/Você sabe da importância do sono para seus estudos?


Você sabe da importância do sono para seus estudos?

311

por: Equipe Flávia Rita

Nesse texto, você irá entender a importância do sono para seus estudos e como melhorá-lo para obter resultados melhores e mais consistentes no longo prazo!

Tenha em mente que o sono não é um período passivo, muito menos desnecessário. Ao contrário, trata-se do momento em que há uma elaboração inconsciente da personalidade, por meio dos estímulos subliminares e todos os outros que a mente consciente não controla nessa fase. É exatamente nesse período que temos a maior fixação dos conteúdos aprendidos.

A IMPORTÂNCIA DO SONO PARA O ESTUDO

Quem já estuda há certo tempo já deve ter percebido seu rendimento cair drasticamente depois de uma noite de sono mal dormida. Isso ocorre porque é no sono que diversos processos metabólicos ocorrem e, a partir deles, que se fixa o conteúdo estudado no dia anterior e se recupera o organismo para as atividades do dia seguinte.

Conforme estudos, a falta de sono ou mesmo o sono de baixa qualidade podem prejudicar a saúde e o rendimento, como se observou nos casos de desgaste físico, diminuição acentuada da capacidade cognitiva, elevação das taxas de estresse e uma queda no sistema imunológico. Dormir bem não é uma opção para quem deseja estudar para concursos com eficiência, mas, sim, um dever.

Ao se negligenciar o sono, prejudica-se a chamada absorção difusa do conhecimento, que é aquela que ocorre no momento de descanso do cérebro, ou seja, quando não se está estudando ou se exigindo alta concentração para absorver o conteúdo. Ela acontece tanto nos momentos de lazer, como no sono.

Além do prejuízo à fixação, a falta de sono deteriora também a atenção nos momentos que ela é demandada. De acordo com alguns estudos realizados nos Estados Unidos, a falta constante de sono pode levar a resultados mais deletérios do que o consumo de álcool para atividades que exijam atenção, criatividade e memória.

CICLOS DO SONO

Segundo pesquisas especializadas, o sono ocorre em dois ciclos:

  • NREM (Não REM).
  • REM (Rapid Eye Movement – Movimento Rápido dos Olhos, em tradução livre)

O primeiro se caracteriza pela diminuição do ritmo respiratório e cardíaco e pelo relaxamento muscular e se divide em quatro estágios, sendo os dois últimos correspondentes ao chamado sono profundo ou de ondas lentas. Já o ciclo REM se caracteriza pelo relaxamento mais intenso do tônus muscular, pela respiração mais profunda e pela presença de sonhos.

O ciclo NREM compõe 80% do tempo total do sono e é a fase em que se tem o maior processo de fixação dos conhecimentos estudados. Já a fase REM, equivalente ao total de 20% do período, ocorre de maneira alternada com a NREM, sempre em fases mais curtas que precedem o ciclo seguinte.

Ambos os ciclos reagem às influências externas, como luminosidade, silêncio e temperatura e se adaptam a essas externalidades de forma a manter as funções orgânicas. Por essa razão, a higienização do sono é tão importante, pois é ela quem assegura a qualidade dos ciclo e, consequentemente, a recuperação do organismo.

HIGIENIZAÇÃO DO SONO

Para se garantir uma boa noite de sono, é necessário realizar o que se chama de higienização do sono. Trata-se de uma série de preparativos orientados a assegurar um sono limpo e com a menor interferência de fatores externos, como, por exemplo, evitar aparelhos eletrônicos que emitam luzes intensas, não fazer atividades físicas algumas logo antes de ir deitar, evitar alimentos com alta taxa de açúcares ou de gorduras e começar a se adaptar a ambientes de baixa luminosidade.

SONO E APARELHO CELULAR

Uma das medidas mais importantes a ser tomada diz respeito ao uso do aparelho celular. Quase um desdobramento de nossos braços, o celular incorporou-se aos nossos dias de uma maneira tal que torna difícil não o consultarmos várias vezes por hora. Sem contar possível prejuízo à nossa produtividade, o seu uso excessivo pode, ainda, prejudicar a qualidade do nosso sono. Em razão das luzes de alta intensidade, nosso organismo passa a receber sinais que o despertam, o que torna difícil o início do período de relaxamento que precede o sono.

SONO E ILUMINAÇÃO

A iluminação é outro fator relevante para a qualidade do sono. Para se preparar para dormir, deve-se evitar luzes brancas, com alta intensidade, pois elas, como mencionado, despertam o organismo e retardam o ciclo do sono. Além disso, o quarto deve estar em ambiente escuro, sem interferências de luzes eletrônicas, como televisões, computadores ou aparelhos celulares, porém com possibilidade de ser iluminado com luz natural a partir da manhã. Isso é muito importante, pois a luz do sol ajuda a regular nosso ciclo hormonal e, consequentemente, a qualidade do sono.

SONO E SILÊNCIO

Outro aspecto relevante para a higienização é o silêncio, pois sons altos ou intensos podem provocar uma excitação do organismo, dificultando seu relaxamento e, mais uma vez, retardando o início do sono. Por isso, evite dormir em lugares barulhentos, que contenham televisores ou aparelhos de rádio ligados, assim como lugares que tenham pessoas conversando. Caso isso não seja possível, considere usar um abafador de ruídos para dormir, pois ele ajudará a ampliar a qualidade do seu sono.

SONO, CAMA E TRAVESSEIRO

Por fim, não é possível ter um sono de qualidade quando não se está confortável. Assim, nada de economizar no travesseiro ou no colchão. Travesseiros desconfortáveis não só afetarão a qualidade do sono, mas também poderão gerar problemas ortopédicos graves, como torcicolos ou demais dores no corpo, o que, em última medida, também irá atrapalhar seus estudos.


O que achou desse conteúdo? Ele foi útil para você? Procure começar a valorizar seu sono agora e nos conte nos comentários os resultados que vem percebendo a partir das boas noites de descanso! Não deixe de compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais!

Se você se interessa por coaching, técnicas de estudo e outras informações que o ajudem no processo constante de superação, não deixe de ver esses outros textos:

Deixe seu Comentário

Comentários