/Redação para concurso FGV: conheça a banca!


Redação para concurso FGV: conheça a banca!

180

por: Equipe Flávia Rita

No nosso texto de hoje vamos conversar um pouco sobre a redação da banca Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o perfil da banca. Cada organizadora tem o seu próprio estilo de cobrança e conhecê-lo é essencial para a sua aprovação.

Não é à toa, que sempre recomendo a treinar redação, fazer provas anteriores e praticar muito. Que tal conhecer um pouco mais sobre o perfil da redação FGV e o estilo de cobrança nas provas?

Redação FGV: entendendo o perfil da banca!

Geralmente, a prova de redação FGV pede que o candidato faça um texto dissertativo com 20 ou 30 linhas, e muitas vezes pode trazer um ou dois textos de caráter motivador. O estudante precisa saber interpretar bem as questões, a fim de escrever o raciocínio exigido pela banca. Descubra como escrever uma redação para concurso nota 10, agora. 

Fig.1 – Treine redação!

Geralmente, os critérios de avaliação dessa banca são divididos da seguinte maneira:

-Tema e estrutura!

-Articulação e argumentação

-Correção gramatical e adequação vocabular

Em relação às provas, geralmente, a FGV organiza o Exame da Ordem da OAB, e também é responsável pela elaboração de diversos certames como tribunais, Ministério Público, entre outros. Normalmente, a banca não tem um modelo padrão de prova, ou seja, o nível pode variar muito dependendo do órgão.

Em português, por exemplo, a FGV já elaborou provas fáceis e complexas. É imprescindível que o aluno tenha uma preparação de qualidade, para estar preparado para encarar as questões. A banca FGV cobra muita interpretação de texto, e pode exigir conhecimentos detalhados de gramática. Desta forma, é necessário ter muita atenção e concentração, para resolver as questões de prova.

Temas que já foram cobrados

Para facilitar, separei alguns temas de redação FGV para vocês treinarem:

Prova Técnico TRT 12 – 2017

São bastante conhecidos os sete pecados capitais tradicionais, mas, em função das mudanças ocorridas na sociedade atual, o Vaticano criou, em março de 2008, um conjunto de novos pecados adaptados à era da globalização. – Experimentos “moralmente dúbios” com células-tronco: a Igreja Católica defende a ideia de que a vida começa no momento da formação do embrião.

Portanto, condena qualquer tipo de pesquisa científica com embriões humanos e células-tronco embrionárias. – Uso de drogas: as drogas causam dependência física e psicológica nos usuários e prejudicam o funcionamento harmonioso da família.

É uma atitude contra a vida humana. – Poluição do meio ambiente: a poluição do ar, água e solo trazem prejuízos sérios ao meio ambiente e à saúde das pessoas. – Agravamento da injustiça social: o capitalismo criou, em muitos países, uma má distribuição de renda, deixando à margem da sociedade grande parcela da população (os excluídos sociais). – Riqueza excessiva: o capitalismo favoreceu a concentração de renda, muitas vezes, de forma excessiva.

Algumas pessoas concentram bilhões de dólares, enquanto outros, não têm sequer o que comer. – Geração de pobreza: a pobreza e a miséria estão espalhadas pelo mundo.

Cometem esse pecado aqueles que contribuem para a geração dessas condições sociais. – Violações bioéticas como, por exemplo, controle de natalidade: é considerada violação bioética toda atitude que pretende evitar a geração de vida de forma natural (uso de contraceptivos, cirurgias, aborto, inseminação artificial). Qual desses “novos pecados capitais” lhe parece mais danoso ao ser humano?

Faça um texto dissertativo-argumentativo com número mínimo de 20 (vinte) e máximo de 30 (trinta) linhas, redigido em linguagem culta, defendendo sua posição de modo claro e convincente.

MPE – BA – Analista Técnico – 2017

Mais uma vez discute-se a aposentadoria no Brasil; a Previdência Social, segundo a maioria, é o maior de nossos problemas, que cresce a cada dia. O Governo está tentando aprovar uma proposta que muda alguns pontos da lei atual, mas parece haver uma enorme reação. Nesse caso, o que fazer?

