/Português para concurso: como estudar e gabaritar a prova?


Português para concurso: como estudar e gabaritar a prova?

4109

por: Equipe Flávia Rita

Neste texto, você irá aprender as melhores dicas de como estudar português para concurso e, com isso, chegar preparado para gabaritar a sua prova.

Não há como escapar da nossa língua: a disciplina está presente em praticamente todas as provas, sendo cobrada tanto em questões objetivas quanto discursivas. Por isso, dominá-la é essencial para sua aprovação e, consequentemente, para uma boa classificação. Muitos candidatos chegam preparados para as outras matérias, conseguindo, normalmente, gabaritar as questões de direito, porém, quando se trata da prova de português, acabam por perder muitos pontos, os quais fazem toda a diferença na hora do resultado final. Portanto, estudar português deve ser uma prioridade para todo candidato que almeja a aprovação! Vamos ver aqui como nos preparar!

Planejamento: o início de tudo!

Primeiramente, tenha a consciência de que passar em um certame público, seja um concurso para um cargo específico, seja para adentrar em uma universidade, exigirá uma postura diferenciada com relação às matérias e ao tempo dedicado. Muitos estudantes começam sua preparação sem um planejamento e sem uma técnica adequada, pois acreditam que estudar equivale a ler o conteúdo da prova e a fazer poucas anotações. O engano não poderia ser maior. Em razão do alto grau da competição, o estudo deve ser feito de maneira mais profissional: ou seja, segundo um processo criterioso e sistemático. Excplico cada um dos adejtivos:

  • PROCESSO CRITERIOSO: estudar não é apenas sentar na cadeira e ler o que se encontra nos livros. A seleção da matéria e o grau de relevância de cada conteúdo devem ser avaliados dentro de um critério racional, o qual é determinado pelo objetivo do estudante – ser aprovado no concurso. Se esse é o fim que se dá ao estudo para concursos, logo, não se deve desviar do que será cobrado, ou, em outras palavras, daquelas matérias que compõem o conteúdo programático previsto no edital. Além disso, deve-se identificar, dentre essas matérias, aquelas que apresentam maior relevância para a banca, pois não é apenas por figurarem no edital que todas elas serão cobradas. E dai tem-se a importância de um planejamento, já que essa seleção exigirá do candidato uma certa experiência com as formas de cobrança e com as preferências da organizadora, o que será adquirido por meio de aulas direcionadas ou de baterias de exercício específicas. Vamos ver dois exemplos: o edital prevê a matéria de concordância verbal e nominal, a qual apresenta dezenas de casos específicos; entretanto, ao se analisar a maioria das questões, observa-se que a banca tem o hábito de cobrar apenas cinco deles. Obviamente é recomendado conhecer todos os casos, mas, por razões de estratégia, o aluno deverá focar nos cinco mais recorrentes.
  • PROCESSO SISTEMÁTICO: aprender não é simples. Ao contrário, é complexo e muitas vezes desgastante pelo nível de atenção e sacrifício que exige. Apreender um conteúdo, ou seja, incorporá-lo aos seus conhecimentos acessíveis não ocorrerá imediatamente, mas exigirá do candidato uma série de revisões e de fixações. E é por isso que se diz que estudar profissionalmente exige uma abordagem sistemática: ao se iniciar um conteúdo novo, o aluno deve pensar não só no momento em que o está estudando, mas, sobretudo, nas fases posteriores, pois essas serão determinantes para uma fixação efetiva. Deverá, portanto, estabelecer um sistema de revisões periódicas conjugado com fases de exercícios.

Com isso em mente, fica claro que se deve, antes de tudo, elaborar um planejamento de estudos, no qual você irá estebelecer quais dias e a quantidade de horas diárias e semanais que serão dedicádas ao estudo. Lembre-se de que o edital do seu concurso comportará diversas matérias, então esse tempo deverá ser distribuído entre todas elas, proporcionalmente ao grau de relevância, dificuldade e familiaridade. Ao determinar isso, separe três dias na semana para a matéria de português, sendo que desses dois serão para aquisição de conteúdo e revisão e um para revisão e exercícios.

