/Sinais de pontuação para concurso na redação: como usá-los?


Sinais de pontuação para concurso na redação: como usá-los?

Sinais de pontuação para concurso na redação: como usá-los?

59

por: Equipe Flávia Rita

Uma vírgula pode mudar a sua vida, sabia? No texto de hoje, vamos abordar a importância da pontuação para concurso público com foco em redação, pois não adianta NADA você saber fazer a introdução, desenvolvimento e a conclusão, e não conhecer pontuação. Afinal, um ponto ou uma vírgula errada podem alterar todo o sentido seu texto. Vamos, juntos?

A importância de saber pontuação para concurso!

Conhecer bem as regras de pontuação para concurso e tão importante quanto saber estruturar a sua redação. A pontuação será a responsável por organizar e sinalizar todo o seu texto, a fim de desenvolver o sentido.

Desta forma, o examinador conseguirá compreender a informação transmitida. Logo, estudar e conhecer as regras de pontuação é fundamental para que a ideia do seu texto fique bem desenvolvida.

Dicas de como usar os sinais!

Entendeu a importância de estudar pontuação para concurso? Neste tópico, vou revisar com vocês algumas dicas sobre vírgula, ponto final, travessões, entre outros. Vamos lá? Não se esqueça de pegar um papel e uma caneta, para anotar os principais. Tenho certeza de que irá te ajudar, muito.

Vírgula

Sem dúvida, é um dos sinais de pontuação para concurso que mais geram dúvidas e que muitos alunos erram. O principal erro, por exemplo, é o uso da vírgula separando sujeito do predicado. Observe o exemplo:

  • Eu,vou conseguir minha classificação em 2018!

Nessa frase, a vírgula está sendo empregada de maneira errada. Conseguiu perceber?

Fig.1- a importância da vírgula

Atenção! A vírgula é utilizada para:

  • Separar termos que têm a mesma função sintática: Maria focou, estudou, passou e comemorou!
  • Isolar vocativo: Senhor presidente, envie o relatório!
  • Isolar aposto: Maria, ex-aluna, passou no concurso público
  • Isolar termos antecipados que podem ser complemente ou adjunto: uma vontade de comemorar muito forte, quando eu encontrei meu nome no Diário Oficial da União.
  • Separar expressões explicativas, conjunções, elementos de coesão, conectores, entre outros.

A vírgula é um dos sinais de pontuação para concurso mais cobrados, por isso, estude com muita atenção.

Pontos!

São vários: ponto de interrogação, ponto final, ponto de exclamação, dois pontos, aspas, entre muitos outros. É um dos temas de pontuação para concurso, que também precisa ser estudado e revisado.

O ponto final indica uma pausa total:

  • Vou estudar e passar.

O ponto e vírgula deve ser usado para:

Separar itens que estão enumerados:

  • Temas fundamentais de português para concurso
  • Concordância verbal;
  • Concordância nominal;
  • Crase;
  • Uso do que/se,
  • Pronomes.

Separar orações coordenadas, que não são unidas por conjunções e têm relação entre si:

Maria estudou; passou no concurso.

Dois pontos:

  • Usado quando vai introduzir uma fala ou citação:

Ela disse: não foi dessa vez. Não passei.

  • Enumeração:

Um conselho: estude, revise, faça exercícios e treine!

Viu a importância de entender pontuação para concurso? Espero que essa revisão tenha te ajudado, um pouco.

Treine por exercício!

Dominar português é essencial para a sua aprovação. Uma das melhores estratégias para aprender pontuação para concurso é por meio de resolução de exercício. Não tem jeito: é praticando que você aprenderá o conteúdo e vai conhecer a forma de cobrança de cada banca.

Fig.2 – Faça exercício

Conhecer os sinais de pontuação é imprescindível para você fazer um texto bem estruturado. Conforme já conversamos, não adianta saber estruturar bem a redação e não dominar o conteúdo. Pontuação é assunto recorrente nas provas e cobrado por todas as bancas de concurso. Não importa se você está estudando para a FCC, FUNDEP, CESPE ou ESAF, você precisa conhecer e saber usar a vírgula, travessão, ponto final, entre outros assuntos. Entendeu a importância de estudar pontuação para concurso?

 Como o conteúdo é cobrado em prova?

 

Que tal conferir algumas questões que foram cobradas em prova? Escolhi exercícios de bancas diferentes, para que vocês possam assimilar melhor as formas de cobrança de cada banca, uma vez que cada uma tem um estilo diferente.

TCE -SP – Fundação Carlos Chagas – 2017 Cargo: Agente de Fiscalização – Administração

Assinale a alternativa em que a vírgula está empregada de acordo com a norma-padrão.

