/Analista Judiciário: saiba tudo sobre o cargo!


Analista Judiciário: saiba tudo sobre o cargo!

106

por: Equipe Flávia Rita

Uma das melhores carreiras do País e um dos certames mais disputados. Neste post, você vai conferir as principais vantagens, remunerações, benefícios da carreira de analista judiciário, e o porquê vale tanto a pena ter dedicação e foco para conquistar uma vaga. Vamos lá? 

 

Uma das áreas mais almejadas e com excelentes perspectivas na carreira pública. As funções contemplam as áreas: área judiciária, apoio especializado e administrativo. Para concorrer para área Judiciária, por exemplo, é necessário ter nível superior em Direito. 

 

Carreira Analista Judiciário: atividades do cargo 

As atividades desenvolvidas na carreira Analista Judiciário dependem da área. Neste contexto, a área judiciária desenvolve atividades como processamento de feitos, pesquisa e atualização de legislação, execução de mandados, entre outros. 

 

Já a área de Apoio Especializado contempla as atividades que são realizadas por titulares que tenham o registro no Órgão fiscalizador referente ao exercício. E a área administrativa inclui vários tipos de tarefa como, por exemplo, controle interno, orçamento, finanças, entre outros. 

Qual a remuneração de um Analista Judiciário?

A remuneração inicial para a carreira Analista Judiciário e, em torno, de R$ 10 mil. Existem  vários benefícios como Gratificação por Atividade Judiciária ( GAJ), Adicional de Qualificação, além de Gratificação para Atividade de Segurança, que é destinada a Analistas e Técnicos, que atuam na área. 

 

Carreira Analista Judiciário: locais de atuação e oportunidades para 2020

A carreira Analista Judiciária é regida pela Lei 11.416/2006 e os interessados podem atuar em TRE’ S, TRF’S, TJ’ S, Ministério Público, entre outros. Por isso, para conquistar uma vaga é fundamental estudar com muita dedicação e foco. 

 

 

Em 2020, por exemplo, estão previstos vários concursos de Tribunal de Justiça como o Tribunal de Justiça de Minas Gerais e o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Logo, que tal começar os estudos antes da publicação do edital? 

 

A importância da língua portuguesa no concurso para a carreira.

 

Língua portuguesa é o diferencial para você conquistar a sua nomeação, uma vez que é uma das disciplinas mais temidas pelos candidatos e que mais reprovam. Cada organizadora, por exemplo, tem as suas peculiaridades e forma de cobrança, por isso, é tão importante você começar a estudar o quanto antes. 

 

Além disso, aprender a disciplina também é fundamental para as atribuições do cargo, principalmente, se você precisar redigir um texto ou fazer uma revisão, por exemplo. Dessa forma, conhecer o conteúdo é um diferencial para o ambiente de trabalho. 

 

Português é uma disciplina recorrente praticamente em todas as provas para a carreira Analista Judiciário. Portanto,  é imprescindível que você inicie os seus estudos, a fim de formar um bom conhecimento e uma boa base, sobretudo se estiver iniciando. 

 

Além de língua portuguesa, também é importante treinar redação. Com a concorrência alta, redação é o diferencial para a sua posse. Entre as principais bancas organizadoras de concurso para a Carreira Analista Judiciário estão Fundação Carlos Chagas ( FCC), Cespe, entre outras. 

 

A professora Flávia Rita é referência  na área de língua portuguesa para concurso público e conta com cursos específicos para várias organizadoras, que vão ajudar você a conquistar a sua vaga. 

 

Dessa forma, tem cursos específicos para quem está começando, para quem precisa revisar, para quem precisa treinar exercícios de forma intensa, além de aulas específicas de redação para você treinar e aprender a escrever de uma vez. 

 

Você vai estudar para a carreira Analista Judiciário? Qual o seu foco? Conte para a gente e compartilhe o post nas suas mídias socias. 

 

Deixe seu Comentário

Comentários