/TRF 4ª Região – Edital publicado!


TRF 4ª Região – Edital publicado!

294

por: Equipe Flávia Rita

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região publicou ontem, dia 30/052019, o edital do próximo concurso! No documento, são contemplados os cargos de Técnico Administrativo e de Analista Judiciário! Nesse texto, você irá ver tudo sobre o concurso, como número de vagas, cargos, carreira, remunerações, data da prova e muito mais! Vamos lá?

PRINCIPAIS INFORMAÇÕES

BANCA

O concurso será organizado pela Fundação Carlos Chagas – FCC.

INSCRIÇÕES

As inscrições deverão ser feitas, exclusivamente, via internet, no período de 10h do dia 03/06/2019 às 14h do dia 26/06/2019 (horário de Brasília). Para efetuar sua inscrição, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br .

– Ensino Superior Completo: R$ 71,00 (setenta e um reais) – para todos os cargos de Analista Judiciário

– Ensino Médio Completo: R$ 61,00 (sessenta e um reais) – para todos os cargos de Técnico Judiciário.

REMUNERAÇÕES

As remunerações variam de acordo com o cargo. Para os cargos de Analista Judiciário, em que é exigida escolaridade de nível superior, a remuneração inicial é de R$ 12.455,30 (doze mil, quatrocentos e cinquenta e cinco reais e trinta centavos). Para os cargos de Técnico Judiciário, no qual é necessário apenas o nível médio, a remuneração se inicia em R$ 7.591,37 (sete mil quinhentos e noventa e um reais e trinta e sete centavos).

DOS CARGOS/ÁREAS/ESPECIALIDADES

CARGO DE ANALISTA JUDICIÁRIO

Área Especialidade Escolaridade/Pré-Requisitos
Judiciária Diploma ou Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Direito, fornecido por instituição de nível superior, reconhecido pelo MEC – Ministério da Educação.
Judiciária Oficial de Justiça Avaliador Federal Diploma ou Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Direito, fornecido por instituição de nível superior, reconhecido pelo MEC – Ministério da Educação.
Apoio Especializado Sistemas de Tecnologia da Informação Diploma ou Certificado devidamente registrado, de conclusão de curso superior completo, em qualquer área, acompanhado de especialização na área de Tecnologia da Informação, com carga horária mínima de 360 horas, ambos em Instituições de Ensino reconhecidas pelo MEC – Ministério da Educação, ou Curso Superior na área de Tecnologia da Informação devidamente reconhecido.
Apoio Especializado Infraestrutura em Tecnologia da Informação Diploma ou Certificado devidamente registrado, de conclusão de curso superior completo, em qualquer área, acompanhado de especialização na área de Tecnologia da Informação, com carga horária mínima de 360 horas, ambos em Instituições de Ensino reconhecidas pelo MEC – Ministério da Educação, ou Curso Superior na área de Tecnologia da Informação devidamente reconhecido.

 

CARGO DE TÉCNICO JUDICIÁRIO

Área Especialidade Escolaridade/Pré-Requisitos
Administrativa Comprovante de conclusão de Ensino Médio ou equivalente, devidamente reconhecido por Órgão competente para tal.
Administrativa Segurança e Transporte Comprovante de conclusão de Ensino Médio ou equivalente, devidamente reconhecido por Órgão competente para tal e carteira nacional de habilitação, no mínimo, categoria “D”.
Apoio Especializado Tecnologia da Informação Comprovante de conclusão de Ensino Médio ou equivalente, devidamente reconhecido por Órgão competente para tal.

Curso para TRF4 - FCC

Conheça nossos cursos direcionados para ao concurso do TRF 4ª região!


DAS PROVAS

O concurso avaliará os candidatos em provas objetivas e discursivas. A matéria de língua portuguesa será responsável, a depender do cargo, por 10 e 16 das 50 questões objetivas. Além disso, o domínio da disciplina será avaliado na prova discursiva, tanto na redação quanto no estudo de caso. As provas objetivas de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos terão caráter habilitatório e classificatório e serão avaliadas, cada uma, na escala de 0 (zero) a 10 (dez).

As notas das Provas Objetivas corresponderão à média aritmética ponderada das notas obtidas em cada prova – de conhecimentos gerais e específicos -, na escala de 0 (zero) a 10 (dez), havendo diferença de peso para as questões. O candidato que obtiver, simultaneamente, no mínimo, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Gerais e, no mínimo, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Específicos será considerado habilitado.

  1. peso 1 (um) à nota da Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais;
  2. peso 2 (dois) à nota da Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos.

Apenas os candidatos que obtiverem média aritmética ponderada igual ou superior a 6 (seis) serão considerados habilitados e classificados, em ordem decrescente das médias.

COD.