Tenha consciência de que o estudo deverá ser encarado, como dito, profissionalmente. Para além do exposto, entenda também que, como um trabalho, você não poderá faltar ou escolher quando está ou não com vontade de estudar. Quando o planejamento estiver pronto, siga-o firmemente e somente em eventos excepcionais aceite fazer concessões ou alterações. Em português, já adianto que os assuntos mais em provas são:

  • Interpretação de Texto
  • Ortografia
  • Morfologia
  • Análise Sintática
  • Regência Verbal e Nominal
  • Crase
  • Concordância Verbal e Nominal
  • Pontuação
  • Verbo

Por isso, aproveite essa oportunidade para pegar essas dicas de verbo e já fazer uma revisão completa:

Para organizar seus estudos de português, analise bem o edital e o programa separado para a matéria. A partir disso, destrinche cada item e veja quais conteúdos o compõem. Escreva seu planejamento com a separação diária das matérias que serão estudadas. Por exemplo: separe o conteúdo de português ao qual você irá se dedicar, mas não deixe de considerar os períodos de revisão:

  • Primeira hora de estudo: teoria de crase.
  • Segunda hora de estudo: uso do que e do se.
  • Terceira hora de estudo: revisão da primeira matéria
  • Quarta hora de estudo: revisão da segunda matéria.

Lembre-se de que quanto mais detalhado o planejamento, melhor você se organizará, pois não só não perderá tempo determinando os detalhes do dia e como ainda poderá se organizar com mais antecedência para eventuais imprevistos. Isso irá também colaborar para manter a motivação e o controle do estudo de toda a matéria. Além disso, não se esqueça de fazer sempre uma triagem do que foi estudado e dos pontos que ainda estão fracos, de modo que você tenha condições de avaliar seus avanços na disciplina, de conhecer as suas dificuldades e, com isso, de priorizar o que considerar mais importante. Ter controle é fundamental para a sua evolução nos estudos.

Não basta apenas estudar português para concurso, é necessário saber como aplicar os seus conhecimentos. É saber fazer prova, analisar as questões, entender a teoria e construir um raciocínio, a fim de garantir uma boa nota. Desse modo, escreva sempre a forma de estudo: teoria, exercício, revisão, páginas do livro que serão lidas, ou seja, detalhe o seu cronograma. Resumindo:

  • O planejamento deverá ser detalhado e adequado a rotina de estudo, de modo que considere também o total de horas disponibilizadas para a atividade e as outras tarefas que devem ser cumpridas.
  • Não coloque em seu planejamento aquilo que não possa cumprir. Não estabeleça metas que não sejam factíveis, por exemplo, se estão disponíveis apenas duas horas para leitura de um material, não espere ler muito mais páginas que o normal apenas pela pressão do cronograma. Isso irá prejudicá-lo ao gerar ansiedade e nervosismo.
  • Lembre-se de ter o planejamento sempre em um lugar visível, pois o cumprimento das tarefas irá ajudar na motivação e sua visualização colaborará para manter o foco nas atividades pendentes.
  • Caso haja um imprevisto no dia e você não consiga estudar, não se preocupe, pois o planejamento serve também para você já prever esses eventos e conseguir realocar as horas de estudo que ficaram faltando. Lembre-se de que você tem um plano diário, semanal e mensal. O importante é cumprir todas as tarefas de maneira consistente dentro desse período. Se for necessário, você também poderá refazer o seu planejamento. Nem perca tempo se lamentando ou ficando com raiva, pois isso vai gerar muito sentimento negativo. Lembre-se de que imprevistos podem acontecer e você precisa aprender a ser flexível.

Português para concurso: base teórica

Depois do planejamento, você precisa avaliar como está o seu conhecimento na disciplina, para começar a desenvolver a sua base, e é nesse momento que deverá dar um foco maior aos exercícios.

