/Verbos FCC: 7 dicas que você precisa saber!


Verbos FCC: 7 dicas que você precisa saber!

1137

por: Equipe Flávia Rita

Neste post, você confere 7 dicas sobre verbos,que você deve saber para gabaritar a sua prova. FCC. Vamos lá?

Português para concurso: verbos intransitivos

Coloque no seu resumo: chegar, ir, voltar, retornar e comparecer são intransitivos e exigem a preposição a quando são seguidos por adjunto adverbial de lugar, indicando destino.

NÃO ADMITEM EM E VARIAÇÕES!

Para ficar mais claro, observem os exemplos:

  • Fomos ao local do crime
  • Chegou a Londres

Falta/Faltam

O verbo deve concordar com o sujeito da frase. Muito cuidado com as pegadinhas na hora da prova, viu?

  • Falta uma semana para a prova
  • Faltam três dias para a publicação do gabarito

A/Há

O há deve ser usado para indicar tempo passado, decorrido. É a forma conjugada do verbo haver na 3ª pessoa do singular do presente do indicativo. É um dos conteúdos mais cobrados no português para concurso.

  • Há vagas em concurso
  • Há muito tempo eu estudei e passei para técnico do TRT.

Atenção: Lembre-se de que o verbo haver no sentido de existir, ocorrer ou tempo decorrido é impessoal e deve ser utilizado no singular.

  • Nesse concurso, há concorrentes (sentido de existir)
  • Já houve muitos acidentes nesse percurso (sentido de ocorreram)
  • Havia anos que não via a minha família (sentido de tempo de decorrido).

Já o a, é usado como preposição como, por exemplo, quando se refere à distância:

  • Estamos a cinco minutos da escola
  • A professora chegará ao curso daqui a 20 minutos.

Interviu/Interveio

Sem dúvida, um dos verbos mais recorrentes em provas de português para concurso, principalmente, da banca Fundação Carlos Chagas

Então, por favor, decore: interviu NÃO existe!

O correto é interveio, que é conjugada do verbo intervir no pretérito perfeito do indicativo, na 3ª pessoa do singular, sendo derivado do verbo vir. Lembre-se de que o mesmo ocorre com outros tipos de verbos como convir e advir, por exemplo.

Faz/Fazem

Muito cobrado pelas organizadoras, lembre-se de que quando o verbo “fazer” for usado para indicar tempo decorrido ou a decorrer, ele é impessoal, ou seja, não apresenta sujeito. Desta forma, ele permanece no singular. Observe o exemplo:

  • Já faz anos que não vejo minha irmã!

Assistir/ Assistir a

O verbo assistir pode ter vários significados, sabia? É fundamental que você “decore”, se quiser gabaritar a prova de português para concurso:

No sentido de socorrer/auxiliar é verbo transitivo direto, ou seja, sem preposição:

  • Os pais assistem os filhos em muitos momentos da vida

No sentido de ver/presenciar é verbo transitivo indireto, exigindo a preposição a:

  • Assistimos a inúmeros filmes ontem
  • Assistiu ao filme sozinho

No sentido de caber, também, exige a preposição a:

  • Isso assiste ao governo

O verbo também pode ser intransitivo no sentido de morar/residir, exigindo a preposição em:

  • Ele assiste em Fortaleza

Descriminar/ discriminar

São palavras parecidas, mas com significados diferentes. Observe:

  • Descriminar: inocentar, absolver do crime
  • Discriminar: separar, diferenciar.

Para você entender melhor, confira as dicas no vídeo abaixo:

Você sabia que todas as palavras aceitas pela norma culta podem ser encontradas no Vocabulário Ortográfico de Língua Portuguesa? Confira!

Questões para você treinar

2018 – Banca FCC – SEFAZ-GO/ Auditor Fiscal da Receita Estadual

A frase em que a concordância está em conformidade com a norma-padrão da língua é:

 

A  Apolo, assim como a divindade antípoda, Dioniso, está nos fundamentos da representação de beleza para os gregos.

 

B Durante séculos exercem influência sobre os artistas ocidentais o conceito de beleza que vigorava na antiga Grécia.

 

C Sabem-se que os padrões de beleza para os gregos estão atrelados a uma visão específica de equilíbrio.

 

D Tanto Apolo quanto Dioniso são divindades cuja simbologia, especialmente no plano das artes, são riquíssimas.

