fbpx

“Ao invés de” ou “em vez de”? Quando usar cada um

Equipe Flávia Rita

Entenda agora como e quando usar corretamente as locuções "em vez de" e "ao invés de".
"Ao invés de" ou "em vez de"? Quando usar cada um

Muitas vezes não notamos, mas acabamos incorrendo em pequenos erros gramaticais que, na leitura cotidiano, pode não fazer muita diferença. Entretanto, esses deslizes, ainda que não sejam graves, pode prejudicar a imagem profissional do usuário da língua ou mesmo impedir a aprovação em uma prova de concurso ou em um exame vestibular. O correto emprego das locuções “em vez de” e “ao invés de” é um desses casos. Conquanto elas sejam, aparentemente, semelhantes, cada uma apresenta sua particularidade e sua correta forma de uso.

“Ao invés de” e “em vez de” – Quando usar cada um?

As expressões “ao invés de” e “em vez de”, embora pareçam semelhantes, possuem sentido distinto. Por essa razão, devem ser empregadas em situações diferentes.

A locução “em vez de” indica uma substituição, sendo semanticamente equivalente a “em lugar de”. Por sua vez, a expressão “ao invés de” exprime sentido de oposição e pode ser substituída por “ao contrário de”.

Observe a diferença nas seguintes frases:

  • Marcio decidiu ir à praia ao invés de ir ao shopping.

Veja que a sentença está errada. O correto, dado inexistir oposição entre as ideias (“ir à praia e ao shopping”), seria empregar a expressão “em vez de”:

  • Marcio decidiu ir à praia em vez de ir ao shopping.

Nesses casos, não há restrições quanto ao uso da forma “em vez de”. Na verdade, trata-se da locução aconselhada para a maioria dos casos.

Todavia, caso haja uma relação de oposição entre as ideias, será necessário empregar a locução “ao invés de”. Tenha em mente que o próprio substantivo “invés” é um variante de “inverso”, de modo que significa “lado oposto”, “avesso”.

Acompanhe os seguintes exemplos:

  • “Ela observou […] Mark acender um cigarro, sentar na cadeira, como se preparando para conversar com um grande amigo, ao invés de uma refém”. (Sonia Rodrigues, Fronteiras)
  • O elevador, ao invés de subir, desceu.
  • Maria, ao invés de amar Marcos, odiava-o.

Como você pode ser penalizado em sua prova?

O emprego inadequado dessas locuções será classificado como um erro de morfossintaxe. Por isso, a penalização dependerá da sua banca organizadora. Na correção do CESPE, por exemplo, ocorrerá uma dedução no aspecto microestrutural de morfossintaxe. Na correção da FCC, por sua vez, a nota será prejudicada nos critérios de estrutura ou expressão.

Lembre-se de que o valor dessa dedução também variará conforme a banca e de acordo com o peso dado à estruturação textual e ao domínio gramatical.

Questões para treinar envolvendo as locuções “em vez de” e “ao invés de”

Separamos 4 questões envolvendo o uso das locuções “em vez de” e “ao invés de”. O objetivo é que você consiga fixar melhor o conteúdo treinando. Vamos lá?

Questão 01 (FGV. 2019)

“É uma avaliação cruel, que prioriza a inteligência da decoreba ao invés da inteligência criativa”.

No segmento acima, há a correta utilização da expressão “ao invés de”, que é muitas vezes confundida com “em vez de”.

A frase abaixo em que se deveria empregar “em vez de” em lugar de “ao invés de” é:

  • A) O pai decidiu matricular o filho numa escola pública ao invés de uma privada;
  • B) Não é de hoje que as escolas brasileiras preferem o retrocesso ao invés do progresso;
  • C) Muitos professores dão destaque à teoria ao invés de priorizar a prática;
  • D) Os livros didáticos utilizam imagens ao invés de textos;
  • E) As escolas utilizam processos de avaliação rápidos ao invés de processos mais lentos e mais eficientes.
Gabarito: letra D

A letra A apresenta correto uso da expressão “ao invés de”, dado haver uma relação de antagonismo entre os termos “pública” e “privada”. A letra B também empregou corretamente a expressão “ao invés de”, já que se estabelece uma oposição entre “retrocesso” e “progresso”. Igualmente, vê-se correta a letra C, pois há um antagonismo semântico entre “teoria” e “prática”. A letra D está errada e por isso é o gabarito da questão. Na frase, empregou-se a expressão “ao invés de” ao se relacionar “imagens” e “textos”. Contudo, nesses termos não existe uma relação de oposição, a qual é necessária para se usar a locução. Portanto, o correto seria “Os livros didáticos utilizam imagens em vez de textos”. A letra E, por fim, está corre no uso da expressão “ao invés de”, devido à presença do antagonismo entre “processos rápidos” e “processos lentos”.

Questão 02 (VUNESP. 2019)

Por isso, há grupos especializados que promovem reuniões semanais com devedores com a finalidade de trocar experiências sobre consumo impulsivo e propensão a viver no vermelho.

É comum que, diante dos apuros, como a perda do emprego, algumas tentem manter o mesmo padrão de vida em lugar de cortar gastos para se encaixar na nova realidade.

Assinale a alternativa que substitui, correta e respectivamente, as expressões destacadas, sem alterar o sentido original.

