passará à posição de sujeito paciente e o sujeito original “Seaster”, à função de agente da passiva. A letra E está correta, sendo o gabarito da questão.

(IADES. SEASTER/PA. Enfermeiro. 2019)

Texto 3

No que tange à relação de sinonímia e antonímia de palavras do texto, assinale a alternativa correta.

  • a) Na linha 11, a palavra “discriminação” poderia ser substituída por descriminação, pois ambas pertencem ao mesmo campo semântico.
  • b) Em “A Seaster repudiaqualquer forma de preconceito” (linha 9), substitui-se corretamente a forma verbal sublinhada por condena, visto serem vocábulos sinônimos.
  • c) Na linha 8, a substituição de “constantemente” por reiteradamentealteraria o sentido original do período no qual esse vocábulo se encontra inserido.
  • d) Na oração “que marca um episódio” (linhas 3 e 4), a forma verbal “marca” foi empregada no sentido de acarretar.
  • e) Na linha 3, o vocábulo “celebrada” foi erroneamente empregado, pois ele significa festejar, e o texto relata um caso de confronto.
Gabarito: Letra B.

Comentário: A letra A erra ao considerar semelhante campo semântico, pois o verbo “descriminar” equivale a “retirar a culpa de”, “deixar de considerar crime”; já “discriminar” significa “perceber as diferenças”, “distinguir”, “discernir”. A letra B está correta, uma vez que “repudiar” se encontra no mesmo campo semântico de “condenar”, de modo que a substituição é possível. A letra C está errada porque as palavras “constantemente” e “reiteradamente” serão empregadas como sinônimos, não alterando o sentido da oração. A letra D erra ao considerar o sentido de acarretar, já que a palavra “marca” possui o sentido de “indicar”. A letra E está incorreta, pois o termo “celebrada” foi corretamente empregado com sentido de “fazer uma solenidade”.

(IADES. SEASTER/PA. Enfermeiro. 2019)

Texto 2

Com base na norma-padrão e nas questões gramaticais referentes ao texto, assinale a alternativa correta.

  • a) A forma verbal sublinhada no trecho “No Pará funcionamquatro unidades” (linha 5) poderia, de acordo com as regras de concordância, ser substituída por qualquer uma das seguintes formas: existeou .
  • b) A redação Além dos filhos de até 14 anos de idade, as mulheres podem convidar a parentes do sexo feminino às quais também estejam ameaçadas. está correta do ponto de vista da regência verbal, portanto poderia substituir o período “Além dos filhos de até 14 anos de idade, as mulheres podem levar parentes do sexo feminino que também estejam ameaçadas.” (linhas de 13 a 15).
  • c) A oração “A localização não é identificada” (linha 6) poderia ser substituída pela seguinte redação: Não identifica-se a localização, pois a colocação do pronome see a concordância da forma verbal identificaestão corretas.
  • d) Caso a autora resolvesse substituir a forma verbal sublinhada na oração “que garantemsua integridade” (linha 12) pela construção dão garantia, o emprego do sinal indicativo de crase diante do termo “sua integridade” seria obrigatório.
  • e) O uso do sinal indicativo de crase é obrigatório no trecho “vinculado à Secretaria Estadual de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster)” (linhas de 1 a 3) e também o seria na oração “para garantir a segurança das mulheres que passam pelo local” (linhas 6 e 7) caso a autora substituísse o termo “das mulheres” pela construção as mulheres.
Gabarito: Letra E.

Comentário: A letra A erra ao propor a substituição do verbo “funcionar” por “haver” ou “existir”, pois, além de promover alteração de sentido, os verbos existenciais não são flexionados de forma semelhante. A letra B está errada na concordância verbal, uma vez que o adjetivo “ameaçadas” deveria concordar com o sujeito “parentes”, sendo, por isso, flexionado no plural masculino. A letra C apresenta erro na colocação pronominal, já que a partícula negativa “não” exerce atração sobre o pronome, obrigando a colocação proclítica. A letra D está errada ao afirmar a obrigatoriedade da crase, pois, antes de pronomes possessivos femininos, o sinal é facultativo. A letra E está correta ao apresentar trechos que, pela regência verbal, exigirão a preposição “a” e, consequentemente, a marcação da crase.

(IADES. SEASTER/PA. Técnico de Enfermagem. 2019)

Em relação à classe e ao emprego de palavras no texto, na oração “A abordagem social constitui-se em um processo de trabalho planejado de aproximação” (linhas 1 e 2), os vocábulos sublinhados classificam-se, respectivamente, em

  • a) preposição, pronome, artigo, adjetivo e substantivo.
  • b) pronome, preposição, artigo, substantivo e adjetivo.
  • c) conjunção, preposição, numeral, substantivo e pronome.
  • d) pronome, conjunção, artigo, adjetivo e adjetivo.
  • e) conjunção, conjunção, numeral, substantivo e advérbio.
Gabarito: Letra B.

Comentário: Os vocábulos “se”, “em”, “um”, “trabalho” e “planejado” classificam-se, respectivamente, como pronome, preposição, artigo indefinido, substantivo e adjetivo. Desse modo, correta a letra B, sendo o gabarito da questão.

(IADES. CRF/TO. Analista de TI. 2019)

Quanto à norma-padrão da língua portuguesa, assinale a alternativa correta.

  • a) No trecho “Em 12 de novembro de 2018, no município” (linha 4), a vírgula empregada é opcional, pois o adjunto adverbial deslocado é curto.
  • b) Caso o título do texto fosse reescrito para refletir a ação de fiscalização realizada pelo CRF-TO, a redação Fiscalização do CRF-TO dá continuidade às ações realizadas no estadoestaria correta com relação ao emprego do sinal indicativo de crase.
  • c) Em “além de não possuir comprovação fiscal de vendas” (linhas 10 e 11), caso o autor substituísse o substantivo sublinhado por comprovantes, o trecho manteria a respectiva correção gramatical, pois a concordância é realizada com o termo “de vendas”, já no plural.
  • d) No trecho “O estabelecimento não possuía alvará sanitário, Autorização Especial de Funcionamento (AFE) nem farmacêutico,expondopara venda medicamentos vencidos” (linhas de 7 a 9), caso o verbo sublinhado fosse substituído por oferecendo, seriam necessárias adaptações, pois o novo verbo não aceitaria a regência do trecho original.
  • e) O termo “com” poderia ser suprimido no trecho “em parceria com as vigilâncias sanitárias” (linhas 1 e 2), e a redação correta, considerando a regência nominal, seria em parceria a.
Gabarito: Letra B.

Comentário: A letra A incorre em erro ao considerar facultativa a vírgula, pois trata-se de um caso de um adjunto adverbial deslocado, anteposto ao sujeito. A letra B está correta, sendo o gabarito da questão, uma vez que o sinal de crase respeitou as regras de regência verbal. A letra C erra ao considerar a concordância com o termo “de vendas”, quando, na verdade, faz-se com a palavra “comprovação”. A letra D está errada, pois a modificação das formas verbais não necessitará de adaptações, pois a regência é semelhante. A letra E está incorreta, pois “parceria” exige a preposição “com”.


Depois de ler o texto e treinar com as questões, ficou mais claro como é o perfil da IADES? Está se sentindo mais confiante para fazer uma prova? Então nos conte nos comentários sua opinião! Caso tenha algum conteúdo que gostaria de ler por aqui, você poder nos pedir também na seção de comentários!

Deixe seu Comentário

Comentários