Você já está dominando a teoria? Seu foco é mais revisão e exercício? Qual a sua necessidade? A avaliação pode ser feita por meio dos seus últimos concursos e dos seus estudos.

Contudo, se estiver começando a estudar português para concurso, será necessário focar, inicialmente, na teoria. Ou seja, primeiro entender os conceitos e as regras da gramática, para, então, partir para os exercicios. Tenha em mente que muitos conteúdos são articulados entre si, de maneira que, para aprender um, é necessário compreender o outro. Neste sentido, não adianta nada querer estudar, por exemplo, crase se você ainda não domina regência verbal. Os conceitos estão interligados, por isso, é imprescindível ter uma compreensão ampla do conteúdo.

E é essa a exata função do curso teórico: apresentar de uma forma didática os conceitos iniciais (substantivo, advérbio, ortografia) e deles partir para os mais avançados (regência, uso do que ou do se..). Por isso, tenha sempre o cuidado de iniciar sua preparação ainda em período de pré-edital, pois a apredizagem efetiva leva tempo e os conteúdos devem ser fixados com calma para não perder nenhum detalhe importante. No seu planejamento, organize as matérias estudadas pelo número da aula e o nome do assunto tratado, pois isso irá ajudá-lo a ter o controle do que já foi e do que ainda deve ser visto.

Não se esqueça de que estudar português para concurso exige disciplina e vontade. Por isso, queira aprender de verdade o conteúdo, sempre com curiosidade. Em razão dos ritmos de estudo mais intensos e do nível de sacrifício que essa fase exige, é muito comum se sentir desestimulado. Por isso, diversos psicólogos e coachs recomendam técnicas para manter o grau de motivação, como, por exemplo, imaginar como será a sua vida após a aprovação, pensar no salário ou nos benefícios da carreira. Procure manter a conexão com a vida que deseja!

Resumindo:

  • Desenvolva uma boa base na disciplina, pois, lembre-se, português é uma disciplina comum, praticamente, em todos os concursos.
  • A base inicial fará toda a diferença ao longo dos estudos e nos assuntos mais avançados. Após fixar os conceitos teóricos, você deverá focar nas revisões e em fazer exercício.
  • Mantenha sempre a disciplina, a concentração e a foco. Tenha vontade de aprender o conteúdo. Estudar sem vontade pode, muitas vezes, prejudicar a absorção do conteúdo e comprometer sua aprendizagem!
  • Lembre-se de que estudar para concursos e vestibulares equivale a uma profissão, logo, não faça suas tarefas chateado ou com preguiça. Foque em aprender a disciplina e dê o seu melhor para colher os resultados e conquistar a sua vaga no serviço público.

Com isso tudo em mente, não deixe de conhecer nosso curso Português Gold, considerado o melhor para a sua aprovação. Nele você terá uma abordagem didática, desde os conceitos mais básicos até os mais complexos, sempre com foco nas formas de cobrança das principais bancas do país!

A importância do treino!

Após ter absorvido a teoria selecionada para a sua prova, está na hora de treinar! E, para isso, você deverá focar na resolução de questões. A resolução de exercício é considerada uma das melhores maneiras para se estudar português para concurso, pois, com isso, você irá não só rever o conteúdo teórica, mas o irá fazer com foco específico nas formas de cobrança das principais bancas do país. Obviamente, é recomendado dar preferência para as questões da banca responsável pelo seu certame, mas tenha também a liberdade de fazer exercícios de outras organizadoras que tenham modelos de cobrança semelhante, pois isso irá ampliar seu repertório de questões e o condicionar a responder qualquer pergunta das matérias.

Além disso, procure anotar o seu % de acerto e de erro em cada conteúdo, de modo a estabelecer um controle do seu rendimento. Isso irá possibilitar que você mesure suas dificuldades e suas facilidades na prova. Não deixe de fazer uma uma planilha, pois isso tornará esse controle mais visual. Deixe a preguiça de lado e estude direito. Nada de fazer mais ou menos, ok?

