/PRONOMES PESSOAIS DE TRATAMENTO


PRONOMES PESSOAIS DE TRATAMENTO

62

por: Equipe Flávia Rita

Esses pronomes são empregados quando a situação ou contexto exige formalidade. Estão sempre na função de pronome substantivo, no lugar da pessoa com quem se fala, portanto, segunda pessoa. Apesar disso, pedem o verbo e outros pronomes a eles referentes na 3ª pessoa.

  1. Sa. poderá vir à tarde.

3ª pessoa

Uma comitiva o aguarda para mostrar-lhe as novas instalações.

3ª pessoa                          3ª pessoa

Veja, na página seguinte, os pronomes pessoais de tratamento com as suas abreviaturas.

Pronome Abreviatura Uso
Você(s) v. , vv. Tratamento informal
Senhor(es)

Senhora(s)

Sr., Srs.

Sra., Sras.

Tratamento respeitoso
Vossa(s) Senhoria(s) V. Sa.

V. Sas.

Para as autoridades, em correspondência formal
Vossa(s)

Excelência(s)

V. Exa.

V. Exas.

Para altas autoridades do governo federal, militares de alta patente e magistrados
Vossa(s)

Reverendíssima(s)

V. Revma.

V. Revmas.

Para sacerdotes e religiosos em geral
Vossa(s)

Excelência(s)

Reverendíssima(s)

V. Exa. Revma.

V. Exas. Revmas.

Para bispos e arcebispos
Vossa(s)

Eminência(s)

V. Ema.

V. Emas.

Para cardeais
Vossa Santidade V. S. Para Papas
Vossa(s) Alteza(s) V. A.

VV.AA.

Para príncipes e duques
Vossa(s)

Majestade(s)

V.M.

VV. MM.

Para reis e imperadores
Vossa(s)

Magnificência(s)

V. Maga.

V. Magas.

Para reitores de universidades

 

EMPREGO DOS PRONOMES DE TRATAMENTO

  1. Você é o único pronome de tratamento usado em situações e falas informais, e que pode ser escrito com letra minúscula.

Observação: Deve-se tomar cuidado para não misturar, numa mesma frase, várias formas de tratamento.

Se se usa Você, os verbos e outros pronomes referentes à pessoa com quem se fala ficam na terceira pessoa. São incorretas, na linguagem formal, construções como:

  1. a) Você disse que me ama, mas eu não te amo. – ERRADO
você    não concorda com          te.
    3ª pessoa     2ª pessoa

Pois,

O certo é: Você disse que me ama, mas não o amo.

  1. b) Diga-me com quem andas que lhe direi quem és. – ERRADO Dize-me com quem andas que te direi quem és”. (2ªpessoa)

CERTO{

          “Diga-me com quem anda que eu lhe direi quem você é”. (3ª pessoa)

  1. Todos os pronomes de tratamento exigem concordância na 3ª pessoa (verbos, pronomes oblíquos e possessivos):
  2. Exa. ficara escandalizado com a conclusão da CPI do “grampo”.
  3. Sa. está convocado para prestar seu depoimento. Nós o aguardamos na próxima semana.
  4. Enquanto, no discurso direto (com o ouvinte), emprega-se Vossa (Excelência, Senhoria); no discurso indireto (referencial), usa-se Sua (Excelência, Senhoria):

Desejamos saber da Senhorita se Sua Excelência estará presente à inauguração da nova BR-261.

 

 

Deixe seu Comentário

Comentários