Redija um texto dissertativo-argumentativo, com no mínimo 20 (vinte) e no máximo 30 (trinta) linhas, em língua padrão, em que você deve apresentar uma possível solução para o impasse. Não esqueça de apresentar argumentos pertinentes.

Analista Judiciário – Área Judiciária  TRT 12

Clodoaldo é caixa executivo no Banco Estrela do Sul S.A.,cumprindo jornada de 2ª a 6ª feira das 10:00 às 19:00 horas, com intervalo de 1 hora para refeição.

O empregado em questão recebe salário fixo mensal de R$3.000,00 acrescido de gratificação de função no valor R$1.500,00. Além do serviço ordinário de um caixa executivo, na mesma jornada de trabalho e no mesmo local, Clodoaldo ainda faz venda de plano de saúde,
seguro de vida e previdência privada de empresas subordinadas ao seu empregador, ganhando comissão sobre tais vendas.

Durante 2 meses o gerente de relacionamento Juraci afastou-se em razão de doença, e nesse período Clodoaldo o substituiu. Diante da situação retratada, de acordo com a CLT e o entendimento consolidado pelo TST:

i. analise se existe alguma responsabilidade das empresas
subordinadas ao empregador de Clodoaldo pelo pagamento de
eventuais direitos lesados e, em caso positivo, em que nível,
justificando;

Isso também pode lhe interessar:
  Redação para concurso: como se planejar para estudar?

ii. informe se a comissão auferida por Clodoaldo pela venda de
plano de saúde, seguro de vida e previdência privada integrará a
sua remuneração, justificando;

iii. analise se a jornada cumprida por Clodoaldo enseja
pagamento de horas extras, justificando;

iv. informe se Clodoaldo tem direito a alguma diferença salarial
pelo período no qual substituiu Juraci, justificando;

v. informe se Clodoaldo possui mais de um vínculo de emprego
pelo fato de realizar vendas em benefício das empresas
subordinadas ao seu empregador, justificando.

Quantidade máxima de linhas: 30
Valor da questão: 8 pontos

Jorge trabalhou como técnico de manutenção para a empresa Máquinas Eternas Ltda., localizada em Balneário Camboriú (SC), de 14.10.2012 a 20.01.2015, quando pediu demissão. Jorge ajuizou reclamação trabalhista pelo rito ordinário contra o ex empregador em 19.03.2017, requerendo o pagamento de horas extras, adicional noturno e adicional de insalubridade.

A reclamação foi distribuída para a 32ª Vara do Trabalho de
Balneário Camboriú e, na data designada para a audiência, o reclamante não compareceu. Posteriormente, em 13.05.2017, Jorge ajuizou a mesma ação contra a mesma empresa, cumprindo todos os requisitos legais, e desta feita compareceu à audiência de conciliação.

Feito o pregão e tentado o acordo entre as partes, sem êxito, a empresa apresentou contestação na qual sustentou a ocorrência de prescrição extintiva e requereu a imediata suspensão do processo porque conseguiu a sua recuperação judicial na semana anterior à audiência, comprovando documentalmente o fato, o que exigiria a paralisação do feito por 180 dias.

Diante da situação retratada, de acordo com a Lei e o
entendimento consolidado pelo TST, responda:

i. qual será o resultado da 1ª ação, justificando;

ii. informe se a 2ª demanda será levada à livre distribuição,
justificando;

iii. analise se existe prescrição extintiva, justificando;

iv. analise se a 2ª demanda deve ser suspensa, justificando.

Quantidade máxima de linhas: 30
Valor da questão: 6 pontos

Determinada sociedade empresária foi fiscalizada, no mesmo dia, em duas ocasiões distintas. Na primeira, fiscais estaduais identificaram o descumprimento das normas veiculadas em Lei Estadual X que estabeleceu “a política estadual de proteção da saúde do trabalhador, segurança e higiene do trabalho e dispôs sobre o controle de sua observância”, aplicando as multas ali previstas. Na segunda, fiscais federais aplicaram multas com base na Lei Federal Y, que dispunha sobre “a qualidade ambiental ocupacional”.