Isso também pode lhe interessar:
  Dicas de estudo: Redação Oficial para concursos!

a) A China mais uma vez foi a responsável, por colocar a energia fotovoltaica no papel de estrela, conforme mostra o relatório “Renováveis 2017 – Análise e Previsões para 2022”.

b) A China, mais uma vez, foi a responsável por colocar a energia fotovoltaica no papel de estrela, conforme mostra o relatório “Renováveis 2017 – Análise e Previsões para 2022”.

c) A China, foi a responsável, mais uma vez, por colocar a energia fotovoltaica no papel de estrela, conforme mostra o relatório “Renováveis 2017 – Análise e Previsões para 2022”.

d) Mais uma vez a China foi, a responsável, por colocar a energia fotovoltaica no papel de estrela conforme mostra o relatório “Renováveis 2017 – Análise e Previsões para 2022″.

e)Mais uma vez, a China, foi a responsável por colocar a energia fotovoltaica no papel de estrela conforme mostra o relatório “Renováveis 2017 – Análise e Previsões para 2022”.

Gabarito: Letra B

 

TRF 1ª região – Cespe/Unb – TRF 1ª região – Nível superior – conhecimentos básicos

Texto CB1A2AAA

No direito brasileiro convencional, a relação entre a espécie humana e as demais espécies animais limita-se à tutela dos animais pelo poder público em função da sua utilidade enquanto fauna brasileira intrínseca ao meio ambiente equilibrado. Alguns doutrinadores brasileiros novadores defendem a existência de um direito animal, ou seja, de direitos garantidos aos animais não humanos como sujeitos.

A Constituição de 1988 contém uma norma que protege os animais, independentemente de sua origem ou  classificação. Porém, a proteção que lhes é garantida baseia-se em um argumento puramente utilitarista: os animais são protegidos com a finalidade de garantir um hábitat saudável às  atuais e futuras gerações humanas.

Desprovidos de valor próprio e de relevância jurídica no direito penal, os animais são tema de direito civil. Ainda são estudados na atualidade brasileira, sob a influência do direito romano, como simples coisas semoventes, como se desprovidos fossem da capacidade de sentir dor ou apego. Em jurisprudência majoritária, são apenas objetos que possuem a capacidade de se mover e que podem proporcionar lucros aos
seus proprietários.

Questão:

Caso fosse inserida vírgula após “poder público”, a correção gramatical do texto seria mantida.

Certo (     )        Errado (     )

Gabarito: certo

FUNAI – ESAF – 2016

Assinale o trecho em que foram plenamente atendidas as regras de emprego dos sinais de pontuação.

a) No Brasil, a função do índio romântico foi significativa e extravasou do campo da literatura. Já inexistente nas regiões civilizadas, o índio se tornou a imagem ideal, que permitia, a identificação do brasileiro com o sonho de originalidade e de passado honroso; além de contribuir para reforçar o sentimento de unidade nacional.

b) Como escreveu Roger Bastide, o índio romântico serviu de álibi para se conceituar, de maneira confortadora, a mestiçagem, que lhe foi atribuída estrategicamente. A mestiçagem com o negro, mais frequente, era considerada humilhante em virtude da escravidão.

c) O indianismo criou um antepassado mítico a quem foram atribuídas arbitrariamente virtudes convencionais, incluindo-se, as relacionadas ao cavaleiro medieval, tão em voga, na literatura romântica.

d) Até hoje é geral, o uso de prenomes e sobrenomes indígenas, não raro tomados de textos literários; a própria Monarquia ao distribuir títulos de sua nobreza improvisada, associouos à convenção nativista, em combinações pitorescas como: barão de Pindamonhangaba, marquês de Quixeramobim…

e) Função paralela à do índio, foi exercida no Romantismo, pela exaltação à natureza. Com efeito, na falta de uma ilustre tradição local que permitisse evocar paladinos e varões sábios desde a Antiguidade (como ocorria na Europa) a natureza brasileira entrou, de certo modo, em seu lugar como motivo de orgulho.

(Adaptado de O Romantismo no Brasil, de Antonio Candido, p.88.)

Gabarito: letra B

 

TRE – MG – Consulplan – 2016

Em  relação  à  pontuação,  assinale  o  trecho  do  texto  que  está  de  acordo  com  as  normas  gramaticais  da  língua  portuguesa.

a) “Entretanto esses direitos nem sempre são respeitados e, ainda, cabe a sua regulamentação.”

b)“Então, juridicamente falando, para que o animal tenha o seu direito exercido, é necessário que alguém responda por  ele, por isso cabe ao dono o dever de guarda ou controle.”

c) Mas ao contrário do que muita gente pensa, não existem direitos específicos para os animais de estimação. Como  parte do meio ambiente eles têm proteção garantida contra práticas que os submetem à crueldade.”

d) “E no direito brasileiro um animal é considerado uma coisa, difícil de entender, pois, ‘coisa’ dá uma ideia de algo inanimado, mas talvez seja pelo fato de um animal não possuir personalidade jurídica, não respondendo assim pelos seus atos.”