Por que fazer exercício?

  • Conhecer a forma de cobrança da banca
  • Conhecer os tipos de questões mais recorrentes
  • Se familiarizar com as possíveis “pegadinhas” utilizadas pela banca
  • Se adaptar ao estilo de prova
  • Memorizar o conteúdo

Se quiser aprender mais, veja nosso conteúdo: Aprenda de uma vez a fazer exercício de português!

 

A importância da revisão!

Revisar os assuntos é de fundamental importância para manter o conhecimento na sua memória. O resumo pode ser elaborado no caderno, mapas mentais ou fichas. Cada pessoa tem o seu próprio método de estudo. Descubra o seu!

O curso de fichamento é o mais indicado para quem já tem uma base, mas precisa revisar os principais conceitos da banca. Ele ajudará você a ter uma compreensão do conteúdo e a relembrar conceitos importantes. Descubra como o curso de fichamento vai ajudar você na memorização!

Você poderá sempre carregar as suas fichas e revisar o conteúdo de qualquer lugar! É uma das metodologias mais práticas de estudo. Que tal tentar? Existem outras formas de revisão como mapas mentais, por exemplo. A dica é descobrir qual metodologia de estudo funciona para você.

  • Conheça as principais técnicas de estudo como fichamento, resumos, mapas mentais.
  • Teste para descobrir qual a melhor para você.
  • Cada pessoa tem a sua própria forma de estudar. Por isso, o autoconhecimento pode ajudar muito no seu desenvolvimento.

Português para concurso: resumo!

Vamos resumir tudo o que conversamos até agora?

Desenvolva base teórica, pois os conceitos na disciplina são interligados e você precisa ter uma boa compreensão da matéria. Cada banca tem a sua própria forma de cobrar.

Depois da teoria, estude de forma específica para a banca do seu certame. Faça exercícios e anote o percentual (%) de acerto. Só mude de assunto, quando atingir 70%.

Procure resolver questões diariamente, faça simulados e tenha uma noção real do seu desempenho. Não estude português para concurso por estudar, pelo contrário, estude com vontade e certeza de que vai conquistar a sua vaga no serviço público. Para manter a calma, confira 7 dicas para acabar com a ansiedade!

Faça resumos das questões que errar. Por exemplo, se na semana você errou muitas questões de verbo ou regência, isso mostra que você precisa revisar o conteúdo.

Faça simulados. Nos simulados tente identificar as suas dificuldades, e faça resumos das questões que errar. Isso pode ajudar você na revisão final para a prova do seu concurso. Seja estratégico e tente otimizar sempre o seu tempo. Encare o simulado como se fosse realmente a prova do seu concurso.

Português para concurso: como fazer prova?

Chegou o grande dia: o do seu concurso.  Antes de começar a fazer a prova, mantenha a tranquilidade. Lembre-se de que você estudou e fez por merecer a vaga. Mantenha a confiança e a concentração.

  • Leia as questões com calma e marque as palavras mais importantes, a fim de tentar entender o enunciado e identificar o assunto cobrado.
  • Atenção com alternativas que tenham palavras como exceto
  • Identifique as questões que são relacionadas ao texto e a gramática
  • Tente ler as perguntas antes de fazer o texto, para ter uma orientação do que está sendo cobrado
  • No texto, identifique as partes mais importantes
  • Cuidado para não gastar muito tempo na prova.
  • Separe tempo para a redação. Aproveite para conferir SEU manual completo de redação para concurso. 
  • Acredite na sua aprovação e dê o seu melhor.

Avalie a prova de forma estratégica

Fez a prova? Faça uma avaliação estratégica de como foi a sua preparação. É fundamental fazer um feedback do seu estudo. Por isso:

  • Refaça a prova com atenção.
  • Analise os seus erros/acertos.
  • Você errou por que teve dúvida, não sabia o conteúdo ou por nervosismo? Faça uma autoavaliação da sua preparação.  Analise o que você errou e o porquê.
  • Ao entender os seus erros, você saberá em que precisa melhorar.