À luz desses fatos, o diretor-presidente da sociedade empresária solicitou ao seu departamento jurídico que analisasse dois aspectos: a compatibilidade da Lei Estadual X e da Lei Federal Y com a Constituição Federal de 1988 e o juízo competente para analisar possíveis ações judiciais que se insurjam contra as multas aplicadas.
Analise os aspectos mencionados.

Quantidade máxima de linhas: 20
Valor da questão: 6 pontos

 

É hora de praticar!

Fig.2 – Pratique redação!

Para dominar a redação FGV é necessário praticar. No edital do seu concurso, por exemplo, está descrito os critérios de correção, por isso, leia sempre com atenção e cautela. No seu planejamento, inclua redação.

Para o cargo de técnico do TRT 12, a FGV cobrou os seguintes critérios:

A redação deverá ser redigida em gênero dissertativo-argumentativo, com número
mínimo de 20 (vinte) e máximo de 30 (trinta) linhas.
A redação valerá 20 (vinte) pontos.
A redação será corrigida segundo os critérios a seguir:

PARTE 1 – ESTRUTURA TEXTUAL GLOBAL
(A) ABORDAGEM DO TEMA 8 pontos
Considera a capacidade de o candidato selecionar argumentos convenientes, dentro do perfil esperado,
assim como a boa seleção desses argumentos.

(B) PROGRESSÃO TEXTUAL 7 pontos
Considera a capacidade de o candidato mostrar coesão e coerência entre os parágrafos componentes do
texto por ele redigido, assim como a distribuição do tema por uma evolução adequada de suas partes.
PONTUAÇÃO MÁXIMA – PARTE 1 15 pontos

PARTE 2 – CORREÇÃO GRAMATICAL
A correção gramatical será considerada sob o aspecto da melhor expressão escrita do ponto de vista
comunicativo, ou seja, de sua adequação à situação comunicativa.

PONTUAÇÃO DEDUÇÃO POR CADA ERRO
(A) SELEÇÃO VOCABULAR 2 pontos 0,2 ponto

Considera problemas de inadequação vocabular, troca entre parônimos, emprego de palavras gerais por
específicas, emprego de vocábulos de variação linguística inadequada, marcas de oralidade.

(B) NORMA CULTA 3 pontos 0,3 ponto

Considera problemas gerais de construção frasal do ponto de vista comunicativo.
PONTUAÇÃO MÁXIMA – PARTE 2 5 pontos

Treine, pratique e procure sempre conhecer os seus pontos fracos para saná-los. Tenha o hábito de fazer redação, e lembre-se de treinar antes de sair o edital, ou seja, nada de tentar aprender a fazer redação na hora da prova. Para ajudar, confira como fazer uma redação nota 10.

Procure fazer redação, pelo menos, duas vezes por semana e não seja uma pessoa alienada, procure ficar por dentro de tudo o que acontece ao seu redor. Fique atento aos erros na sua redação, para saná-los. Tente identificar as suas maiores dificuldades para elaborar redação FGV ou de qualquer outra banca.

Isso também pode lhe interessar:
  Prova de redação FCC: 7 dicas para a sua preparação

Você demora para começar a escrever? Tem dificuldade em estabelecer um raciocínio? Não sabe como introduzir um tema ou fazer um desenvolvimento? Não consegue fazer uma conclusão? É essencial que você consiga descobrir as suas dificuldades, para superá-las até o dia da prova e conquistar a sua aprovação.

Já conversamos sobre a redação FGV, mas você, também, está resolvendo questões objetivas da banca? Esse treino também é essencial para você conhecer o perfil de cobrança e os tipos de questões recorrentes. Você também aproveita para fazer revisão, principalmente, dos detalhes. Resolver questão, também, ajuda no desenvolvimento da sua redação.

Para facilitar, separei algumas questões da banca FGV, para você testar os seus conhecimentos. Vamos, lá?

Banca FGV – 2017 – SEPOG – RO

“Temos uma notícia triste: o coração não é o órgão do amor.”

