/Prova Discursiva FCC: descubra tudo o que você precisa saber!


Prova Discursiva FCC: descubra tudo o que você precisa saber!

126

por: Equipe Flávia Rita

Nas provas organizadas pela Fundação Carlos Chagas (FCC) é essencial tirar uma boa nota na redação, para ter chances reais de posse. Dois pontos, por exemplo, podem fazer a diferença na classificação final.

Para fazer uma boa prova discursiva FCC, três estratégias são fundamentais: dominar a forma de cobrança, saber exatamente o que a organizadora deseja e se preparar bem para a prova discursiva. Então, vem comigo?

Prova discursiva FCC: entenda a banca!

A banca FCC tem a tradição de cobrar temas que exijam uma análise mais crítica do candidato, ou seja, do que fogem do senso comum. Geralmente, as provas discursivas buscam uma reflexão dos fatos contemporâneos e o candidato precisa desenvolver e fazer uma boa análise do tema a partir do trecho solicitado pela banca.

Por isso, é essencial que você tenha uma boa bagagem de conhecimento e vocabulário, para desenvolver uma  base argumentativa na estrutura da sua redação para concurso FCC. Para facilitar, procure ler Carta Capital, Estadão, entre outros.

Como organizar a estrutura do meu texto?

A prova discursiva FCC deve ser organizada em três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão, em que serão avaliados o conteúdo, estrutura e expressão. Antes de começar a escrever prepare um pequeno resumo dos itens que está pensando, para não se perder e não se esquecer de nenhum detalhe.

Na introdução, preocupe-se em apresentar o tema, que deve ser de acordo com comando de prova. No desenvolvimento, o foco deve a argumentação do seu ponto de vista e a conclusão a busca pela solução do problema e a finalização do seu raciocínio.

Quais são os critérios exigidos pela banca?

Geralmente, as redações para concurso FCC valem 100 pontos, e a banca avalia o candidato por meio dos seguintes critérios: conteúdo (40 pontos), estrutura (30 pontos) e expressão (30 pontos). O candidato deve se preocupar com a estética do texto, o desenvolvimento correto (introdução, exposição e conclusão), foco no tema exigido e o domínio da gramática.

Além disso, é essencial que o texto seja feito de modo objetivo e com coerência. Desta forma, o corretor vai analisar o plano de ideia apresentado pelo candidato e o seu conhecimento na norma culta.

Prova objetiva ou a redação primeiro?

Quanto tempo você demora para escrever uma prova discursiva FCC? Para saber, é preciso cronometrar. Assim, toda vez que você treinar, cronometre o tempo gasto. O ideal é fazer a prova objetiva primeiro e depois separar um tempo, para fazer a redação.

Mas, isso é, extremamente, pessoal, porque existem estudantes que preferem fazer a redação antes da prova objetiva devido à ansiedade.

Por isso, avalie o que for melhor para você. Se for fazer a discursiva após a objetiva, deixe, pelo menos, uma hora e meia. Independente da escolha, fique de olho no tempo total da sua prova.

Já imaginou se gasta muito tempo na discursiva? Você vai ter dificuldade para fazer a objetiva. Portanto, é essencial cronometrar o tempo gasto durante os seus estudos ou na realização do simulado da sua prova.

Que tal aprender a fazer uma redação nota 100 na FCC?

Para superar QUALQUER dificuldade em fazer uma redação FCC, conheça o curso Oficina de Redação FCC, elaborado pela professora Flávia Rita. Nas aulas, ela trabalha vários tópicos cobrados pela banca e ensina você a escrever de acordo com os critérios exigidos pela banca. QUERO ASSISTIR A UMA AULA GRATUITA!

Qual concurso da FCC você está estudando? Como posso te ajudar?  Deixe o seu comentário e não se esqueça de compartilhar o texto.

 

Deixe seu Comentário

Comentários