CARGO/ÁREA/

ESPECIALIDADE

PROVAS Nº DE QUESTÕES PESO CARÁTER

DURAÇÃO DAS PROVAS

1 Analista Judiciário/

Área Judiciária

Conhecimentos Gerais

-Português (16)

-Raciocínio Lógico-Matemático (04)

Conhecimentos Específicos

20

 

 

30

1

 

 

2

Habilitatório e Classificatório 4h30
Estudo de Caso 2 1
2 Analista Judiciário/Área Judiciária/Especialidade

Oficial de Justiça Avaliador Federal

Conhecimentos Gerais

-Português (16)

-Raciocínio Lógico-Matemático (04)

Conhecimentos Específicos

20

 

 

 

30

1

 

 

 

2

Habilitatório e Classificatório 4h30
Estudo de Caso 2 1
3 Analista Judiciário/Área Apoio Especializado/Especialidade

Infraestrutura em Tecnologia da Informação

Conhecimentos Gerais

-Português (10)

-Raciocínio Lógico-Matemático (05)

-Noções de Direito (05)

Conhecimentos Específicos

20

 

 

 

30

1

 

 

 

2

Habilitatório e Classificatório 4h30
Estudo de Caso 2 1
4 Analista Judiciário/Área Apoio Especializado/Especialidade

Sistemas de Tecnologia da Informação

Conhecimentos Gerais

-Português (10)

-Raciocínio Lógico-Matemático (05)

-Noções de Direito (05)

Conhecimentos Específicos

20

 

 

30

1

 

 

2

Habilitatório e Classificatório 4h30
Estudo de Caso 2 1
5 Técnico Judiciário/

Área Administrativa

Conhecimentos Gerais

-Português (14)

-Raciocínio Lógico-Matemático (06)

Conhecimentos Específicos

20

 

 

30

1

 

 

2

Habilitatório e Classificatório 4h30
Redação 1 1
6 Técnico Judiciário/Área Apoio Especializado/Especialidade Tecnologia da Informação Conhecimentos Gerais

-Português (10)

-Raciocínio Lógico-Matemático (05)

-Noções de Direito (05)

Conhecimentos Específicos

20

 

 

 

30

1

 

 

 

2

Habilitatório e Classificatório 4h30
Estudo de Caso 2 1
7 Técnico Judiciário/Área Administrativa/Especialidade Segurança e Transporte Conhecimentos Gerais

-Português (10)

-Raciocínio Lógico-Matemático (05)

-Noções de Direito (05)

Conhecimentos Específicos

20

 

 

 

30

1

 

 

 

2

Habilitatório e Classificatório 4h30
Estudo de Caso 2 1
Prova de Capacidade Física Habilitatório

 

DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS

LUGAR DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS

As provas objetivas e as discursivas – Estudo de Caso e Redação – serão realizadas simultaneamente, nas seguintes cidades: no estado do Rio Grande do Sul, em Canoas, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana; no estado de Santa Catarina, em Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Joinville e Lages; e no estado do Paraná, em Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Londrina e Umuarama, conforme Opção de Cidade de Realização das Provas.

DATA DA APLICAÇÃO DAS PROVAS

As provas serão, seguindo previão aplicadas no dia 04/08/2019, no:

  • MANHÃ – cargos de Técnico Judiciário – todas as Áreas/Especialidades;
  • TARDE – cargos de Analista Judiciário – todas as Áreas/Especialidades.

DA PROVA DE ESTUDO DE CASO

A Prova Estudo de Caso será aplicada para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário no mesmo dia e horário das Provas Objetivas de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos. A análise de caso constará de 02 (duas) questões práticas, para as quais o candidato deverá apresentar, por escrito, as soluções técnicamente adequadas. Os temas versarão sobre conteúdos pertinentes aos conhecimentos específicos cobrados:

COD.

Cargos/Áreas/Especialidades

Estudo de Caso – Questão 1

Estudo de Caso – Questão 2

1 Analista Judiciário/Área Judiciária Direito Previdenciário Direito Administrativo
2 Analista Judiciário/Área Judiciária/Especialidade

Oficial de Justiça Avaliador Federal

Direito Processual Civil Direito Processual Penal
3 Analista Judiciário/Área Apoio Especializado/Especialidade

Infraestrutura em Tecnologia da Informação

Segurança da Informação Redes de Computadores
4 Analista Judiciário/Área Apoio Especializado/Especialidade

Sistemas de Tecnologia da Informação

Segurança da Informação Programação PHP
6 Técnico Judiciário/ Área Apoio Especializado/Especialidade

Tecnologia da Informação

Organização e Arquitetura de Computadores Linguagem HTML5
7 Técnico Judiciário/Área Administrativa/Especialidade

