fbpx
Revisão português para concurso: principais erros da reforma ortográfica que você comete

Revisão português para concurso: principais erros da reforma ortográfica que você comete

Equipe Flávia Rita

A reforma ortográfica é um assunto que confunde muitas pessoas e um erro na prova pode ser fatal. Por isso, nesse post, você vai aprender os erros mais comuns e fazer uma revisão. Vamos?

A reforma ortográfica é um dos itens que mais despencam nas provas de português para concurso. Assim, esse é um assunto que deve fazer parte da sua rotina de revisão. Entre as mudanças mais significativas estão a acentuação das palavras e também o uso do hífen. Animadíssimo para fazer uma revisão geral do conteúdo?

Revisão Português para concurso: acentuação

Você sabia que palavras como jiboia, colmeia ou ideia perderam o acento? Assim, isso ainda confunde muitos estudantes, principalmente ao resolver exercícios. Para você não errar mais, anote:

  • Palavras que têm ditongo aberto na penúltima sílaba perderam o acento. Assim:

-Antes da reforma: jibóia, colméia e idéia

-Após a reforma: jiboia, colmeia e ideia.

IMPORTANTE: além disso, não são mais acentuados “i” e “u” tônico nas palavras paroxítonas. Dessa forma, baiuca e feiura não são mais acentuadas.

Acento circunflexo e diferencial

Outro erro muito comum, por isso, presta muita atenção. Combinado?

Palavras que contam com duas vogais juntas e estão em sílabas distintas não são mais acentuadas. Ou seja, não acentuam voo, creem, deem, entre outras. Entendeu?

Além disso, de acordo com a reforma ortográfica, palavras que têm a mesma grafia e pronúncia, mas significados diferentes, também não recebem mais acento. Anote:

-Antes da reforma: pára , pêlo ( recebiam acento).

-Após a reforma: para, pelo.

IMPORTANTE: mantiveram-se o acento circunflexo na palavra pôr (colocar) e também na forma pôde ( passado no verbo poder).

Muito cuidado para não errar isso na sua prova, viu?

Revisão Português para concurso: uso do hífen

Está cansado? Então, descanse um pouco. Aproveite para beber um café ou um pouco de água. Lembre-se de dar um intervalo durante os seus estudos, pois a sua mente precisa de um descanso para assimilar os conhecimentos. De acordo com a reforma, compostos que perderam a noção de composição não recebem hífen:

  • Antes da reforma: manda-chuva, pára-quedas
  • Após a reforma: paraquedas, mandachuva

Também quando o prefixo de uma palavra termina em vogal e o outro elemento começa por “r” ou “s” as consoantes dobram e o hífen desaparece:

  • Autorretrato, autossuficiente

ATENÇÃO: em prefixos “hiper”, “inter” e “super” o hífen é mantido:

  • super-resistente, inter-racial

Além disso, quando o prefixo de uma palavra termina em vogal e o seu segundo elemento se inicia com uma vogal diferente, o hífen não permanece. Observe:

Antes da reforma: auto- análise, auto-adesivo.

Após a reforma: autoanálise, autoadesivo.

Importante: quando o prefixo termina em vogal e a próxima palavra começa com a mesma vogal, usa-se o hífen. ( este assunto DESPENCA EM PROVA).

  • Micro-ondas, anti-inflamatório.

Hífen: tópicos importantes

Nesse tópico, vamos explorar mais algumas regras importantes sobre o uso do Hífen. Vamos lá?

Assim, quando um prefixo termina com uma consoante igual a do próximo elemento, o hífen permanece. Como assim? Observe:

  • Inter-racial, super-romântico

Além disso, o hífen também permanece quando o prefixo termina em “m” ou “n” e se une a vogais ou também as consoantes: “h”, “m” ou “n”. Veja:

  • Pan-americano, circum-navegação

Um outro ponto importante da nossa revisão português para concurso, é que sinal do hífen permanece obrigatório em alguns prefixos como, por exemplo, ex, sota, soto, vice, além, recém e aquém. Observe:

  • aquém-mar, vice-rei.

Também o hífen permanece nos prefixos “pré”, “pós” e “pró”. Confira:

  • pré-nupcial, pré-escolar.

Revisão português para concurso: outras regras IMPORTANTES sobre o hífen

Assim, segundo as regras da reforma ortográfica o hífen permanece quando o prefixo termina em vogal, “r” ou “b” e o próximo elemento começa com “h”:

Veja:

  • sub-humano, super-homem

Além disso, quando o sufixo é de origem tupi o hífen é usado. Exemplo:

  • capim-açu

Como não erra mais?

Nesse post, abordamos alguns itens da reforma mais cobrados nas provas de concursos públicos. Assim, para você não errar mais e manter o conteúdo na sua memória:

  • Estude a reforma ortográfica e analise as principais diferenças.
  • Faça questões, principalmente, da banca organizadora do seu certame. Assim, saberá a forma de cobrança e os itens mais recorrentes.
  • Revise as questões que errar e tente entender o porquê você errou.
  • Tenha determinação e confie no seu potencial

Por isso, que tal otimizar a sua preparação e aprender português para concursos de uma vez?

Português para concurso: invista em um curso específico

Já pensou em resolver uma prova de português com segurança? Assim, a professora Flávia Rita Coutinho Sarmento, referência em português e redação, criou o curso Português Total. Completo, oferece tudo que você precisa para aprender a disciplina de uma vez. Assim, é ideal para:

  • Quem está começando a estudar e precisa aprender desde o início
  • Já tem base, mas precisa revisar os principais detalhes
  • Quer gabaritar a prova de português
  • Precisa aumentar a nota no simulado

Além disso, o curso é estratégico, ou seja, foi elaborado de acordo com as cobranças das bancas organizadoras e as aulas são em linguagens didáticas e de fácil acesso. Assim, você conta também com materiais em PDF para dar suporte e otimizar ainda mais os seus estudos. Que tal assistir a aula GRATUITA do curso e aproveitar para fazer uma revisão? Então, clique aqui!

O conteúdo te ajudou? Então, aproveita para compartilhar nas suas mídias sociais. Bons estudos e muito sucesso!

 

Deixe seu Comentário

Comentários

CONTINUE LENDO