Nesse caso, o emprego dos dois pontos se justifica porque 

a) se esclarece a seguir o sentido de palavras anteriores.

b) é explicada uma afirmação precedente.

c) se mostra a conclusão de um raciocínio.

d) se explicita o termo “notícia triste”.

e)se retifica um erro cometido.

Gabarito: D

FGV – 2017 – MPE – BA

“Estou há pouco mais de dois anos morando na China, leitor, e devo dizer que a minha admiração pelos chineses só tem feito crescer”

O emprego da forma verbal “tem feito” é perfeitamente adequada ao contexto, já que esse tempo verbal expressa ações: 

a)completamente passadas;

b)que se repetiram no passado;

c)que se iniciaram no presente;

d) iniciadas no passado que continuam no presente;

e)iniciadas no presente e de duração indeterminada.

FGV – Prefeitura de Salvador

O par que mostra um substantivo e um adjetivo ou verbo que não correspondem é:

a) Passado – passar.

b) Levado – leveza.

c) Trágica – tragédia.

d) Enorme – enormidade.

e) Mentiroso – mentir.

FGV – 2016 – Prefeitura de Paulínia 

Teria sido o mundo criado jamais se o seu criador tivesse medo de suscitar confusão? Criar vida quer dizer criar confusão.”

Sobre a estruturação gramatical da frase acima, assinale a afirmativa correta.

a)A forma ativa correspondente a “Teria sido criado” é “teria criado”.

b) O advérbio “jamais” traz o significado prioritário de negação.

c)O pronome possessivo “seu” teria que, por clareza, ser substituído por “dele”.

d)A forma verbal “tivesse” expressa o valor de tempo futuro.

e)A forma verbal “suscitar” poderia ser corretamente substituída por “que suscite”.

Gabarito: A

Seja organizado nos seus estudos: monte uma planilha para saber o percentual (%) de acerto nos exercícios que você faz. Só avance para o próximo assunto, quando atingir 70%. Por meio de resolução exaustiva de questão, você vai conseguir identificar o perfil de cobrança da FGV, ou de qualquer outra banca que for fazer prova.

Além disso, vai conseguir descobrir quais assuntos domina ou têm mais dificuldade. Não é à toa, que fazer exercício é uma das formas mais efetivas para você estudar e conseguir aprender o conteúdo. Por isso, não deixe de incluir no seu planejamento treino de redação FGV e a resolução de questão da banca.

Espero que tenha gostado do texto, e desejo que você possa conseguir a sua aprovação, logo.

Antes de ir embora, não deixe de fazer o seu download GRATUITO do e-book com 100 questões comentadas de português, que preparei com muito carinho.

Dicas de estudo FGV

Um dos certames organizados pela FGV é o Ministério Público de Alagoas, que tem oportunidades para nível médio e superior, e remuneração que pode chegar a mais de R$ 4 mil. Você fará esse concurso? Então, aproveite:

Curso on-line: Português – Teoria + Exercícios para concurso – MPAL/FGV – Todos os cargos – Professora Flávia Rita

Ministrado pela Professora Flávia Rita, o Curso Teórico e de exercício do Concurso para o Ministério Público de Alagoas aborda todo o conteúdo cobrado na prova objetiva para os cargos Analista, Assistente Social, Auditor do MP, Engenheiro Civil, Psicólogo e Biblioteconomista, também para os cargos Geral e Tecnologia da Informação, no que se refere a Língua Portuguesa do edital da organizadora FGV.

Além da parte teórica, o curso ainda tem resolução de questão, para você treinar o seu desempenho e fixar os conceitos aprendidos.

Você já tem base teórica? Então, aproveite para fazer uma revisão com o Curso on-line: Português – Correção de Provas de Concursos – MPAL/FGV – Professora Flávia Rita. Focado na prática, você vai conseguir identificar os assuntos que domina ou precisa reforçar os seus estudos. Ideal para reta final. Vamos lá?

Você já conseguiu gabaritar redação FGV? Conte-me pelos comentários!

Muito sucesso!

Equipe Flávia Rita

Deixe seu Comentário

Comentários