Isso também pode lhe interessar:
  7 dicas de português para concurso sobre verbos!

Gabarito: letra B

Consulplan – 2015 – Prefeitura de Juatuba

“Um amigo meu estava ofendido porque um jornal o chamou de boa-vida. Vejam que país, que tempo, que situação!”
O emprego da exclamação, no excerto anterior, tem o sentido de

a) alegria

b)  desejo.

c)  espanto.

d) desprezo.

Gabarito: B

Fazendo exercícios, você vai conseguir assimilar melhor como pontuação para concurso é cobrado, e vai conseguir entender a forma correta de usar vírgula, ponto final, exclamação, entre outros sinais, e pode ter certeza de que isso vai te ajudar na elaboração da sua redação também, pois os sinais dão sentido e vida ao texto.

FCC – 2017 – TRT RN – Técnico Judiciário – Área Administrativa

Está plenamente adequada a pontuação do seguinte período:

a) A produção cinematográfica como é sabido, sempre bebeu na fonte da literatura, mas o cinema declarou-se, independente das outras artes há mais de meio século.

b)Sabe-se que, a produção cinematográfica sempre considerou a literatura como fonte de inspiração, mas o cinema declarou-se independente das outras artes, há mais de meio século.

c)Há mais de meio século, o cinema declarou-se independente das outras artes, embora a produção cinematográfica tenha sempre considerado a literatura como fonte de inspiração.

d)O cinema declarou-se independente, das outras artes, há mais de meio século; porém, sabe-se, que a produção cine- matográfica sempre bebeu na fonte da literatura.

e) A literatura, sempre serviu de fonte inspiradora do cinema, mas este, declarou-se independente das outras artes há mais de meio século − como é sabido. 

Gabarito:  C

FCC – 2017 – TRF 5ª região

A exclusão da vírgula altera o sentido da frase:

a)Certamente, imagem não é sonho porque requer muito trabalho da nossa imaginação.

b)As imagens mais ricas do passado estão nos artistas, que são mais imaginosos.

c)Quando alguém se põe a recordar, os fatos presentes adulteram o passado.

d)Num tempo difícil como o nosso, muitas imagens do passado são ainda mais gratas.

e)Não convém rememorar muito, se queremos atentar para as forças do presente.

Gabarito: letra B

FCC – TST – 2017

A supressão da vírgula altera o sentido da frase:

a) Entre os fenômenos da cultura brasileira, destaque-se a evolução de nossa música popular.

b) É inegável o talento dos nossos compositores, que se esmeraram na criação de suas canções.

c) Ao contrário do que ocorre em outras culturas, nossa música popular atinge um patamar de altíssima qualidade.

d) Foram aplaudidos todos os compositores, numa cerimônia que certamente demoraremos a esquecer.

e) Há músicos de origem bastante modesta, que nem por isso deixam de produzir arte das mais sofisticadas.

Gabarito: B

 

Fig.3 – Anote o % de acerto em cada exercício

Lembre-se de sempre medir o seu percentual (%) de acerto nas questões. Sugiro que faça uma planilha com os conteúdos cobrados no edital do seu concurso e sempre que fazer exercício coloque a quantidade acerto, erro e o % atingido. É uma das melhores maneiras para você identificar em qual assunto está dominando e qual precisa de reforço. Mude de assunto quanto atingir 70%, viu?

Fazendo exercício você conhece o perfil da sua organizadora, a forma de cobrança e os principais assuntos que podem cair na sua prova. Além disso, você aproveita para fazer uma revisão do assunto. Outra dica é nunca “esquecer” as questões erradas, viu? Refaça-as novamente e tente entender o porquê do erro.

 

Para ajudar na sua preparação, a professora Flávia Rira elaborou um curso GRATUITO com as melhores técnicas de estudo para concurso público. É grátis!

Espero que esse artigo ajude você a entender a importância da pontuação para concurso, não apenas para a sua redação, mas, também, para a sua prova objetiva. Continue caminhando rumo à realização do seu sonho e pode contar sempre comigo.

 

Qual conteúdo você tem mais dúvida? Envie o seu comentário para a gente e não se esqueça de compartilhar essas dicas nas suas redes sociais.

Deixe seu Comentário

Comentários