/7 DICAS PARA MONTAR UM AMBIENTE DE ESTUDO IDEAL


7 DICAS PARA MONTAR UM AMBIENTE DE ESTUDO IDEAL

356

por: Equipe Flávia Rita

Nesse texto, você irá aprender cinco dicas para montar seu ambiente de estudo ideal! Já começou a estudar, mas senti que perde a concentração muitas vezes durante o tempo de leitura? Sente dor no corpo, na região do pescoço ou da lombar, após algumas horas? Fica cansado rapidamente ou com dor de cabeça? Então esse texto é para você!

ILUMINAÇÃO

A iluminação é essencial para a prática de leitura e de estudo em geral. Estudar em ambientes mal iluminados pode não apenas servir de desestímulos à atividade, como também levar a sérios prejuízos à visão no longo prazo. Por isso, observe se ambiente de estudo escolhido apresenta a iluminação adequada.

Para avaliar isso, observe, primeiramente, se a luz artificial simula a luminosidade natural, pois, caso contrário, ela poderá cansar a visão. Nesse sentido, a intensidade da luz deve estar adequada ao objetivo de estudar. Entenda o seguinte: quando a luz é muito intensa, ela faz com que nossas pupilas se contraiam para controlar a entrada de luz nos olhos; ao contrário, quando ela é mais fraca, as pupilas se dilatam para conseguir capitar o máximo de ondas no ambiente. Em ambos os casos, geram-se cansaço e desgaste aos olhos, o que pode, no longo prazo, levar prejudicar seriamente a visão.

O tipo de lâmpada é também bastante importante, pois a cor emitida poderá ter efeitos diversos sobre os olhos. Lâmpadas brancas frias, por exemplo, estimulam a atenção do leitor, ao passo que as famosas lâmpadas amarelas, normalmente utilizadas, levam a um relaxamento, o que pode deixar o leitor num estado de sonolência. Atente-se, então, para as características das lâmpadas:

  • 500K a 4.000k = Tonalidade amarela
  • 6000k a 6.500k = Tonalidade branca fria

Com essa informação, procure utilizar as lâmpadas estrategicamente: se você quiser estimular a leitura e a atenção, opte pelas brancas frias, mas se a intenção for incentivar o sono, escolha as amarelas.

LUMINÁRIAS

Esse tópico se relaciona com o primeiro, mas é um mais específico. Ao escolher a luminária, que será destinada exclusivamente para leitura e estudo, opte, como dito, pelas de luz branca fria.

O benefício da luminária é poder direcionar a luz para o ponto que se está observando, o que irá contribuir ainda mais para a atenção e para o foco do leitor. Por isso, dê preferência para aquelas que sejam articuláveis.

Mas cuidado com a luz! Para a ela não se tornar uma distração, coloque a luminária a pelo menos 50cm de distância do livro que se está lendo. Além disso, é interessante optar pelos modelos que permitam uma regulagem na intensidade.

ORGANIZAÇÃO

Há quem não se incomode com um ambiente desorganizado, mas, em termos gerais, ele pode criar varias oportunidades para a distração. Lembra de quando você estava estudando e precisou, por exemplo de uma caneta, mas não sabia onde estava? Ou quando gastou dez minutos procurando aquele papel com uma anotação específica? Esse é o problema da desorganização. Ela consome o tempo de estudo sem que você perceba. Por isso, ao começar a estudar, procure sempre deixar o ambiente organizado, de maneira que todos os objetos que possam ser utilizados estejam em locais fáceis e acessíveis.

SILÊNCIO

Falar de estudo nos obriga falar de silêncio. Não há ninguém que não tenha passado por uma situação de desconforto ou de dificuldade de concentração em razão dos barulhos externos. Há quem diga ser capaz de se concentrar a despeito das condições externas, mas, ainda que exista essa minoria, com certeza ela será afetada, mesmo que em menor grau, pelo excesso de ruídos no ambiente.

Por isso, para ter um aproveitamento melhor das horas de estudo, escolha ambientes que lhe possibilitem concentrar nas atividades intelectuais. Os barulhos, lembre-se, devem ser reduzidos ao máximo para permitir uma boa concentração.

CONFORTO

Estudar não é uma atividade fácil. Ao exigir altas doses de concentração, torna-se, após algumas horas, uma atividade muito desgastante. Por isso, uma das principais coisas que se deve ter atenção é com o conforto do ambiente. Não apenas a iluminação, como abordado acima, mas também o ambiente físico que vamos utilizar: cadeiras, mesa, computadores, apoios de livros.

Com isso em mente, construa seu espaço de estudo considerando a importância de uma cadeira confortável, firme para o apoio lombar e com boa sustentação para as costas. Evite estudar deitado, pois, além de ser uma posição pouco ergonômica, poderá prejudicar a concentração e estimular o sono.

Por fim, não se esqueça de garantir um apoio de livro adequado, que possibilite um suporte com inclinação de pelo menos 40°. Isso evitará as famosas dores no pescoço depois das várias horas de estudo e também melhorará a concentração.

MESA, CADEIRA E REGULAGEM

Por serem os mobiliários mais importantes para o estudante, afinal, ele passará a maior parte do dia sentado, vamos abordar com mais profundidade as mesas e as cadeiras escolhidas, mais precisamente, as regulagens adequadas ao estudo de longa duração.

Para evitar desconfortos gerais e eventuais dores no corpo, lembre-se de adquirir uma cadeira que permita regular a altura e os encostos para os braços. Tenha em mente que, ergonomicamente, o recomendável é que ambos os pés fiquem totalmente apoiados no chão, com as pernas estando dobradas em um ângulo de 90°. Quanto aos braços, eles devem estar posicionados na mesma altura da mesa, com igual angulação de 90°.

CELULAR

Outra medida que deve ser tomada para se ter um ambiente adequado ao estudo é o cuidado com aparelhos eletrônicos que possam ocasionar distúrbios ou interromper a concentração. Por isso, procure não ter o celular por perto nas horas destinadas ao aprendizado. Contudo, caso você o utilize para realizar o controle do tempo e dos ciclos, então procure colocá-lo no modo “não disturbe”. Nesses casos, apenas se permita conferir as redes sociais nos momentos de pausa, seja nas longas, seja nas curtas.

Tenha em mente que, embora o celular possa ser um grande vilão nos nossos esforços de concentração, ele também pode ser nosso maior aliado, desde que utilizado com parcimônia.

Leia a respeito da TÉCNICA DO POMODORO e aprenda a respeito dessa eficiente estratégia de gestão do tempo.


Esse texto foi bom para você? Achou o conteúdo interessante? Então não deixe de acompanhar nossa mini websérie TÉCNICAS DE ESTUDO PARA CONCURSO!

Não esqueça de deixar sua opinião nos comentários e nos dizer o que achou!

Deixe seu Comentário

Comentários