fbpx

Preposição – Guia definitivo

Equipe Flávia Rita

Preposições não parece ser um assunto muito espinhoso para quem já tem uma boa base de Língua Portuguesa. Entretanto, há alguns pontos que ainda criam nós nas cabeças dos candidatos mais bem preparados, sobretudo nas provas discursivas, em que é possível identificar diversos problemas na compreensão dessa classe gramatical. Foi com isso em mente que decidimos trazer esse apanhado geral de preposições, de forma que nossos alunos consigam, rapidamente, fazer uma revisão geral da matéria e treiná-la com questões de provas de concurso. Aqui você verá, então, um apanhado geral da teoria gramatical e, ao final, uma série de questões comentádas, todas direcionadas apenas ao conteúdo de preposição. Vamos lá?

PREPOSIÇÕES

Preposições são palavras invariáveis empregadas para estabelecer relações entre termos de uma mesma oração, de maneira que a palavra antecedente será modificada ou complementada pela palavra consequente. Por exemplo:

  • Voltei para a casa de meu amigo.
  • Sorria de tanta alegria.
  • Ele não concordava com

As preposições são classificadas em dois grupos: as preposições essenciais e as preposições acidentais.

PREPOSIÇÕES ESSENCIAIS

As preposições essenciais são aquelas que funcionam unicamente como preposição. Por exemplo:

  • Gostaria de um bolo com
  • Esperarei por você até fim da sua aula.
PREPOSIÇÕES ESSENCIAIS
a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás.

LOCUÇÕES PREPOSITIVAS

Locuções prepositivas são as expressões, compostas por duas ou mais palavras, em que a última será sempre uma preposição essencial. Por exemplo:

  • Em vez de você estudar, você preferiu farrear.
  • De acordo com as pesquisas, a educação está melhorando.
LOCUÇÕES PREPOSITIVAS
Abaixo de, acerca de, acima de, devido a, a despeito de, adiante de, defronte de, embaixo de, em frente de, graças a, junto de, perto de, por entre, por trás de, quanto a etc.

Observação: A última palavra da locução prepositiva será sempre uma preposição essencial, ao contrário das locuções adverbiais, em que a última palavra jamais será uma preposição. Por exemplo:

  • Locução Adverbial: à toa, à tarde, à noite, a pé.
  • Locução prepositiva: a fim de, através de, devido a, ao lado de.

Atenção! A forma “trás” é empregada, atualmente, apenas em locuções adverbiais ou prepositivas – “por trás”, “para trás”, “por trás de” etc.

CARGA SEMÂNTICA DAS PREPOSIÇÕES

As preposições são palavras que, ao serem empregadas isoladamente, carecem de sentido. Entretanto, algumas partículas contêm uma vaga noção de tempo e de lugar, estabelecendo relação entre os termos que conecta. São exemplos de preposições com carga semântica:

  • Música de Gilberto Gil. (autoria).
  • Caiu sobre os cacos de vidro. (lugar)
  • Ele nasceu em 3 de dezembro. (tempo)
  • Ele sempre vota em (modo)
  • Ela tremia de (causa)
  • Eles sempre falavam sobre política. (assunto)
  • Ele veio em seu socorro. (finalidade)
  • O artista sempre trabalhava com carvão. (instrumento)
  • Vou sair com vocês hoje. (companhia)
  • Ele não viaja de (meio)
  • O carro era de (posse)
  • Cruzeiro sempre joga contra o Atlético. (oposição)
  • Quero um copo de (conteúdo)
  • Ele descendia dos (origem)
  • Eu vou a Roma, você, eu não sei. (destino)

EMPREGO DAS PREPOSIÇÕES

 As preposições podem ser empregadas de duas formas: por combinação ou por contração.

Na combinação, a preposição e seguida de outra palavra sem que ocorra qualquer perda fonética (ao/aos).

Na contração, ao contrário, haverá perda fonética com elisão de letras, como se vê, por exemplo, em “naquela” ou “àquela”.

QUESTÕES

 

Questão 01. (VUNESP) Considerando a norma-padrão da língua portuguesa, assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do texto a seguir.

É muito ruim quando os casais ficam habituados_________ brigas. É importante que as pessoas ____________conscientizem ___________ é preciso viver em harmonia.

a) para as … os … a que

b) nas … lhes … de que

c) das … os … em que

d) com as … os … de que

e) pelas … lhes … a que

Comentário: A lacunas devem ser preenchidas, respectivamente, com a preposição “pelas”, com o pronome blíquo “lhe”, em razão da função sintática de objeto indireto, e com a locução “de que”, decido à regência do verbo “conscientizar”. Portanto, correta a letra E, sendo o gabarito da questão.

Questão 02. (VUNESP) Assinale a alternativa em que a preposição de, em destaque, está empregada em conformidade com a norma-padrão.

a) Paulo Leminski, de que era poeta, trabalhou no Jornal Vanguarda, na TV Bandeirantes.

b) Ming fez com que Leminski reparasse de que suas meias tinham cores diferentes.

c) Leminski, de quem o autor foi colega na TV Bandeirantes, ia trabalhar com chinelo franciscano.

d) Após notar de que cada meia tinha uma cor diferente, Leminski confessou vestir-se no escuro.

e) Celso Ming, de quem Paulo Leminski trabalhou na TV Bandeirantes, escreve sobre economia.

