fbpx
É correta a expressão “face a”? 

É correta a expressão “face a”? 

Equipe Flávia Rita

A expressão "face a" é muitas vista na língua coloquial. Contudo, seu uso não é aceito pela norma culta. Entenda agora o porquê.

Você já deve ter usado a expressão “face a” e, com certeza, deve ter se perguntando se ela seria uma forma correta na norma culta. De modo a não ter mais dúvidas, vamos ver qual o sentido dessa locução e qual o modo correto de empregá-la segundo as prescrições da gramática normativa.

O sentido da expressão “face a”

A expressão “face a” é uma derivação coloquial da forma normativa “em face de”. Essa é classificada como uma locução prepositiva, ou seja, é uma estrutura cujo  núcleo é cercado de duas preposições essenciais. Veja que, por se tratar de elementos essenciais, a supressão de qualquer preposição implicará erro.

Em termos semânticos, a locução “face a” possui significafo equivalente à sua forma original “em face de”. Assim, exprime sentido de “diante de”, “ante” ou “por causa de”, estabelecendo, normalmente, uma relação causal entre as informações. Veja, por exemplo, as seguintes frases:

A propaganda do jornal era ofensiva à moral; face a isso / em face disso (por causa disso), a associação de bairro pediu a retratação do jornalista responsável. 

Marcos se emocionou, face às (Em razão das) perspectivas que se abriam à sua frente. 

O governo precisava tomar medidas mais concretas, face à (devido à) situação do país.

“Face a” ou “Em face de”?

Ao termos esclarecido o sentido da locução “face a”, você deve estar se perguntando se ela é correta, conforme as prescrições da norma culta.

A resposta é muito simples: não, não é. Segundo a gramática normativa, é admitida apenas a locução “em face de”, sendo considerada incorreta a forma reduzida “face a“. Isso, contudo, não quer dizer que você não possa encontrar esse formato na língua coloquial. Todavia, esses, embora sejam comuns no dia a dia, não são referendados pela norma culta.

Trata-se exatamente do caso da expressão “face a”, a qual, apesar de ser frequente nos meios de comunicação e na literatura, não é admitida pelos gramáticos e dicionaristas.

Desse modo, procure evitar usar essa forma. Caso, entretanto, você sinta a necessidade de usá-la, mesmo após esses esclarecimentos, sugiro preferir a expressão “em face a”, cujo uso consolidou sua presença no vocabulário cotidiano, sendo menos rechaçada pelos lexicógrafos.

Uma pequena curiosidade: a locução “face a” é, muitas vezes, entendida como uma derivação da forma “em face de”, a qual decorreria da supressão e transmutação das suas preposições essenciais. Contudo, há quem entenda ser a locução uma imitação do francês moderno, no qual é possível também encontrar o conector “face à“. Dito isso, você tem mais uma razão para evitar essa forma, já que seu emprego pode ser visto como um estrangeirismo inadequado ao texto.

Alguma dúvida?

O qua achou? Simples, não é mesmo? Se ainda ficou alguma dúvida depois dessa explicação, você pode nos contar nos comentários! Além disso, caso você queira ver mais conteúdo de português sobre regência verbal, redação (introdução desenvolvimento) ou pontuação, confira nossos outros textos!

Precisa aprender português corporativo?

Então você estava escrevendo um texto e ficou em dúvida quanto a regência de uma palavra? Ou quando ao uso da vírgula? Bom, se você está começando uma carreira corporativa, com certeza já percebeu que o domínio da Lingua Portuguesa pode ser um diferencial no seu dia a dia, certo? Portanto, não atrase mais sua qualificação e seu futuro na empresa!

A professora Flávia Rita Coutinho Sarmento, referência na disciplina de Língua Portuguesa, oferece um curso específico de português para o ambiente corporativo. Ministrado na forma on-line, você poderá estudar de acordo com o seu tempo e com a sua disponibilidade.

Quer conhecer mais? Então confira uma de nossas aulas agora mesmo e conheça nossa metodologia!

Você pode assistir também diretamente do nosso canal do YouTube clicando AQUI.

O curso on-line português corporativo/empresarial tem foco nas questões práticas da Língua, conforme as dúvidas que surgem no dia a dia, de forma que você irá obter resultados rápidos e perceptíveis em pouco tempo. Assim, não há dúvida de que um bom domínio do português será um diferencial em sua carreira e em sua melhor colocação no mercado de trabalho. Aproveite a oportunidade para incrementar o seu currículo e aprender português sem dificuldade. No curso, você terá acesso a um conteúdo teórico e a uma parte prática, além de ter material de apoio em PDF. O objetivo é que você treine exatamente aquilo que precisará para o seu trabalho.

Clique aqui para conhecer o curso on-line português corporativo/empresarial.

Sobre o assunto português corporativo, não deixe de conferir:

Assim, caso ainda tenha interesse em outros cursos de Língua Portuguesa, não deixe de entrar em contato conosco pelos telefones

Se você ainda tem algum assunto que gostaria de ler por aqui, deixe sua sugestão na seção de comentários.

Deixe seu Comentário

Comentários

CONTINUE LENDO