Português Gold: intensifique os seus estudos!

O Português Gold é um curso que foi desenvolvido e elaborado pela professora Flávia Rita. Ideal para quem está começando a estudar ou precisa revisar o conteúdo. Completo, ele aborda toda a teoria, gramática, interpretação de texto e exercícios para você treinar. Além disso, o Português Gold conta com fichamento, em que você terá um resumo de toda a matéria por meio de fichas,

Livros exclusivos que você receberá em casa:
– Fichamento (revisão de todo conteúdo por meio de técnicas das fichas longas, material desenvolvido pela Prof. Flávia Rita)
– Interpretação de textos (correção de exercícios e mais dicas)
– Caderno de produção de textos
– Português Descomplicado (todo conteúdo teórico, exercícios por assunto, por banca e exercícios comentados, são mais de 600 páginas!)
– Técnicas de estudos
Tenha toda a base da teoria, com os conteúdos de interpretação de textos, gramática e redação.
– Apostila impressa de Correção de Provas
– Acesse todo curso online em 12 meses
– Realize 6 simulados especiais e envie para receber a correção do seu material (um envio por mês)
– Planejamento anual de estudos

Para 2019 a professora Flávia Rita elaborou um novo curso Português Gold. Que tal intensificar os seus estudos e aproveitar a oportunidade?

O curso PORTUGUÊS GOLD aborda toda gramática (fonética, ortografia, formação de palavras, predicação verbal, período simples, regência, crase, “que/se”, colocação pronominal e pronome relativo, verbo, concordância verbal, concordância nominal, pronomes pessoais, conectores, período composto, pontuação), redação – texto dissertativo, redação oficial, interpretação de texto e ainda traz aulas de fichamento, nas quais o aluno terá a oportunidade de esquematizar um resumo dos principais tópicos da disciplina de Português para concursos em fichas, que além de facilitar muito os estudos, são um ótimo resumo e uma excelente ferramenta para fixação de conteúdo. O curso conta, ainda, com aulas de exercícios separados por assuntos e correção de provas, na íntegra, das principais organizadoras, de forma a permitir ao aluno a construção do perfil de cada banca. Essa metodologia permite ao aluno a fixação dos conteúdos de forma prática, conhecendo a linguagem das bancas organizadoras e principais questões exigidas.

Nas aulas de Redação – Texto Dissertativo será abordada a teoria da redação e suas modalidades de escrita, como fazer uma redação, modelos de redação. O texto dissertativo, normalmente, é o mais escolhido pelas bancas organizadoras como tipo de redação para as provas nos concursos públicos. Durante o curso serão abordados assuntos relevantes para a construção de um texto dissertativo de sucesso. Serão explorados vários aspectos, como: estrutura textual, itens necessários para a produção de textos, coerência e coesão, aspectos linguísticos e o que se deve evitar em uma redação.

Nas aulas de Interpretação de Texto para Concursos Públicos serão abordados os tópicos teóricos de Interpretação de Textos, além da correção de aproximadamente 100 questões. O objetivo e capacitar o aluno que irá prestar concursos públicos para analisar e identificar os elementos fundamentais de uma argumentação, e as relações de semelhanças entre as situações do texto. A ideia é desenvolver no aluno a habilidade de sintetizar as ideias centrais e secundárias contidas no texto, com auxílio de exercícios práticos.

É um curso que prepara o aluno para qualquer certame, pois ele foi planejado a partir do profundo conhecimento das bancas mais exigentes do mercado como CESPE, FCC entre outras com os mais variados perfis de cobrança.

QUERO CONHECER O NOVO PORTUGUÊS GOLD 2019!

Como você estuda português? Envie o seu comentário para a gente e não se esqueça de compartilhar o post nas suas redes sociais!

 

Deixe seu Comentário

Comentários