 

E Criar ou apreciar obras de arte requerem a ativação de valores relativos à beleza, os quais são complexos e variáveis.

Gabarito: A

Comentários:

Na alternativa B há erro de concordância: o correto é exerceu. Na letra C, o sujeito é indeterminado e o verbo fica na 3ª do singular. Na letra D, outro erro de concordância: o correto  é riquíssima. Na letra E, os sujeitos são formados por infinitivos não determinados e, por isso, o correto seria REQUER e não requerem como está na alternativa.


2018 – FCC – CLDF

“A primeira marca do príncipe soberano é o poder de dar lei a todos em geral, e a cada em particular. Mas isso não basta, e é necessário acrescentar: sem o consentimento de maior nem igual nem menor que ele.” “O soberano de uma República, seja ele uma assembleia ou um homem, não está absolutamente sujeito ..I.. leis civis. Pois tendo o poder de fazer ou desfazer as leis, pode, quando lhe apraz, livrar-se dessa sujeição revogando as leis que o incomodam e fazendo novas.”

A primeira destas frases é do francês Jean Bodin (1576). A segunda é de Thomas Hobbes (1651). Ambos conferem ao Príncipe legítimo uma potência (potestas) tal que o exercício do seu poder acha-se, como se vê, liberto de toda norma ou regra. E, para medirmos a inovação assim introduzida, basta recorrermos ..II.. frase de um teólogo do século XII: “A diferença entre o príncipe e o tirano é que o príncipe obedece à Lei e governa ..III.. seu povo em conformidade com o Direito.”

(Adaptado de: LEBRUN, Gérard. O que é poder. Tradução de Renato Janine Ribeiro e Silvia Lara. São Paulo: Brasiliense, 1995, p. 28-29.)

Preenchem corretamente as lacunas I, II e III do texto, na ordem dada:

A  às – à – o 

B  às – a – ao 

as – à – ao 

D  às – a – o 

as – à – o 

Gabarito: A

No item I o termo sujeito rege a preposição A,  no  item II o termo recorrer rege a preposição A e no item III não há crase pois governar é transitivo direto.


(FCC/Analista/TJ-AP) …os supostos da modernidade (…) dependem, para se materializarem, da força do Judiciário…

O verbo que possui, no contexto, o mesmo tipo de complemento que o sublinhado acima está empregado em:

(A)   …os preceitos da igualdade prevaleçam na realidade concreta.

(B) …carregando em uma das mãos uma balança…

(C) O justo não é mais correspondente à função…

(D) … e vive da desigualdade…

(E) … que ocorreram da Antiguidade grega até nossos dias.

Na frase base, o verbo “depender”  é transitivo indireto, portanto o termo destacado deve também ser transitivo indireto. Em A, tem-se um verbo intransitivo. Em B, tem-se um verbo transitivo direto. Em C, tem-se um verbo de ligação. Resposta correta – letra D:  Em D, tem-se um verbo transitivo indireto. Lembrete: Viver normalmente é verbo intransitivo, contudo, nessa alternativa, vive-se de alguma coisa (OI). Exemplo: Ele vive (VTI) de renda (OI). ≠ Ele vive (VI) na rua (adj. adv.). Em E, tem-se um verbo intransitivo.


(F.C.Chagas/Assistente/PGE-BA) Os pronomes estão empregados corretamente em:

(A)   Se observa muita falta de educação nos ônibus onde, muitas vezes, se desrespeita o direito de os passageiros viajarem em paz.

(B)   Observa-se muita falta de educação nos ônibus onde desrespeita-se, muitas vezes, o direito de os passageiros viajarem em paz.

(C)   Se observa muita falta de educação nos ônibus onde, muitas vezes, não respeita-se o direito de os passageiros viajarem em paz.

(D)   Se observa muita falta de educação nos ônibus em que não respeita-se, muitas vezes, o direito de os passageiros viajarem em paz.

(E)    Observa-se muita falta de educação nos ônibus em que, muitas vezes, não se respeita o direito de os passageiros viajarem em paz.                                                                         

Em A, a forma correta é “Observa-se”, pois não se usa próclise no início de frase. Em B, a forma correta é “se desrespeita”, pois onde, pronome atrativo, impõe a colocação proclítica. Em C e D, ocorrem os erros das letras A e B, combinados. Resposta correta – letra E: Observa-se (ênclise obrigatória) /não se respeita (próclise obrigatória – palavra de sentido negativo).