Comentário: A letra A está errada, pois o verbo “ser” em “era poeta” não exige preposição, de forma que se encontra contrária à norma culta o uso da preposição “de”. A letra B também apresenta desvio da norma padrão, dado ser o verbo “reparar” transitivo direto, o qual prescínde de preposição. A letra C está correta, sendo o gabarito da questão, pois a preposição “de” imprime um sentido de cia à locução “ser colega de”. A letra D não está em conformidade com a norma culta, uma vez que o verbo “notar” é tarnsitivo direto, não necessitando de preposição. A letra E, por fim, também não está correta, já que a preposição adequada para o trecho seria “com” – “Celso Ming, com quem Paulo Leminski trabalhou […]”.

Questão 04. (VUNESP) A alternativa em que a palavra destacada estabelece relação de lugar é:

a) Rafiki é um angolano, filho de uma economista…

b) … educação seja maior aqui do que em outros países.

c) … se agarram a suas bolsas ao cruzarem com ele…

d) O angolano entrou em seguida…

e) … Rafiki é estudante de medicina…

Comentário: A letra A não estabelece relação de lugar, mas, sim, de origem. A letra B está correta, sendo o gabarito da questão, pois a preposição “em” é emprega, normalmente, para indicar localidade. A letra C está errada, uma vez que a preposição “com” não exprime noção de lugar. A letra D, embora tenha empregado a preposição “em”, não traduz uma ideia de lugar em razão do contexto. A letra E não traz qualquer ideia referente à lugar.

Questão 07. (VUNESP) O termo em destaque na frase “A ideia é evitar diagnósticos pela TV…” expressa ideia de

a) meio.

b) modo.

c) causa.

d) direção.

e) finalidade.

Comentário: O termo destacado corresponde a preposição “por” contraída com o artigo definido feminino singular “a”, a qual exprime uma ideia de “meio”, ou seja, no trecho, o meio utilizado para se obter os diagnóstico. Portanto, correta a letra A, sendo o gabarito da questão.

Questão 09. (VUNESP) Nas expressões “continua a ser uma das formas mais poderosas de mudar vidas”, “publicada originalmente em 1989” e “para incentivar homens e mulheres”, as preposições destacadas encerram, correta e respectivamente, sentido de:

a) causa; tempo; causa.

b) finalidade; modo; causa.

c) causa; modo; finalidade.

d) modo; tempo; consequência.

e) finalidade; tempo; finalidade.

Comentário: As preposições destacadas imprimem nos trechos em que foram empregadas, respecitivamente, sentidos de finalidade, tempo e finalidade. Portanto, correta a letra E, sendo o gabarito da questão.

Questão 10. (Quadrix)

As preposições não têm simplesmente a função de conectar termos entre si. Ao contrário, elas também contribuem semanticamente para a construção dos sentidos no texto. Na forma “pelo”, que abre o último quadrinho, por exemplo, aparece a circunstância de

a) tempo.

b) condição.

c) proporcionalidade.

d) comparação.

e) meio.

Comentário: A preposição “pelo”, empregada no último quadrinho, colabora na construção de um sentido de “meio”, já que o “silêncio” serve de pista ou “meio” para a conclusão da personagem. Portanto, correta a letra E, sendo o gabarito da questão.

Questão 14. (VUNESP) Na frase “… o rapaz queria mesmo saber se afastar a poltrona para trás iria incomodá-lo”, a palavra destacada estabelece relação de sentido de

a) direção.

b) modo.

c) companhia.

d) finalidade.

e) posse.

Comentário: A preposição “para”, conforme empregada no trecho do enunciado, estabelece um sentido de direção na ação de se afastar a poltrona. Portanto, correta a letra A, sendo ela o gabarito da questão.

Questão 16. (VUNESP) O termo destacado no trecho “Carros precisam de renovação para oferecer mais segurança aos ocupantes.” expressa

a) a finalidade da renovação de carros.

b) o modo como os carros devem ser renovados.

c) o meio utilizado para a renovação de carros.

d) o tempo em que os carros devem ser renovados.

e) o lugar em que os carros serão renovados.

Comentário: A preposição “para”, empregada no enunciado, imputa um sentido de finalidade para o ato de “renovar”, ou seja, a renovação é realizada com o objetivo de conseguir oferecer mais seguranças aos ocupantes. Portanto, correta a letra A, sendo ela o gabarito da questão.

GABARITO

  • Questão 01 – E
  • Questão 02 – C
  • Questão 03 – B
  • Questão 04 – A
  • Questão 05 – E
  • Questão 06 – E
  • Questão 07 – A
  • Questão 08 – A

Ficaram claros todos os pontos a respeito da classe de palavras preposição? Sentiu facilidade ao responder as questões ou ficou agarrado em algumas delas? Conte para a gente o que achou e como se saiu! Além disso, se houver algum ponto que achou mais complicado ou que gostaria de ler por aqui com mais detalhe, você pode nos pedir também na seção de comentário 🙂 Estamos sempre de olho e prontos para ajudar!

Deixe seu Comentário

Comentários

CONTINUE LENDO