  • A) a fim de … há cerca de … em vez de
  • B) afim de … a cerca de … invés de
  • C) afim de … a cerca de … ao invés de
  • D) a fim de … acerca de … em vez de
  • E) à fim de … acerca de … ao invés de
Gabarito: letra D

A letra A está errada, pois a expressão “há cerca de” não substitui adequadamente a preposição “sobre”. A letra B também se mostra incorreta, já que nem a locução “afim de” é grafada junta, nem a forma “invés de” pode ser usada. Essa última se mostra errada tanto pela supressão do elemento estruturante “ao” quanto pelo sentido, dado inexistir relação de antagonismo entre as ideias. A letra C, tal como a anterior, está errada ao grafar incorretamente a expressão “a fim de” e ao propor a substituição de “em lugar de” pela forma “ao invés de”. Correta a letra D, sendo ela o gabarito da questão. Finalmente, a letra E está errada, pois não há crase na expressão “a fim de” e não há possibilidade de se utilizar a forma “ao invés de”.

Questão 03 (PC-RJ. 2019)

“Concluída a fusão dos mercados, em vez de rumar para a integração política e consolidar seu protagonismo na cena mundial, a Europa faz da integração um utensílio da exclusão. Claro está que Bruxelas não pode evitar a deriva à direita de certos Estados, mas tampouco necessita servir à regionalização da xenofobia.” (L.49-54)

A respeito do trecho acima, analise os itens a seguir:

I. A expressão em vez de não poderia ser substituída, no trecho, por ao invés de.

II. Ocorre alteração gramatical ou semântica ao se substituir “Claro está” por “Está claro”.

III. Não ocorre alteração gramatical ou semântica ao se substituir “certos Estados” por “Estados certos”.

Assinale:

  • A) se somente o item III estiver correto.
  • B) se somente o item I estiver correto.
  • C) se nenhum item estiver correto.
  • D) se todos os itens estiverem corretos.
  • E) se somente o item II estiver correto.
Gabarito: letra C

O item I está errado, pois é impossível a substituição proposta por inexistir a necessária relação de oposição entre os termos. Também não está correto o item II, já que a substituição não implicará alteração gramatical. Por fim, o item III está errado porque a substituição proposta implicará, sim, uma alteração semântica da expressão. Portanto, correta a letra C.

Questão 04 (CESGRANRIO. 2019. ADAPTADA)

Leia o seguinte excerto:

“Ao que tudo indica, parece existir um limite em que a abundância crescente proporciona bem-estar. Como mostrado por enquentes, na Europa esse limite parece estar em um ganho líquido mensal de US$ 2 mil. Quem ganha apenas US$ 100 mês avalia sua felicidade em uma escala de pontos de 1 a 10 – de ‘totalmente insatisfeito’ a ‘totalmente satisfeito’ – com 6,6 pontos. Quem ganha mais de US$ 2.000 já alcançou um limite de 7,9 pontos. Mas a pessoa não fica mais satisfeita ganhando US$2.050 ou mais de US$2.500 por mês. […].

Em vez de nos deixarmos levar pelos resultados da pesquisa da felicidade, vale a pena uma espiada em outros resultados já revelados pela nova ciência. Homens não são mais felizes que mulheres. Brancos não são mais felizes que negros. Belos não são mais felizes que feios. Inteligentes não são mais felizes que tolos. Já casados são um pouco mais felizes que solteiros. E idosos são surpreendentemente mais felizes que jovens, sendo que isso se aplica mais aos homens que às mulheres.  

A expressão destacada em “Em vez de nos deixarmos levar pelos resultados da pesquisa da felicidade,” (. 40-41) pode ser substituída, alterando o sentido mas sem alterar a estrutura do período, por

  • A) Se.
  • B) Caso.
  • C) Talvez.
  • D) Entretanto.
  • E) Embora.
Gabarito: letra A

Observe que a alteração da expressão “em vez de” poderá ocasionar mudança no sentido. O que não pode ocorrer é a modificação da estrutura do período. Assim, a única resposta possível é a letra A, pois nenhuma adaptação nas estruturas sintáticas precisará ser feita.

Curso de português para concurso: conheça o melhor!

Se você gostou do texto e está sentindo que precisa estudar mais português, temos um ideal para você! O curso Português Gold, ministrado pela professora Flávia Rita, referência em português na área de concurso público e redação, irá oferecer uma abordagem completa, cobrindo TODAS AS BANCAS ORGANIZADORAS. Trata-se do curso ideal para ajudar você a conseguir a sua classificação.

O curso Português Gold é completo e tem TUDO o que você precisa para superar QUALQUER dificuldade no conteúdo. Conta com:

  • Teoria completa: não importa se você está iniciando os estudos, se ficou muito tempo e está retomando, ou se precisa revisar os principais conteúdos, porque a professora Flávia Rita ABORDA toda disciplina de forma direcionada.
  • Resolução exaustiva de exercício. Ou seja, você vai aprender a forma de cobrança das bancas, revisar os principais pontos e aprender a fazer exercício.
  • Livro de interpretação de textos, para você treinar. Ou seja, além da parte de gramática você vai também vai aprender, definitivamente, como interpretar os textos cobrados nos certames e gabaritar.
  • Livro de planejamento de estudo. É fundamental que a sua rotina esteja organizada, para que você possa ter um rendimento melhor nos seus estudos.
  • Simulado para avaliar o seu desempenho
  • Livro Português descomplicado: toda a teoria, além de exercícios comentados.
  • Livro de fichamento: técnica desenvolvida pela Professora Flávia Rita, para você manter todo o conteúdo na memória.

CLIQUE AQUI PARA FAZER A SUA MATRÍCULA E APRENDER DE UMA VEZ O PORTUGUÊS PARA CONCURSO

Ficou alguma dúvida?

Como podemos ajudar você? Basta entrar em contato por meio do telefone:

Whatsapp:  +55 31 99289.5538

Antes de ir embora, não se esqueça de clicar aqui e conferir os materiais GRATUITOS que separamos com todo o carinho para você :)! 

Gostou do post? Compartilhe com os seus amigos nas redes sociais. Muito sucesso e bons estudos!

Deixe seu Comentário

Comentários

CONTINUE LENDO