fbpx

Regra do Ç, S e SS

Equipe Flávia Rita

ç s ss

Língua Portuguesa é formada por várias regras, palavras diferentes e letras de sobra. Por isso, é muito comum que você tenha dúvidas sobre a grafia correta de algumas palavras. Inclusive, em 2023, um levantamento feito por uma plataforma voltada para aprendizado de idiomas, revelou que ao menos 7 milhões de pesquisas feitas por brasileiros giraram em torno de dúvidas ortográficas, entre elas, as diferenças entre “ç” e “s”.

Sendo assim, continue a leitura e descubra qual é a maneira correta de escrever palavras com essas letras. Vamos lá?

Ç, S e SS

Antes de qualquer informação, é necessário observar que toda palavra derivada conserva as letras da palavra primitiva. Exemplo:

  • Cortês → Cortesia.

  • Jeito → Ajeitar, Rejeitar, Sujeitar.

Tratando-se da formação do plural de palavras no diminutivo, faz-se, primeiramente, o plural do substantivo no grau normal, depois acrescenta-se o sufixo zinho e, em seguida, o s, de plural. Veja:

  • Papel → Papéis → Papeizinhos.

Agora que você está ciente disso, vamos à explicação do uso correto das letras Ç, S e SS.

Explicação Ç

Bom, se você já ficou na dúvida entre usar a letra Ç ou SS, esse texto vai te ajudar!

Pois bem, escrevem-se com ç os substantivos derivados de verbos que se originam de TER (verbo). Nesse sentido, a maioria dos substantivos abstratos derivados de verbos são escritos com ÇÃO. Veja os exemplos:

Também grafam-se com Ç os verbos terminados em ECER e ESCER, antes das letras a, o, u. Exemplo:

  • Amanheça (amanhecer)

Por fim, grafam-se com Ç as palavras de origem árabe, indígena e africana. Observe alguns exemplos:

  • Muçulmano – Açafrão – Babaçu.

Explicação S:

A letra S é facilmente confundida com a letra Z. Dessa forma, para você não errar mais, frise a seguinte dica:

Escrevem-se com S os substantivos e adjetivos derivados de verbos cujos radicais terminem em RG, RT, ND, PEL e CORR. Veja:

Além disso, você deve escrever com S as palavras que:

  • Tenham um verbo cognato, da mesma raiz, terminado em ENDER e DIR:

Defesa (defender) → Ilusão (iludir)

  • Derivadas em que fique o S no radical da primitiva:

 Mesário (mesa) → Lapisinho (lápis)

  • As formas dos verbos querer e pôr:

 Quis, Quiseram → Puseste, Puséssemos.

Explicação SS:

Agora, com SS são escritos os substantivos derivados de verbos cuja terminação é CEDER, MIR, TIR, METER, GREDIR. Veja:

Além disso, veja as seguintes regras:

  • Escreve-se com SS as palavras ou os radicais iniciados por S, quando entram em derivadas ou compostas, se o fonema /s/ se mantém entre vogais. Observe o exemplo para entender melhor: girassol (gira + sol)

  • Use SS em terminações dos superlativos sintéticos e do imperfeito do subjuntivo de todos os verbos. Exemplo: boníssimo – péssimo

Para aprender mais sobre a Língua Portuguesa, não deixe de assistir à aula gratuita:

TRF5

TRF5: banca organizadora já foi definida!

Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação(IBFC) será responsável por organizar o concurso. Continue a leitura e conheça as características gerais da banca, como também o perfil da prova de Língua Portuguesa.

Read More »
concerto conserto

Concerto ou Conserto?

Viram este post: 28 Você já ficou em dúvida sobre a escrita correta de uma palavra? Isso pode ser bem comum, tendo em vista que

Read More »

CONTINUE LENDO