(F.C.Chagas/Técnico/MPE-AM) … para lidar com as múltiplas vertentes da justiça

O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o da frase acima se encontra em:

(A)   A palavra direito, em português, vem de directum, do verbo latino dirigere

(B) … o Direito tem uma complexa função de gestão das sociedades…

(C) … o de que o Direito […] esteja permeado e regulado pela justiça.

(D) Essa problematicidade não afasta a força das aspirações da justiça…

(E) Na dinâmica dessa tensão tem papel relevante o sentimento de justiça.

Na frase base, o verbo “lidar” é transitivo indireto, portanto o termo destacado deve também ser transitivo indireto. Resposta correta – letra A: Em A, tem-se um verbo transitivo indireto, tal qual ocorre na frase base; “de directum” funciona como objeto indireto do verbo “vir”, empregado no sentido de “originar-se”. Em B, tem-se um verbo transitivo direto. Em C, tem-se um verbo transitivo direto em forma de passiva analítica. Em D, tem-se um verbo transitivo direto. Em E, tem-se um verbo transitivo direto.

Português para concurso: dicas de estudo!

  • Faça um planejamento para estruturar e organizar a sua rotina. Isso vai ajudar você a manter o foco nas metas diárias e no seu objetivo.
  • Defina quanto tempo de estudo disponível você tem. Seja realista e lembre-se de que o cronograma deve ser adequado a sua realidade. Não adianta fazer um planejamento de 08 horas, se você tem três disponíveis.
  • Tenha disciplina. Você precisa estudar e se dedicar para conseguir a sua aprovação. Precisa se esforçar e fazer por merecer a sua vaga no serviço público.
  • Como está a sua base em português? Precisa revisar teoria ou exercício? Descubra o curso ideal para você!
  • No seu planejamento de estudo, inclua resolução de exercício. Se a banca do seu concurso já está definida, então foque. Quanto mais questões resolver, mais você vai conhecer o estilo da banca, a forma de cobrança e os tipos de conteúdos mais recorrentes. Faça uma lista dos assuntos que mais aparecem. Isso pode ajudar na revisão final, por exemplo.
  • Tenha o hábito de resolver exercícios por assunto. Faça uma planilha e coloque os conteúdos: crase, verbo, interpretação de texto, pontuação, entre outros. Tente resolver várias questões e vá anotando o seu percentual (%) de acerto/erro em cada uma. Você vai conseguir descobrir os seus pontos fortes e fracos, para saná-los.
  • Tenha sempre perto de você uma boa gramática. Isso é fundamental para fazer revisão ou ajudar a sanar alguma dúvida, por exemplo. O Livro Português Descomplicado, além de toda a teoria, tem mais de 300 questões comentadas e 1.000 para você treinar.
  • Não abra mão de fazer atividade física durante a sua preparação. A grana está curta? Invista em uma caminhada. Além de ajudar a manter a forma, isso vai auxiliar na memorização e na sua produtividade.
  • Durma bem! Sono é um aliado para o seu aprendizado.
  • Ao estudar, fique longe das distrações. Nada de perder tempo com redes sociais, aplicativos de celulares, entre outros itens que podem gerar distração. Qual o seu objetivo? A aprovação! Então foque! Deixe para ficar por dentro das novidades do mundo on-line quando você terminar os estudos ou no intervalo.
  • Nada de estudar desanimado, viu? Você precisa colocar energia e força de vontade para fazer acontecer. Antes de estudar, pense e reflita o porquê você quer a sua aprovação e como isso vai mudar a sua vida. Conecte-se com as coisas que você quer e estude com entusiasmo e alegria. Tenha interesse em aprender e reter o conteúdo na sua memória. Estude com garra!
  • O segredo da aprovação é a constância nos seus estudos. É a superação de desafios, barreiras e obstáculos. Lembre-se de cada um tem a sua jornada, por isso, não perca tempo se comparando com outras pessoas. Viva a sua história e trilhe a sua jornada. Em cada dia, busque ser a sua melhor versão e dê o seu melhor para conseguir excelentes resultados.
  • Não seja uma pessoa passiva, mas ativa. Saiba o que você quer de verdade e lembre-se de que a sua aprovação só depende de você e do seu esforço. Não desista até chegar aonde realmente deseja, combinado?

Qual concurso está focado? Envie o seu comentário e não se esqueça de compartilhar essas dicas nas suas mídias sociais. Bons estudos e muito sucesso!

Confira também:

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Comentários