fbpx

Concurso TRT MG: Edital PUBLICADO e prova marcada para outubro!

Equipe Flávia Rita

O TRT MG (Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais) publicou edital que oferta vagas em cadastro reserva. A remuneração inicial dos cargos chega a R$ 14.200,00.
Concurso TRT MG: FUMARC definida para novo edital!

A FUMARC (Fundação Mariana Rocha Carvalho) foi definida como a instituição responsável pela organização do novo concurso TRT MG (Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região).

As inscrições podem ser feitas a partir de 11 de agosto e terminam em 09 de setembro de 2022, no site da banca organizadora, a Fumarc.

As vagas são para nível médio e superior. As provas objetivas estão marcadas para o dia 23 de outubro de 2022.

 

O que você precisa saber do concurso TRT MG:

A carreira de Técnico Judiciário tem remuneração inicial de R$ 7.591,07, já o cargo de Analista Judiciário possui vencimento inicial de R$ 12.455,30.

A seleção contará com provas objetivas, discursiva, redação, prova prática e avaliação de títulos.

A seleção deste ano contará com provas objetivas, discursiva, redação, prova prática e avaliação de títulos.

Os candidatos aprovados serão convocados para trabalhar em diversas cidades do estado de Minas Gerais.

Situação Atual

Edital publicado em 09 de agosto de 2022 e a banca FUMARC foi definida como organizadora do certame. Baixe o edital aqui!

 

Período e taxa de Inscrição  

A partir das 9h do dia 11 de agosto de 2022 até as 23:59h do dia 9 de setembro de 2022, conforme o horário oficial de Brasília.

Ensino superior completo: Analista Judiciário
Valor da inscrição: R$110,00 (cento e dez reais)

Ensino médio completo: Técnico Judiciário
Valor da inscrição: R$ 90,00 (noventa reais)

Cargos, Vagas e Remuneração

As vagas do edital se dividem entre as carreiras de técnico, de nível médio e técnico, e analista, de nível superior.

Analista Judiciário

  • Vagas: cadastro de reserva
  • Requisitos: nível superior
  • Remuneração inicial: R$ 14.271,70 (incluída a GAE – Gratificação de Atividade Externa) para o cargo de Analista Judiciário, Área
    Judiciária, Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal e R$12.455,30 para os demais cargos de nível superior.

 

Técnico Judiciário

  • Vagas: cadastro de reserva
  • Requisitos: nível médio/técnico
  • Remuneração inicial: R$ 7.591,37

Último Concurso

O último concurso ocorreu em 2015 e a banca organizadora foi a FCC (Fundação Carlos Chagas). Na ocasião, as oportunidades foram para os cargos de Analista e Técnico Judiciário em diversas especialidades.

Etapas da prova

De acordo com o edital TRT MG, o certame será composto por:

  • Provas Objetivas, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova Discursiva;
  • Prova Prática, somente para o cargo de Técnico Judiciário Especialidade Agente de Polícia Judicial.

QUADRO DE PROVAS OBJETIVAS

QUADRO DE PROVAS OBJETIVAS

QUADRO DE PROVAS OBJETIVAS

QUADRO DE PROVAS OBJETIVAS

Quadro Prova Discursiva/Redação

aQuadro Prova Discursiva/Redação

 

As provas objetivas para ambos os cargos serão aplicadas no dia 23 de outubro de 2022.

  • Todos os cargos de nível superior : manhã, 4 horas e 30 minutos
  • Todos de nível médio e médio técnico: tarde, 4 horas e 30 minutos

Conteúdos das provas objetivas:

Técnico Judiciário e Analista Judiciário

  • Língua Portuguesa – 15 questões
  • Noções de Informática – 5 questões
  • Legislação – 5 questões
  • Noções de Direito – 5 questões
  • Conhecimentos Específicos – 30 questões

Estrutura da prova

Consistirão de questões de múltipla escolha, sendo que cada questão conterá 5 alternativas (A a E) com uma única resposta correta.

Prova discursiva

Será aplicada para todos os cargos/especialidades, na forma de desenvolvimento de um texto dissertativo sobre tema contemporâneo, não atrelado necessariamente ao Conteúdo Programático de Conhecimentos Específicos presentes no edital.

Download de provas anteriores

Técnico Judiciário – Administrativa

Analista Judiciário – Administrativa

Analista Judiciário – Judiciária

Como é cobrada a matéria de Português neste concurso? 

Serão cobrados os seguintes tópicos para todos os cargos:

1 – Compreensão e interpretação de textos: informações literais e inferências possíveis. 

2 – Articulação textual: expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais, coerência e coesão. 

3 – Significação contextual de palavras e expressões. 

4 – Conhecimentos de norma-padrão: 

      a) emprego de crase; 

      b) emprego de tempos e modos verbais; 

      c) emprego e colocação de pronomes; 

      d) regência nominal e verbal; 

      e) concordância verbal e nominal; 

      f) pontuação. 

5 – Linguística: variação linguística, norma linguística. 

Recursos 

O candidato que desejar interpor recurso disporá de 02 (dois) dias úteis para fazê-lo, a contar da data da respectiva divulgação no endereço eletrônico.

 

Gostou deste conteúdo? Deixe seus comentários para ajudar outros candidatos.

COMO SÃO AS PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA ELABORADAS PELA VUNESP

Provas de Língua Portuguesa Elaboradas Pela Vunesp

Para passar em um concurso público elaborado pela Vunesp, o português terá que fazer parte da rotina de estudos do candidato. Como se percebe, a prova de Língua Portuguesa da Vunesp para concursos públicos é abrangente e rigorosa, contemplando diversas habilidades linguísticas dos candidatos.

Read More »
fgv

O que a FGV mais cobra em suas provas de português!

Para ser aprovado em um concurso público organizado pela FGV, é necessário que o candidato dedique tempo e esforço aos estudos da língua portuguesa. Além de dominar os conteúdos exigidos no edital, é essencial desenvolver habilidades interpretativas, ampliar o vocabulário e compreender as regras gramaticais em um contexto discursivo amplo. Há pouquíssimas questões de classificação de termos ou de função. A banca se preocupa com o caráter social da língua, colocando-a em uma dinâmica de análise de seus diferentes recursos.

Read More »

CONTINUE LENDO