/Redação ENEM: confira os principais critérios de avaliação


Redação ENEM: confira os principais critérios de avaliação

159

por: Equipe Flávia Rita

Neste post, você vai entender os principais critérios de avaliação utilizados na correção da redação ENEM. A produção textual tem como objetivo principal conhecer a capacidade de o estudante ler e redigir a redação de forma crítica de acordo com o tema cobrada. Preparado?

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

O ENEM utiliza-se de cinco critérios de avaliação, sempre previstos no edital:

  1. Domínio da norma culta da língua escrita;
  2. Compreensão da proposta de redação, com a aplicação dos conceitos de diferentes áreas do conhecimento;
  3. Capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos com vistas a subsidiar o ponto de vista defendido;
  4. Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  5. Elaboração de uma proposta de solução ao problema examinado, sempre com respeito aos valores humanos e à diversidade sociocultural.

Cada um desses critérios deve ser abordado em conjunto com os demais, uma vez que a nota avaliará as competências do candidato em se posicionar a respeito de um determinado tema. Além disso, o grau de proficiência do candidato será medido a partir de quatro conceitos: insuficiente, regular, bom e excelente.

Vamos analisar cada uma das competências:

Domínio da norma culta

A norma culta, também chamada de norma padrão, equivale ao padrão normativo da língua, ou seja, às regras gramaticais reconhecidas como corretas pelas entidades competente para essa função. Conhecer a norma culta da língua portuguesa é fundamental para gabaritar a redação ENEM, pois seu emprego incorreto porderá ocasionar prejuízo ao sentido e à defesa das ideias apresentadas pelo candidato. Portanto, é essencial dominar, entre outras, as regras de:

  • Pontuação
  • Concordância verbal e nominal
  • Colocação pronominal
  • Regência verbal e nominal
  • Conjugação verbal
  • Utilização de conectores e articulares
  • Domínio vocabular, com uso preciso dos vernáculos e de sinônimos, de maneira que se evite a repetição de palavras.

O aluno, portanto, deve se esforçar para compreender tanto os mecanismos sintáticos que estruturam as frases, de maneira a não incorrer em erros gramaticais, como as regras de pontuação e de coesão, pois essas colaborarão para a clareza do texto e para o encadeamento lógico das ideias.

O domínio adeuqado da norma culta evitará a dedução de pontos na redação e assegurará que outros aspectos também avaliados sejam penalizados com maior gravidade. 

Compreensão do tema cobrado

Para se elaborar uma boa redação, o candidato deve treinar constantemente, de maneira a se familiarizar com os mais variados argumentos cabíveis à proposta, como também com os diferentes mecanismos de coesão. Conhecer o tema cobrado é fundamental para desenvolver uma boa base argumentativa. 

Como a seleção dos argumentos exige uma consciência prévia dos problemas que circundam a temática cobrada na prova, é fundamental ao candidato ter conhecimento de mundo. Isso será possível a partir de uma leitura constante de textos jornalísticos e critico-argumentativos acerca dos principais acontecimentos da sociedade brasileira e do mundo contemporâneo. Por isso, recomenda-se já no primeiro momento da preparação, que o aluno mantenha um bom hábito de leitura e de discussão, aliado, sempre, à prática da escrita. 

Tenha em mente que a compreensão do tema não perpassa apenas o aspecto dos argumentos apresentados, mas, antes disso, à devida interpretação do que está sendo questionado. Lembre-se sempre de que fuga ao tema é um dos motivos que permitem zerar a nota do candidato!

Saber elaborar um texto dissertativo-argumentativo

Uma das tipologias textuais mais cobradas em provas vestibulares é o texto dissertativo-argumentativo. A patir dele, a banca examinadora poderá avaliar as capacidades do candidato de se posicionar a respeito de um determinado tema de maneira consistente e com argumentos logicamente articulados. Com isso, o estudante deverá saber redigir e defender o seu ponto de vista com respeito às normas de sintaxe e coesão.

Observe que são indicados verbos específicos para a definição do critério:

  • Selecionar
  • Relacionar
  • Organizar
  • Interpretar

O aluno, além de dominar a parte estrutural dessa tipologia, deverá demonstrar ser apto a realizar um recorte dos argumentos (seleção das teses mais pertinentes) e relacioná-los com outros eventos ou argumentos, sempre de forma organizada (logicamente concatenada). Isso demonstrará, também, a capacidade de o aluno interpretar não só o tema geral, como também os direcionamentos oferecidos pelos textos motivadores presentes na prova. Desta forma, será avaliada a capacidade de análise, de síntese e de argumentação do candidato.

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos-argumentativos

A redação ENEM deve ser feita em linguagem formal, dentro do padrão da norma culta. O candidato deverá utilizar argumentos adequados à exposição e à defesa de seu ponto de vista de forma objetiva. Os mecanismos linguísticos-argumentativos serão demonstrados, nesse sentido, a partir da organização das informações do texto e da estruturação de seus períodos. 

Geralmente, recomenda-se que a redação seja escrita em três partes:

  • Introdução
  • Desenvolvimento
  • Conclusão

Cada uma dessas partes cumpre um papel claro na estratégia argumentativa, de maneira que apresentam características próprias. O domínio da estrutura é fundamental para saber organizar as ideias e, consequentemente, defender a argumentação.

Saber solucionar o problema proposto

O candidato, ao estabelecer os pontos que serão criticados e defendidos na redação, deve saber defender o tema de forma consciente. Assim, além de saber argumentar por meio da linguagem adequada, deve, principalmente, apresentar domínio do assunto com a sugestão de medidas idôneas a solucionar os problemas analisados. Contudo, isso ao fazer isso, deverá se atentar aos valores humanos e ao respeito à diversidade sociocultural. 

Redação ENEM: resumo dos principais critérios

  • Domínio da norma culta da língua escrita;
  • Compreensão da proposta de redação, com a aplicação dos conceitos de diferentes áreas do conhecimento;
  • Capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos com vistas a subsidiar o ponto de vista defendido;
  • Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Elaboração de uma proposta de solução ao problema examinado, sempre com respeito aos valores humanos e à diversidade sociocultural.

 

Redação ENEM: dicas de estudo

Para ajudar na sua preparação, a professora Flávia Rita elaborou o curso Oficina de Redação e teoria de texto dissertativo para o ENEM 2019. O curso foi elaborado e planejado de forma estratégica para que o estudante consiga gabaritar a redação ENEM e superar qualquer dificuldade. Nas aulas, os temas são trabalhados de forma focada e direcionada.

O curso redação para ENEM ainda conta com correção detalhada, para que o estudante possa conhecer os seus pontos fortes e fracos, para saná-los até o dia da prova. Desta forma, ele conseguirá aprimorar e desenvolver habilidades para gabaritar a redação ENEM;

QUERO COMPRAR O CURSO OFICINA DE REDAÇÃO ENEM 2019, AGORA!

Deixe seu Comentário

Comentários