/Redação: como fazer uma boa introdução?


Redação: como fazer uma boa introdução?

55

por: Equipe Flávia Rita

Como fazer uma boa introdução para redação? A forma como você vai iniciar o seu texto é o que vai fazer a diferença para conquistar a sua vaga, uma vez que o desenvolvimento e a conclusão da sua redação serão em torno da introdução.

Uma boa introdução consegue manter o interesse do corretor e prender a atenção dele, e será um dos diferenciais para a sua nota. Se você tem muita, mas muita dificuldade em produzir uma boa introdução, não se preocupe porque vai aprender tudo nas próximas linhas. Vamos, lá?

O que é um texto dissertativo?

O texto dissertativo é do tipo argumentativo, ou seja, que vai abordar a exposição de uma opinião sobre um determinado assunto e a defesa do ponto de vista. Para isso, você pode usar dados, exemplos, comparações ou argumentos a fim de desenvolver todo o seu texto.

O texto é formado por três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão. Nos próximos parágrafos, você vai descobrir como produzir uma boa introdução.

Como começar uma introdução?

Você já separou a folha e a caneta, mas as ideias não aparecem e, simplesmente, não sabe como iniciar o seu texto. Identificou-se com a situação? Não precisa entrar em desespero!

Uma boa introdução precisa ser direta, clara, simples e objetiva. Na parte inicial, você deve envolver o problema que deve ser analisado, ou seja, o tema solicitado pela banca. Antes de começar a escrever, leia o assunto pedido mais de uma vez, para você compreender. Cuidado para não fugir do assunto, pois fuga do tema pode comprometer a sua posse.

Uma boa introdução não deve ser muito longa, para não cansar o corretor e, também, pode deixar o seu texto confuso. O ideal é que tenha, pelo menos, 2 a 3 frases, e que sejam feitas de forma objetiva.

Uma boa introdução: o que não deve ter!

Lembre-se de que a introdução é o INÍCIO ( eu não errei…em caixa alta mesmo..rs) do seu texto. Ou seja, não é para você apresentar argumento ou uma possível solução para o problema. Isso deve ser feito no desenvolvimento e conclusão, respectivamente. É para você apresentar o tema.

Nem pense em usar chavões, clichês ou generalizações. Uma boa introdução deve apresentar palavras-chaves de acordo com o tema pedido pela banca. Muito cuidado para não desviar do assunto ao escrever, também.

Muita cautela para não escrever períodos longos ou começar o texto de forma pessoal. Saiba apresentar o tema de forma objetiva e simples. Nunca use termos como “Nos dias de hoje”, “Há muito tempo atrás”, “Governos corruptos”, entre outros.

Agora, é com você!

Você já se sente mais seguro para fazer uma boa introdução? O segredo para isso é, simples: treino e muita, mas muita prática. Mas, seguindo todas as dicas tenho certeza de que vai conseguir.

Isso também pode lhe interessar:
  Redação PF: 5 dicas para mandar bem!

Antes de iniciar a sua redação, você deve planejá-la! Faça um pequeno roteiro com as ideias que pretende desenvolver o que não pode faltar. Se você não sabe ou tem dúvidas sobre como planejar uma redação confira o post com as melhores dicas para você se organizar.

Para começar a treinar, conheça o curso de redação para concurso de texto dissertativo com a professora Flávia Rita. Nas aulas, ela aborda a parte teórica, as modalidades de escrita, como fazer uma redação, modelos de redação. O texto dissertativo, normalmente, é o mais escolhido pelas bancas organizadoras como tipo de redação para as provas nos concursos públicos.

Durante o curso serão abordados assuntos relevantes para a construção de um texto dissertativo de sucesso. Serão explorados vários aspectos, como: estrutura textual, itens necessários para a produção de textos, coerência e coesão, aspectos linguísticos, o que se deve evitar em uma redação. Este curso é ideal tanto para quem está iniciando os seus estudos quanto para quem precisa revisar conteúdos ou aperfeiçoar o domínio de técnicas de redação ASSISTA A UMA AULA GRATUITA, AGORA!

Que tal começar a treinar? Ficou alguma dúvida? Deixe o seu comentário e compartilhe o texto nas suas redes sociais.

 

 

 

 

 


Deixe seu Comentário

Comentários