Segurança e Transporte

Segurança de Dignitários Gerenciamento de crises

A Prova Estudo de Caso terá caráter eliminatório e classificatório, sendo cada uma das questões avaliadas na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos. Considerar-se-á habilitado o candidato que tiver obtido, no conjunto das duas questões, média igual ou superior a 5 (cinco). Será atribuída nota ZERO ao candidato que, no estudo de caso:

  1. fugir ao tema proposto;
  2. apresentar textos sob forma não articulada verbalmente (apenas com desenhos, números e palavras soltas ou em versos) ou qualquer fragmento de texto escrito fora do local apropriado;
  3. for assinada fora do local apropriado;
  4. apresentar qualquer sinal que, de alguma forma, possibilite a identificação do candidato;
  5. deixar a questão em branco;
  6. apresentar letra ilegível e/ou incompreensível;
  7. não atender aos requisitos definidos na grade de correção/máscara de critérios definidos pela Banca Examinadora.

Na Prova Estudo de Caso, o candidato deverá observar o limite máximo de 20 (vinte) linhas, sob pena de ser penalizado na nota final.

DA PROVA DISCURSIVA – REDAÇÃO PARA O CARGO DE TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA ADMINISTRATIVA

A Prova Discursiva – Redação para o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa – será aplicada para todos os candidatos no mesmo dia e horário das Provas Objetivas de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos. Na redação, o candidato deverá desenvolver um texto dissertativo-argumentativo a partir da proposta apresentada. O assunto da proposta não necessitará estar atrelado ao Conteúdo Programático de Conhecimentos Específicos referido no Edital.

O texto dissertativa será analisado como uma unidade, de maneira que os itens discriminados abaixo serão avaliados em estreita correlação. Não haverá proporcionalidade na atribuição dos pontos para cada um dos itens:

  • Conteúdo – até 5 (cinco) pontos:
  1. fundamentação e adequação dos argumentos ao tema proposto;
  2. de análise e senso crítico;
  3. e coerência na seleção de argumentos em defesa de ponto de vista relacionado ao tema;

OBS: A nota será prejudicada, proporcionalmente, caso ocorra abordagem tangencial, parcial ou diluída em meio a divagações e/ou colagem de textos e de questões apresentados na prova.

  • Estrutura – até 4 (quatro) pontos:
  1. respeito ao gênero solicitado;
  2. textual e encadeamento de ideias;
  3. de frases e parágrafos (coesão textual).
  • Expressão – até 1 (um) ponto:

A avaliação da expressão não será feita de modo estanque ou mecânico, mas sim de acordo com sua estreita correlação com o conteúdo e a estrutura, considerando-se:

  1. linguístico de acordo com o nível de conhecimento exigido para o Cargo/Área/Especialidade; adequação do nível de linguagem adotado à produção proposta e coerência no uso;
  2. da norma culta formal, com atenção aos seguintes itens: estrutura sintática de orações e períodos; propriedade vocabular; concordância verbal e nominal; pontuação; regência verbal e nominal; emprego de pronomes; flexão verbal e nominal; uso de tempos e modos verbais; grafia e acentuação.

Será atribuída nota ZERO à Prova Discursiva – Redação que:

  1. à modalidade de texto solicitada e/ou ao tema proposto;
  2. atender aos critérios dispostos nos quesitos 11.4.1 – Conteúdo, 11.4.2 – Estrutura e 11.4.3 – Expressão.
  3. texto sob forma não articulada verbalmente (apenas com desenhos, números e palavras soltas ou em versos) ou qualquer fragmento de texto escrito fora do local apropriado;
  4. assinada fora do local apropriado;
  5. qualquer sinal que, de alguma forma, possibilite a identificação do candidato;
  6. em branco;
  7. letra ilegível e/ou incompreensível;
  8. atender aos requisitos definidos na grade correção/máscara de critérios pela Banca Examinadora.

Deverão ser observados os limites mínimo de 20 (vinte) linhas e máximo de 30 (trinta) linhas, sob pena de perda de pontos a serem atribuídos à Redação. A prova dissertativa terá caráter eliminatório e classificatório e será avaliada na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos, de modo que será habilitado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 5 (cinco) pontos.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

ATENÇÃO! Considerar-se-á a legislação vigente, incluindo legislações complementares, súmulas, jurisprudências e/ou orientações jurisprudenciais (OJ), até a data da publicação do Edital.

CARGO DE ANALISTA JUDICIÁRIO

CONHECIMENTOS GERAIS somente para os cargos de ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA JUDICIÁRIA – sem especialidade (1) e ANALISTA JUDICIÁRIO – Área Judiciária – OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL

PORTUGUÊS: Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Ortografia e acentuação. Articulação do texto: coesão e coerência. Classes de palavras. Sintaxe. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação. Discurso direto e indireto. Tempos, modos e vozes verbais. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da Crase. Pontuação. Equivalência e transformação de estruturas. Redação.

RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO: Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.


CONHECIMENTOS GERAIS somente para os cargos de ANALISTA JUDICIÁRIO – Área Apoio Especializado – Especialidade INFRAESTRUTURA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (3) ANALISTA JUDICIÁRIO – Área Apoio Especializado – Especialidade SISTEMAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PORTUGUÊS: Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Ortografia e acentuação. Articulação do texto: coesão e coerência. Classes de palavras. Sintaxe. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação. Discurso direto e indireto. Tempos, modos e vozes verbais. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da Crase. Pontuação. Equivalência e transformação de estruturas. Redação.

RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO: Números inteiros e racionais: operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação); expressões numéricas; múltiplos e divisores de números naturais; problemas. Frações e operações com frações. Números e grandezas proporcionais: razões e proporções; divisão em partes proporcionais; regra de três; porcentagem e problemas. Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.

 NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais: Lei nº 8.112/1990 com alterações posteriores. Provimento. Vacância. Direitos e Vantagens. Dos deveres. Das proibições. Da acumulação. Das responsabilidades. Das penalidades. Do processo administrativo disciplinar e sua revisão. Licitação e contratos administrativos: Lei nº 8.666/93 com alterações posteriores: Dos princípios. Das modalidades. Dos contratos. Da execução. Da inexecução e da rescisão. Das sanções. Lei nº 10.520/02: Do pregão.

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: Dos princípios fundamentais. Dos direitos e garantias fundamentais: dos direitos e deveres individuais e coletivos, dos direitos sociais, da nacionalidade e dos direitos políticos. Da organização do Estado: da organização político-administrativa, da União, dos Estados Federados, dos Municípios, do Distrito Federal e dos Territórios. Da Administração Pública: disposições gerais e dos servidores públicos. Da organização dos poderes: do Poder Judiciário: disposições gerais, do Supremo Tribunal Federal, do Superior Tribunal de Justiça, dos Tribunais Regionais Federais e dos Juízes Federais.


CARGOS DE TÉCNICO JUDICIÁRIO

CONHECIMENTOS GERAIS para Todos os CARGOS TÉCNICOS JUDICIÁRIOS – todas as áreas

PORTUGUÊS: Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Ortografia e acentuação. Articulação do texto: coesão e coerência. Classes de palavras. Sintaxe. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação. Discurso direto e indireto. Tempos, modos e vozes verbais. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da Crase. Pontuação. Equivalência e transformação de estruturas. Redação.

RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO: Números inteiros e racionais: operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação); expressões numéricas; múltiplos e divisores de números naturais; problemas. Frações e operações com frações. Números e grandezas proporcionais: razões e proporções; divisão em partes proporcionais; regra de três; porcentagem e problemas. Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.


CONHECIMENTOS GERAIS Somente para os cargos: TÉCNICO JUDICIÁRIO – Área Apoio Especializado – Especialidade TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (6) e TÉCNICO JUDICIÁRIO – Área Administrativa – Especialidade SEGURANÇA E TRANSPORTE (7)

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: Princípios básicos da Administração Pública. Administração direta e indireta. Órgãos públicos. Agentes Públicos. Ato administrativo: requisitos, atributos, classificação, espécies, revogação, invalidação e convalidação do ato administrativo. Poderes e deveres dos administradores públicos: uso e abuso do poder, poderes vinculado, discricionário, hierárquico, disciplinar e regulamentar, poder de polícia, deveres dos administradores públicos. Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais, Lei nº 8.112/1990 com alterações posteriores: Provimento. Vacância. Direitos e Vantagens. Dos deveres. Das proibições. Da acumulação. Das responsabilidades. Das penalidades. Do processo administrativo disciplinar e sua revisão.

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: Dos princípios fundamentais. Dos direitos e garantias fundamentais: dos direitos e deveres individuais e coletivos, dos direitos sociais, da nacionalidade e dos direitos políticos. Da organização do Estado: da organização político-administrativa, da União, dos Estados Federados, dos Municípios, do Distrito Federal e dos Territórios. Da Administração Pública: disposições gerais e dos servidores públicos. Da organização dos poderes: do Poder Judiciário: disposições gerais, do Supremo Tribunal Federal, do Superior Tribunal de Justiça, dos Tribunais Regionais Federais e dos Juízes Federais.


Espero que esse conteúdo tenha facilitado as informações do edital para você! Nossa intenção é que você tenha num único lugar o que há de mais relevante para a sua prova! Não esqueça de deixar sua opinião nos comentários!

Deixe seu Comentário

Comentários